andredecourt's Foto von 03.06.05

A piscina foi inaugurada em 1935, vemos aí a sua festa de inauguração, por usar água salgada, ela foi utilizada inúmeras vezes para a quebra de recordes, por causa de sua elevada flutuabilidade e densidade, numa época de regulamentos ainda bem dilatados.

Nessa foto podemos ver uma praia de Botafogo e morro da Viúva completamente diversos de hoje, a esquerda da torre de saltos podemos ver em boa resolução o renque de palmeiras da antiga embaixada Argentina.

O único prédio de apartamentos que aparece é o Pimentel Duarte, demolido nos anos 80 para a construção do edifício CAEMI.

Comments (13)

rbpdesigner 03.06.05 09:18 …

tinha gente “paburro”, hein?
bacana o post!
[]s

jro 03.06.05 09:38 …

Seja lá o que for um renque, eu não o vejo, e muito menos as palmeiras argentinas.

Bem que eu havia falado da água…

Jro :-) )))

Rafael Netto 03.06.05 09:53 …

Não imaginava que a torre de saltos tivesse a mesma idade da piscina! Mas lembro que a placa da inauguração está afixada na base da torre.

Nessa foto tem-se a impressão que as bordas eram diferentes, não tinham as calhas… ou então a piscina era mais cheia, o que é possível, já que era água do mar. Também parece que o fundo era escuro, talvez seja o ângulo da foto, mas não se percebe a silhueta do poço.

Você sabe quando a piscina deixou de ter água salgada?

Ainda existe no fundo da piscina, junto do “poço”, a canaleta por onde a água entrava e saía. Aliás, outra das histórias da minha avó conta diz que uma vez entrou um peixe, um “tubarão” por ali.

Os recordes mundiais batidos lá (três, eu acho) estão imortalizados em placas de bronze na parede da sede nova, junto da piscina. Mas acho que são mais recentes, da época que não era mais água salgada. Junto tem uma placa no mesmo padrão em homenagem à Maria Lenk que era nadadora do clube e participou dos Jogos de 1936 (mas não bateu recorde na piscina).

andredecourt 03.06.05 09:55 …

Rafael suas perguntas serão respondidas em breve !

AG 03.06.05 11:20 …

Volta e meia, vira e mexe, vemos uma foto antiga da Praia de Botafogo e ela, a igrejinha (Imaculada Conceição ? ) domina a paisagem; é um ponto de atração visual permanente. É uma jóia de construção. Deve despertar grande orgulho nos católicos.

Quanto à piscina de água salgada, confesso, me dá um pouco de angústia. Acho que água salgada é para estar em movimento; ficou parada vira “mar morto”.
Imagino que nessa época aí a instituição “piscina” devia ser o que foi o tobogã
quando chegou ao Rio; meio engraçado, meio estranho, meio assustador.
Achei engraçado tanta gente em volta da piscina e ninguém dentro dela.

André, como documento da história do Rio essa série do Guanabara foi precisosíssimo.
Parabéns.

Waldenir 03.06.05 12:06 …

Hoje a piscina ja nao deve estar mais nem perto do mar,nao eh mesmo? Vou tentar prestar mais atencao da proxima vez que passar por la.

Rafael Netto 03.06.05 12:41 …

A piscina deve estar a uns 200m do mar… olhando no mesmo ângulo da foto, para além da piscina tem a entrada e o estacionamento do clube, o começo das pistas da Praia de Botafogo, e o restante do terreno do Guanabara onde ficam os barcos.

Rafael Netto 03.06.05 12:42 …

Aliás, hoje em dia deve dar pra tirar uma foto neste mesmo exato ângulo… se eu ainda frequentasse o clube com certeza faria isso.

tumminelli 03.06.05 13:18 …

VSa. esqueceu de dizer que as raias eram dividas com fitas de filó!

:-) )))))))))))))))))

Agora sem zoação… essa piscina tinha troca de água constate? Ou era mar morto como falou nosso misterioso amigo Sr AG. :P

andredecourt 03.06.05 13:39 …

não tenho a mínima idéia do sistema de renovação, mas certamente deveria ser constante, talvez só com alguma filtragem com filtro de areia

jban 03.06.05 14:48 …

provavelmente por bombeamento se renovava a água da piscina

constant_ 03.06.05 17:57 …

Cara, a minha irmã que fazia natação comentou da água salgada numa competição. E se eu não disser que ela é nova, apanho!

faberpaganoto 04.06.05 09:40 …

fascinante!