andredecourt's photo from 10/17/05

Nessa foto podemos ver o início da verticalização da Av. Rio Branco, que foi a construção do edifício Guinle na esquina com a rua Sete de Setembro.

Se repararmos bem podemos ver que o edifício ainda não está concluído, faltam algumas janelas e há nos primeiros andares uma estrutura tipo tapume, ou algo do gênero, nos dando para essa foto uma data proxima ao final de 1928, início de 1929.

O Guinle além de ter sido o primeiro prédio da Rio Branco, também foi o primeiro a contar com uma galeria comercial acoplada a sua portaria, embora elas já existiam como a Galeria Cruzeiro, mas a entrada do hotel Avenida se dava por porta independente.

Aliás essa foto possivelmente foi tirada do Hotel Avenida, e no meio das contruções da avenida vemos a cúpula do jornal O Paiz, que desapareceria pouco mais de um ano de tirada essa foto !

Foto: Botelho

Encaminhada pelo João Novello

Comments (19)

claiphotos 10/17/05 8:44 AM …

Fotos históricas! Curti seu flog!
Se puder depois passa pelo meu!
Adicionadasso!
Abraços!
Clai

luiz_d 10/17/05 9:26 AM …

Os toldos nas lojas eram um charme.
E como tudo poderia ter sido preservado, como um Centro Histórico.
E nada como fuçar no e-bay
http://fotolog.terra.com.br/luizd

Waldenir 10/17/05 9:39 AM …

E a casa comercial quase no meio da foto,bem na esquina da rua da Assembléia,ainda existe,pelo menos em parte,hoje seria a Vitor Hugo.O melhor é que os trabalhos de serralheria no topo ainda estão lá.

Rafael Netto 10/17/05 9:46 AM …

O Ed. Guinle devia ser moderníssimo para a época, basta comparar com os prédios da Cinelândia e aqueles de São Paulo, que foram feitos no mesmo período e têm um estilo arquitetônico muito mais “antigo”.

Tem umas cúpulas bastante altas após o Guinle, que prédios eram aqueles?

E aquele teto ao longe, à direita do Guinle, seria o CCBB?

andredecourt 10/17/05 9:49 AM …

A primeira cúpula após o prédio era do Jornal do Commercio a segunda da “Casa Colombo”, no outro lado da rua a torre do Jornal do Brasil

jban 10/17/05 10:23 AM …

Fuçar no e-bay pode ser bastante recompensador !!!

photomechanica 10/17/05 11:27 AM …

Será que o João achou algum Zeppelin no E-bay??

:-) ))

photomechanica 10/17/05 11:35 AM …

Sim. Escaneie e mande.
:-) )

Rafael Netto 10/17/05 11:53 AM …

Não duvido que na época deve ter tido gente que protestou contra essa “aberração” e a demolição do cinematographo que ali havia….

O Ed. A Noite não é dessa época também?

andredecourt 10/17/05 12:01 PM …

É um pouquinho posterior Rafael, mas são contemporâneos, o Guinle começou e terminou mais cedo

jban 10/17/05 1:29 PM …

Existem alguns !!!…:-))

eduardo bertoni 10/17/05 3:59 PM …

Aí começou o enfeiamento da Av Central.
Alguém deve ter levado uma grana para permitir a construção deste espigão no meio de predios tão lindos…mais ou menos o que ocorreu ao liberarem o gabarito na Av. Atlântica.

Bertoni
http://www.fotolog.terra.com.br/outromundo

prfragoso 10/17/05 4:34 PM …

A quantidade de toldos ao longo da Avenida também me chamou à atenção, Luiz, Mas, cá pra nós, não achei charmoso, não…Rss.
Mal comparando, tem a aparência do camelódromo da Uruguaiana.
Agora, devido à sombra que fornecia devia ser muito útil.
O que significa “E-bay” ?
Fragoso.

ngrille2 10/17/05 5:26 PM …

Bela recordação.
Bons tempos aqueles…que paz !!
Abraços
Norma

Marcelo Almirante 10/17/05 9:10 PM …

Não creio que seja coincidência o fato da cidade ter se esculhambado e ter se aproximado do “eixo americano” com o Golpe de Estado de Vargas em 1930. A partir daí foi mais destruição, inclsuive o sistema de bondes que começou a ser abandonado até ser totalmente desativado em 1968, só restando as linhas de Sancta Thereza.

funerariacars 10/18/05 12:54 AM …

Muito bom o fotolog, ta ad!!!

tc2 10/18/05 4:52 AM …

Excelente!

Fco Patricio 10/31/05 8:11 PM …

Além da cupula do Jornal “O Paiz” observa-se, ainda do lado esquerdo da imagem a torre do Jornal do Brasil ( demolido na decada de 60) que foi durante 20 anos a construção mais alta da Cidade.As construções deste lado da avenida eram mais valorizadas. A primeira cupula que surge após o edificio Guinle éra a sede do Jornal do Comercio na esquina com a Rua do Ouvidor.