andredecourt's Foto von 14.12.04

Hoje será entregue à população carioca o Passeio Público totalmente restaurado, sem dúvida um grande presente, depois de anos de abandono, furtos de monumentos, e total destruíção do primeiro jardim público do país.

Mas hoje na primeira página de O Globo, é mostrado o abandono da praça fronteira ao Passeio, a Praça Paris, bem mais nova que o velho jardim mandado construir pelo Vice-Rei Luís de Vasconcelos, com traços de Mestre Valentim, mas um ícone, na minha opinião máximo, de uma cidade que queria ser francesa, mentalidade esta destruída primeiramente pelos tenentistas ao rasgar o Plano Agache, e depois pela a que venceu a Segunda Guerra e transformou a cidade no meu ver para pior.

Com essa foto, dos anos 20, onde vemos o avô do amigo Felipe Corbett, tentamos refrescar a memória de nossos administradores municipais de como era bela a praça.
Esperamos que ela seja restaurada de pronto e não chegue ao estado de indigência ao qual chegou o Passeio.

Comments (27)

gabila 14.12.04 06:53 …

Que maravilha!
O passado pode sim virar presente, basta quere!!!

cfreire 14.12.04 06:56 …

Recordar é ViVer!
Feliz 3a. feira!

pmmc 14.12.04 07:08 …

Contradiçoes…

Qdo vi no “Bom dia, Brasil” na hora pensei em vc e no Tutu…

bjs

Oliveira 14.12.04 07:17 …

Não sabia que a praça Paris está abandonada!!! A última vez que estive no RJ tenho 33 anos, ela estava cercada e cuidada agora está abandonada???????? Eita Brasil!!!!!!!!!!!
Um lugar lindo e chique, Prefeitura do RJ, vamos renascer a Praça Paris.
Já imaginaram as pessoas elegantes passeando nessa praça,a muitas décadas atrás, deveria ser um esplendor.

luiz.darcy@uol.com.br 14.12.04 08:09 …

A foto n´O Globo é de dar tristeza. Os jardins da Praça Paris são (eram) um dos mais lindos do Rio. As fotos dos anos 50 e 60 bem o demonstram. E o nosso Prefeito sonha com o Guggenheim…

alvarogabriel@openlink.com.br 14.12.04 08:22 …

Pior, o nosso prefeito sonha com a Presidência da República. A Praça Paris é o símbolo da decadência das coisas do Rio de Janeiro. A cada dia estamos mais pobres ao contrário do que diz o Czar Maia que alardeia ser um administrador eficiente e ter o cofre cheio de dinheiro. Essa ditadura dos “economistas” além de encher o saco prova apenas que índices economicos são belos artifícios mentirosos mas que,no fim de tudo, a realidade pálpavel sempre vai prevalecer.

lucia 14.12.04 08:40 …

Você não me deu Bom Dia hoje!! Humpf!

Bom dia!

:)

lucia 14.12.04 08:46 …

:)

Estou saindo, não vai dar prá atualizar nada por enquanto.
Hoje está muito enrrolado!
Mais tarde a gente se fala, vou chegar lá pelas
3 horas em casa.
Bjs

Sergio Luis dos Santos 14.12.04 09:41 …

Algumas coisas me preocupam com a reinauguração do Passeio Público.
1 – Hoje cedo, indo para o trabalho, estavam removendo os pratos de alimentação e água dos gatos que lá vivem, e, conhecendo a natureza “humana”, temo que os abrigos serão removidos. Porém os gatos de lá têm tanto direito de viverem em paz como os Micos, o casal de Gavião, os Gambás, Pombos e os mais diversos tipos de pássaros e lógico, os insetos.
2 – Sem um policiamento eficiente, todo o dinheiro e trabalho vai logo para o lixo. Quanto tempo vai ficar limpo? Quantos dias as estátuas ficarão imunes? Alguém topa uma aposta para o número de dias que o Passeio Público ficará sem mendigos, desocupados e trombadinhas? E a bela e esquecida placa, agora reformada e colocada no sobre o portão? Em quantos mêses será roubada de vêz?? Hoja lavaram tudo, mas na segunda-feira, deve estar com o fedor usual de urina curtida e fezes, como é comum em muitos prédios e ruas aqui do Rio, ainda bem que fotos e filmagens ainda não têm cheiro!
Não é só a Praça Paris, se formos ver a quantidade de praças cujos chafarizes foram aterrados e viraram jardins mal explicados para quem não conhece a história, sem contar o monstrego em homenagem ao Vargas, sempre em obras, quem passa por lá todo dia pode acompanhar…

odeon 14.12.04 10:13 …

sim, está precisando de um trato, mas tem guardas municipais e as pessoas ainda o frequentam
espero que esses sinais de abandono não se transformem a área num local deagradado, como ficou durante anos
além de tristeza, é desperdício de dinheiro público. o parque foi reformado não tem muito tempo

rbpdesigner 14.12.04 12:56 …

eu até tenho uma foto mais próxima…
mas não postei no fotolog…
http://ubbibr.fotolog.net/rbpdesigner/?photo_id=7810946
eu morava perto da praça paris e nunca fui lá…
nunca me pareceu um lugar seguro….
[]s

peixynha 14.12.04 12:59 …

Pois é…o tempo passa mas parece que tudo piora.
bjx!********

Sergio Luis dos Santos 14.12.04 13:16 …

Na verdade não acho que a Praça Paris esteja abandonada. Ela está cercada, têm de fato a Guarda Municipal por lá. Pode estar é na verdade sem o brilho de seu passado. Abandonada mesmo está a outra praça, bem em frente ao Passeio Público, assim como outras praças próximas à CEDAE e Igreja da Glória ( indo na direção Centro – Flamengo )

eduardo bertoni 14.12.04 13:48 …

Gozado…na última vez que estive por lá, na apresentação de uma escultora francesa que não me lembro o nome ( coisas da idade) achei a praça muito bem cuidada. É uma pena você dizer que foi abandonada. Quem é o responsável pelo abandono?

