andredecourt's photo from 11/20/03

Mando agora a minha outra foto da Academia de Belas Artes, foto tomada do largo em direção ao final da travessa na esquina com a rua Gonçalves Ledo, ao contrário do que se pensa ao ver o frontão no Jardim Botânico o prédio era muito maior .
Tanto o prédio como a urbanização do entorno foram feitas por pessoas da Missão Francesa notadamente Grandjean de Montigny, sendo a primeira reforma urbana da cidade, acho que a primeira foi a construção do Passeio e da rua das Marrecas, mas é a minha opinião contra todos os historiadores e livros de arquitetura .
Dizem que essa tímida reforma abrangento só duas estreitas ruas, foi o estopim para os jovens engenheiros Passos e também Frontin a terem o estalo de a levarem para toda a cidade, e seu inadequado e pestilento traçado colonial, que se mostrava inadequado ao crescimento da população e a importância do porto .

Comments (6)

rioantigo 11/21/03 6:08 AM …

Verdadeira aula. Obrigado.

leflaneur 11/21/03 8:23 AM …

A reforma de Pereira Passos até tinha essa intenção, entre outras. Mas é discutível a inadequação do traçado colonial ao crescimento da população e importância do porto. Outras cidades do mundo mantêm características arquitetônicas, reformando, porém não destruindo. A cidade que cresce pra cima, ao invés de para os lados, por deficiência na malha de transporte público. Este sim, o rio de males que leva o Rio que passa.

andredecourt 11/21/03 9:34 AM …

Vou postar umas umas fotos do Rio de antes do período Passos para se comparar a inadequação da cidade, o crescimento vertical é consequência da desobediência de normas posteriores como o Plano Agache, outro ponto a se mencionar que Passos não demoliu uma única igreja, bem como a demolição do Morro do Castelo não foi obra de sua administração mas sim de seguintes .
A demolição da Cidade Nova e do Catumbi é recentíssima .
Basta ver a largura de várias ruas do centro e a sua pretérita ocupação para se comprovar que Passos estava certo, os errados foram os seguintes que não tiveram 1/4 de sua competência para realizar reformas, bem como controlar a especulação urbana, essa sim responsável pela destruição da cidade, e outro ponto a se resaltar que o crescimento radial do Rio como São Paulo é praticamente impossível devido as caracteristicas geográficas

apessoa 11/21/03 11:03 AM …

Excelente e raríssima foto desse prédio destruído criminosamente no governo Vargas para a construção de… nada! Até hoje há um “vazio” no lugar dele, ocupado por um estacionamento!…
E o Montigny, exatamente por achar as ruas do entorno acanhadas acabou conseguindo demolir duas das construções das esquina para conseguir com que se tivesse melhor visão da entrada.

apessoa 11/21/03 11:05 AM …

Putz, foi mal, só agora li a legenda da foto anterior!… se quiser deletar o(s) meu comentários(s) fique à vontade!

mascrio@ig.com.br 11/30/03 10:52 AM …

Maravilhosa foto!
Realmente bela!
Eu nunca tinha visto o predio da Academia de Bellas Artes desse angulo.Realmente o portal que se encontra no Jardim Botanico nao nos dar a verdadeira dimensao do tamanho desse predio.
Pelo visto, Getulio, ou durante seu governo, foram feitas umas das maiores agressoes contra a nossa cidade.Mas me pergunto: o povo nao protestava mesmo que estivessem vivendo sob uma ditadura?
Bom, pelo visto , se houve algum protesto nao adiantou nada.
Quero alerta-los aqui e tambem pedir alguma informaçao sobre um casarao maravilhoso que ao meu ver encontra-se fechado, mas nao abandonado e acho que em breve possa ser destruido na Tijuca na rua Ibituruna. Parece um castelo em estilo ecletico eu acho.
Alguem conhece esse casarao ou sabe a quem ele pertenceu ou pertence?Ele tem os portoes e as grades em ferro duplo e é construido no centro do terreno. Vou tentar tirar algumas fotos dele.
Um abraço á todos.
André
meu fotolog:andreleblon