foto de andredecourt em 03/12/03

A terceira foto é do início dos anos 60, a urbanização é igual a que conhecemos hoje, mas o bonde é um pouco diferente dos de hoje, primeiro ele puxa um reboque, que muitos cariocas de hoje achariam impossível pelas estreitas e íngremes ladeiras e o que prova que o sistema de bondes era realmente utilizado por todos, e não um sovenir para turistas, se v/c’s repararem bem ele não tem nenhuma sinalização, como os de hoje e ainda está nas cores da light

As 3 fotos obtidas do site de Allen Morrison, um grande apaixonado dos bondes cariocas

Comments (7)

lylla_lausanne disse em 03/12/03 13:29 …

Parabéns André! Well done! E continue! Te adicionei, bisous.

leflaneur disse em 03/12/03 13:52 …

O reboque tinha um nome quando servia para carregar malas e outras coisas, inclusive animais. Vc se lembra o nome? Lembrei: Taioba.

Dani disse em 03/12/03 17:08 …

:) ))

rioantigo disse em 03/12/03 18:01 …

Gostava de andar no estribo e saltar andando pouco antes das paradas (e saltava de costas – era bom nisso).

Dani disse em 03/12/03 20:03 …

Aquilo colado na traseira do bonde é um busdoor pré-histórico?
Seja lá o que for, se repete na traseira do bonde da frente, atrás da garota com uniforme do colégio!

andredecourt disse em 03/12/03 21:56 …

Parece mais a propaganda oficial do carnaval e prefeitura sempre colocava alí nos bondes, a publicidade mesmo está no teto da máquina que é o bonde da frente

cochesdecuba disse em 03/12/03 22:37 …

Uma propaganda externa bem comum era a do Mistura Fina (cigarro, claro, não a casa noturna…), colada na traseira ou na frente. Tens alguma foto do mata paulista? No Rio já me deixaram manobrar um bonde na garage, bela experiência. Em São Francisco me passaram um pito só pq peguei o bonde andando. Era um cable car, pra ser exato – e olha que bicho tava devagarinho… Os caras não conhecem a grande arte!