foto de andredecourt em 16/03/05

Uma foto tirada pelo amigo João Batista Novello, a antiga embaixada da Argentina, na praia de Botafogo no ano de 1973.

A fachada dessa casa, que apesar de estar no imaginário carioca pelo luxo de sua construção era uma imagem rara, sendo já postadas aqui no flog várias fotos onde o renque de palmeiras aparece, ou então só os fundos da construção dá o ar da graça.

A casa como vários dos palácios da cidade foi construída pela família Guinle, e até hoje seus restos podem ser vistos pela cidade, como a sua porta no apart hotel Tiffanis em Ipanema.

Em seu lugar foi construído o edifício Argentina, sabe-se lá porque a casa não foi tombada pois em 1978 os tombamentos já eram bem comuns, embora nessa época ocorria uma verdadeira febre de demolições das velhas embaixadas na nossa cidade, onde estranhamente os gabaritos eram “flexibilizados”.

Comments (31)

jornalistabr disse em 16/03/05 08:16 …

Realmente foi uma pena esta casa ter ido a baixo, as palmeiras foram preservadas, existem ate hoje….
Abração

lefla disse em 16/03/05 08:25 …

Já contei essa coisa aqui. Os escombros da casa foram lançados naquela pequena praia que fica dentro da fortaleza de São João (não a grande, a pequetita, sem ondas. Eu e meus primos, tínhamos entre 16/18 anos e ficávamos garimpando azulejos decorados, pequenos tesouros que trocávamos. Minha tia, sempre melancólica, dizia: lá se vão os restos argentinos pelas ondas… Foi uma grande negociata portenha, com porta fechada, várias pessoas enricaram com a demolição e a venda.

A família Guinle era o bom gosto carioca. Já a porta do Tiffanys, ng merece o Hotel. A porta poderia ter tido destino mais apropriado.

Jornalista, as palmeiras não existem mais. Foram mortas por paisagistas que as cobriram com trepadeiras e fizeram apodrecer seus troncos.

Marcelo Almirante disse em 16/03/05 08:31 …

Se não me engano, vi um filme com cenas no interior e no jardim desse casarão que lembrava “Versaillles”. O filme se chamava alguma coisa como RIO AMOR …. Quem morava no casarão era um diretor de empresas e seu motorista era o protagonista do filme. Inacreditável que tenham derrubado aquela beleza.

kasersose disse em 16/03/05 08:34 …

Lembro dessa casa… é onde hoje fica o Edifício Argentina, não é? Do lado da FGV, onde trabalho.

Alvaro Gabriel disse em 16/03/05 08:52 …

Avidez pela fortuna (iates,Búzios,Vieira Souto, ministérios, namoradas globais) faz com que senhores da mais alta estirpe matem a mãe só para poder entrar no baile dos orfãos. O Rio ( e o Brasil inteiro, por que não ?) está cheio de absurdos em que a única explicação é a ganância desenfreada por orgulho e poder.

Depois vêm me falar de espírito público, amor ao Brasil, amor à população, amor ao bem público.
Quem viu o Roda Viva na segunda feira passada e não vomitou com a entrevista do Zé Ribamar tem estômago de aço

JBAN disse em 16/03/05 08:54 …

As Palmeiras foram preservadas depois de muita pressão da sociedade. A Joao Fortes (contrutora do prédio) teve que mexer no projeto para acomodar as Palmeiras. Claro que, uma a uma foram morrendo e apodrecendo. Estive lá semana passada e vi que estão plantando mudas novas. Daqui há 50 anos vamos ver os resultados… A verdade é que o prédio é um monstro, que tira a vista da praia dos prédios vizinhos e bloqueia a visão do morro atrás, aumentou o fluxo de carros na Farani, por conta do estacionamento e está completamente fora do Gabarito da praia, assim como o prédio da FGV, da Coca-Cola, e outro no final da praia…

Eu adorava aquela casa da embaixada. Por isso tirei aquela foto.

Joao Novello

JBAN disse em 16/03/05 08:57 …

Por falar em excrescência, o que é aquele Centro Empresarial Mourisco , no final da Praia de Botafogo, onde ficava o Clube Botafogo ???