Você está me devendo uma visita no:
http://fotolog.terra.com.br/outromundo

abração

Lefla 14.12.04 13:50 …

E o pior é que essa Praça foi toda reformada pelo Marcelo Alencar, nos idos dos anos 90.
Estava toda limpinha e conservada. Dia a dia vai se acabando.

everjoy 14.12.04 14:39 …

Esperanças de que volte a ser tao bonita como antes… abraços

angemon 14.12.04 16:24 …

oba, quero ver como ficou o passeio Público! Qto à Praça Paris, é uma lindeza, não? esta foto está linda!
Boa noite, amigoooo!

agimenez 14.12.04 17:14 …

Eu era louca pelo chafarizes coloridos da Praça Paris. Fazia meu pai passar por ali muitas vezes.

Marcelo Almirante 14.12.04 20:02 …

É bom lembrar que o todo o mundo queria ser “Paris”. Nos Estados Unidos era “charmoso” falar francês nas conversas. A capital – washington – foi projetada por um arquiteto francês. Ainda, a principal praça de Berlin também se chama Paris.E por aí vai … et Vive la France !

Lefla 14.12.04 21:38 …

A Praça Paris, caríssimo, e nós todos. Essa cidade que podia ser francesa, esse país que podia ser parlamentarista e monárquico, essa praça que podia ser um lugar de encontro, de brancos e negros que deveriam ter um plano de integração após a abolição (como queria a Princesa e o Min. Ouro Preto). Agora se falamos em frança somos pernósticos; se falamos em monarquia somos loucos; em parlamentarismo, somos elitistas; se falamos em praça, somos pessoas esquisitas; se falamos em integração de pretos á nossa sociedade branca, somos racistas, de um lado e de outro; além de anti-republicanos (a república que irmanou a todos os cidadãos…) Ah, andré, tô cansado, cara…

Lefla 14.12.04 21:42 …

Mas temos que falar em América (do Norte), e eu descobri que nao tem nada qe eu goste lá que não seja preto (inclusive o Cole Porter e a Marilyn Monroe). Preto é alma. O Estados Unidos não são um país de pretos, definitivamente. Mas há pretos fantásticos lá. E o que se tem da América é a caca do Bush e a pontinha da saia da May West, lado a lado. Vamos torcer.

lucia 14.12.04 22:24 …

O seu monitor teve um príncipio de incêndio, e o meu celular pulou do meu bolso e afogou-se numa poça d´água!!! :(
Amanhã não tem Disk Lu!!!

Boa noite!!!!

zekemie 15.12.04 00:37 …

Essa praça éra mesmo muito bela. Quando os brasileiros e os americanos do norte morrem, se forem boas pessoas, eles vão morar em Paris.

Marcelo Almirante 15.12.04 05:10 …

Mas infelizmente Paris não é a mesma. Hoje se tornou mais uma cidade histórica, de museus, do que um grande centro irradiador de cultura, como no passado. O “charme” parisiense também está em cheque, pois o que mais se vê na cidade são imigrantes africanos e asiáticos de outras culturas, que são discriminados e tratados como “gente de última categoria”. Por isso esses imigrantes se revoltam, assaltam, entre realizam outros crimes. A discriminação gera o conflito social, assim como no Rio de Janeiro. Não é a questão econômica e sim a social. Criar “guetos” gera disputas.

Sergio Luis dos Santos 15.12.04 06:52 …

Uma atualização rápida, 15/12/2004. Os gatos estavam todos lá hoje de manhã, tomando o banho matinal e o café da manhã. Melhor assim, fico mais tranqüilo em ver meus amiguinhos por lá.
Quanto à Praça Paris, estou achando que alguém do jornal citado ou estava de mau humor ou sabe-se lá qual a intenção, pois está limpa e vigiada. Conferi isso ontem indo para casa e agora de manhã, vindo para o trabalho. Para mim escreveram besteira sem conferir antes, o que é mais comum.

Lefla 15.12.04 10:52 …

De que Praça Paris o Sergio está falando? A que eu passo todo dia está com mato alto, cercada de travestis e com o chafariz desligado. As moitas esculturas estão sem poda. Os bancos quebrados.

brites 16.12.04 07:09 …

Bela foto! É bem típica da época, um bonito menino com um arbusto e o jardim ao fundo…
Acho q pensarmos q as ações do poder público q vemos vão dar certo já caminhar alguns passos na direção de um bom resultado! Qqr pq noção de física quântica consegue explicar hoje o poder da energia mental, q tal usarmos a nossa de forma construtiva? Posso nem concordar com as prioridades, com as diretrizes, com nada até… mas vou continuar querendo q tudo dê o melhor resultado possível, melhor até do q o q foi planejado, é claro! []s