andredecourt's Foto von 29.04.04

Com a falência do modelo e a destruição dos motores a CTC-GB ficou com inúmeros carros inutilizados, em 1968 teve-se uma “brilhante idéia” colocar motores diesel poluidores num veículo ecologicamente correto, a unidade motriz foi a Mercedes Benz 0-352, de aproximadamente 130 cv e com muito menos torque, os pesadões veículos passaram a se arrastar pelas ruas, e o pior consumindo e poluindo muito, quem tem seus trinta e muitos anos deve se lembrar dessas gambiarras produzindo grandes quantidades de fumaça preta.
Em 1968 foram 34, convertidos, em 1971 o ônibus elétrico desaparece de nossa cidade e já são 104 convertidos, aumentando nos próximos anos e no meio da década se extinguindo de vez. Não sobrou um só para contar a história, viraram todos sucatas em pouquíssimo tempo, como uma maldição à eles fosse lançada pelos velhos bondes, que muito serviram a cidade e poderiam estar até hoje, modernizados e adequados em nossas ruas .
Essa foto mostra 2 convertidos em 1973, na Av. Nillo Peçanha de fronte a Policlínica, do outro lado da rua vemos o prédio do Jockey ainda em obras, que já duravam mais de 10 anos, e que foi uma grande novela da construção civil do Rio .
O da esquerda ainda usa a velha pintura da CTC o da direita já usa a “nova” azul e prateada

Pelas informações técnicas agradeço ao Jason e ao site “Memória do Transporte Público Brasileiro”, de Marcelo Almirante, inclusive a foto foi obtida lá.

Comments (18)

joelmarinho 29.04.04 09:28 …

Professor…, 108 e 106…! Vivi em Laranjeiras, como conheci estas máquinas…!

gustavocarmo@ajato.com.br 29.04.04 11:02 …

Eu nasci em 1977. Quando eu comecei a me entender por gente, com quatro ou cinco anos de idade, os ônibus da CTC já eram totalmente azul-marinho. Depois vieram os brancos com frisos azul e vermelho e derradeiramente os vermelhos ou brancos com a inscrição CTC grande e estilizada.

Quando a pintura dos CTC mudaram para azul total? Outra dúvida que eu vejo nas fotos nem tão antigas de ônibus do Rio é um ônibus todo prateado mas com detalhes em vermelho na parte inferior que circulava na zona sul, no Aterro do Flamengo. Que linha era essa? E se a viação prestadora ainda é a mesma, qual é?

Detalhe para o outdoor com a propaganda da Kodak. Para quem gosta de publicidade, é uma relíquia.

Antolog 29.04.04 11:54 …

Quer dizer que não ficou nenhuma destas relíquias?!?! Os bondes pelo menos ainda têm um representante na cidade…

andredecourt 29.04.04 12:05 …

O ônibus com pintura prateada, parte inferior em vermelho, e um pequeno friso azul eram os ônibus da Real, pintura essa antes da encampaçào do governo Brizola, quando toda frota foi pintada com as cores da CTC e destruída pela incopetência daquele governo, logo depois a encapação foi caçada por uma decisão judicial e a Real começou a refazer sua frota, por alguns anos o velho padrão foi mantido, hoje ela é amarelo e branco.
A CTC foi na época do segundo governo Chagas também azul e branca

jro 29.04.04 15:44 …

André, como sempre estas infos são um colírio para nossa memória :-) ))
Mas me esqueci de uma coisa : Tá vendo aquele anúncio da Kodak lá no canto direito da foto ?
Aquela maquininha, a “camera de bolso” tinha um apelido ?
JRO :-) )

andredecourt 29.04.04 16:44 …

Xereta !

bwanis 29.04.04 17:07 …

Não dá pra entender mesmo pq acabaram com os
bondes..
modernizando eles até que ficariam interessantes…
:)

Keila 29.04.04 18:35 …

Saiu uma nota sobre o seu flog no jornal Extra, na parte de informática, sabia? Só agora que eles descobriram como isso aqui é tão bom!… Que sucesso!
Bjs!

andredecourt 29.04.04 19:11 …

É mesmo não sabia!! Saiu hoje ??

mayrink 29.04.04 21:00 …

Esse seu Flog é sensacional!! Parabéns!

beatle 29.04.04 21:15 …

Transporte público sempre foi um problema no Rio!

analyzator 30.04.04 01:26 …

Tb vi a nota no Extra, no caderno Info Extra, na seção “Terceira Idade Plugada”. Abaixo uma transcrição do texto, caso não tenha adquirido o jornal:

“Conversar com os mais jovens e dizer como o Rio era anos atrás é sempre um prazer. Mas o papo pode ficar ainda melhor com a ajuda da Internet. O fotolog `Foi um RIO que passou” tem fotos do Rio no início do século 20 e outras das décadas de 60 e 70. A foto acima é de Copacabana em 1965.”

(a tal foto, publicada parcialmente, foi mostrada aqui no dia 17/04).

oz65 30.04.04 01:38 …

Não, André, excesso de tempo. E tudo de ruim que isso acarreta. :-(

Lembro bem, aliás MUITO BEM, desses ônibus circulando pela cidade, apesar deu ser pirralho ainda.

Abraços.

sergiomarujo 30.04.04 02:05 …

Também vi no jornal. Sensacional!!!!

analyzator 30.04.04 02:38 …

Quando aqueles azulões que a CTC carioca usava no início dos anos 80 começaram a circular? Foram eles que substituíram esses trolleys adaptados?
Aliás, por que só os ônibus da CTC tinham a porta de entrada no meio da carroceria, ao invés de na parte traseira?

lara 30.04.04 06:44 …

domingo se aproxima!!!!!!!!!!!

besitus

andredecourt 30.04.04 09:43 …

A CTC tinha diverssos tipos de ônibus mas os mais e vários marcantes como os Metropolitana dos anos 60 e 70, os Mercedes dos anos 70 , os “azulões” de carroceria bem quadrada e janelas abaixo do para-brisas, e finalmente e derradeiros ciferal padron

Leonardo 28.05.04 16:04 …

Caro André,
Permita-me fazer algumas pequenas correções. O motor utilizados nesses carros, era o 0-321 e não o 0-352. E como você já disse, ele tinha apenas 130CV.
Esses carros começaram a ser convertidos em 68 e em 71 todos já se encontravam convertidos. Eram carros italianos e foram importados 200 deles, sendo que um caiu na Baia de Guanabara no momento do desembarque. Foram fabricados em 1960 e chegaram aqui no mesmo ano. Mas só começaram a rodar em 1962, quando foi criada a CTC-GB. As primeiras linhas ligavam o centro à Z. Sul e partiam da Erasmo Braga. A primeira linha a circular, inclusive, ligava o centro ao Flamengo, num trajeto idêntico ao do primeiro bonde elétrico.
Outras modificações foram: o diametro da roda, que passou de aro 22 para 20 e, mais tarde, foi colocada uma grade envolvente em plástico injetado preto em torno dos farois dianteiros. A pintura do carro da direita é branca e não prateada.