Lefla disse em 16/03/05 09:01 …

A Praia de Botafogo é toda, sem quase nenhuma exceção, uma excrecência arquitetônica.

andredecourt disse em 16/03/05 09:03 …

Esse é o famoso Ferrero Rochê, sem dúvida um dos prédios mais feios do Rio

gerard_3 disse em 16/03/05 09:23 …

Eu sabia disto pq a minha mãe morou no Tiffani`s e por achar a porta linda acabei perguntando…

Que calor é esse André,falei pra Bê fugir do trabalho e vir pra cá ficar de molho …

:p
Bjócas refrescantes!
De

JBAN disse em 16/03/05 09:36 …

Reparem na carrocinha do Geneal à direita da foto…

joaninha21 disse em 16/03/05 09:42 …

cara q maneira as suas fotos!hehe sou fa d seu flog!hehe bjos!

luiz.darcy@uol.com.br disse em 16/03/05 09:44 …

8000 metros quadrados a área deste terreno.
Os palácios dos Guinle mereceria uma série. Impressionante a riqueza desta família em determinada época.
http://ludaol.multiply.com/

luiz.darcy@uol.com.br disse em 16/03/05 09:44 …

Mereceriam…

mapas disse em 16/03/05 09:47 …

Boa lembrança, André. Um dia, faz quase um ano, você adoçou os lábios dos leitores aventando a publicação de fotos do Lazário, lembra-se? Pois é, quando quiser…
Abração,
Celso
http://fotolog.terra.com.br/mapas

bandman disse em 16/03/05 09:55 …

Beautiful mansion. I`ve learend that you don;t have to do good deeds to live in a mansion — just profitable deeds!

jro disse em 16/03/05 10:26 …

Esses Guinles eram super discretos, né…?

Jro :-) ))))))))))))))))

tumminelli disse em 16/03/05 10:46 …

Eu não me lembro dessa casa! taí…

Vou ver se ainda acho algum resquicio dela lá no Forte, os entulhos, pelo que entendi, foram jogados literalemnte aos pés do avô da Monica, que mora lá.

:-) )

Waldenir disse em 16/03/05 11:12 …

Ainda ha restos da demolicao numa praia?Da para entrar la?E quanto `a porta,se eu nao estiver errado, eh um exemplar estilo Imperio, toda trabalhada, num apart-hotel logo depois da Praca General Osorio.Certo?

Lefla disse em 16/03/05 12:20 …

Roberto e Waldenir,

Esclareço: eram entulhos, restos de demolição, pedras, tijolos, azulejos quebrados. Hoje não deve ter mais nada. Falei que isso foi quando eu tinha 18 anos. Vcs querem que eu diga quanto tempo faz isso???? NÃO DIREI !!!!

Waldenir disse em 16/03/05 13:46 …

Bom, o atual Ed.Argentina foi construido em 1978…como eh um predio relativamente grande,vamos supor dois anos de construcao,pois havia de se cavar, assentar fundacoes,etc.,sem contar todo o acabamento posterior.Naturalmente, a obra deve ter comecado apos a demolicao da casa original.Assim, provavelmente,o entulho foi jogado na praia por volta de 1976/77,ou seja,meros 28 ou 29 anos atras…se ele tinha 18 anos na epoca, da para se ter uma ideia.

lucia disse em 16/03/05 14:08 …

Que lindo aquela fila indiana de palmeiras!

** Já tem 1 sofá de 3 lugares na sala! :)
Até o final da semana chega o outro… hehehe
Quero falar com você depois sobre business.

tumminelli disse em 16/03/05 14:09 …

Lefla,

eu sei… tava só brincando. Deve estar tudo debaixo de toneladas de areia.

mas qt tempo faz isso? :-) )))))))))))))))))))

gerard_3 disse em 16/03/05 14:12 …

Tadinho de vc…ninguém merece!!!

Bjócas!
De

Lefla disse em 16/03/05 14:15 …

Esse negócio de ficar fazendo conta, sabe… que saco! :) )))

Lefla disse em 16/03/05 14:16 …

Roberto,

Toneladas de areia é sacanagem. Não sou nenhuma múmia egípcia, vamos dizer alguns metros de areia, pronto…

andredecourt disse em 16/03/05 14:20 …

Metros de areia, gente???!!?? Centímetros de areia, afinal ali a baia ainda não entrou no processo de assoreamento galopante que vem atingindo várias regiões

Rafael Netto disse em 16/03/05 16:01 …

Nessa época eu era bem pequeno, mas me lembro de 2 casarões que havia na Voluntários que foram demolidos na mesma época (o 138 e o da esquina da D.Mariana). Os demais espigões da Praia de Botafogo também parecem ser contemporâneos do Ed.Argentina, provando que correu uma certa “febre de demolições” na época. Recentemente aconteceu algo parecido pouco antes da decretação da APAC, será que na época também não houve algum decreto parecido?

tumminelli disse em 16/03/05 19:44 …

Bem quem pode dizer se teve mudança nas praias ali do forte é o avo da monica, pois mora lá há mais de 50 anos e conhece o mar como ninguem. O cara era mestre arrais do exercito.

:-) )

Lefla disse em 17/03/05 07:56 …

O avô da Mônica tem fotolog???

:) )))

sandrafigueiredo disse em 19/03/05 07:17 …

Pelo menos as palmeiras foram conservadas… certo?