foto de andredecourt en 11/03/06

Gráfico do sistema de bondes da região da Garagem do Largo do Machado.

Certamernte 90% dos trilhos aqui mostrados jazem sepultados de baixo do asfalto !

Comments (16)

betotumminelli 11/03/06 11:26 …

Ali na Rua da Gloria quase esquina com Candido Mendes, os trilhos continuam intactos de baixo do asfalto. Como sei? Simplesmente muito simples… passei por ali durante uma obra, o cara metia a britadeira no asfalto que ia saindo e o rrilho aparecendo…

:-) )

Ja denunciei tb o flogão do cretino desde ontem

rodperez 11/03/06 11:39 …

será que um dia os bondes voltam?

luiz_d 11/03/06 12:01 …

Os trilhos sepultados são o testemunho da insensibilidade e visão estreita de nossos governantes!

jplages 11/03/06 12:40 …

Vou fazer a mesma pergunta… será que um dia os bondes voltam ????

Rafael Netto 11/03/06 14:11 …

Os trilhos sepultados são uma das coisas que faz a pavimentação das ruas ficar em estado tão lastimável.

Uma coisa que eu acho impressionante nos bondes – e que ainda acontece em Santa Teresa – é que as mudanças de vias são manuais, o motorneiro tem que descer e puxar a agulha com uma vara de metal. Nem imagino a loucura que devia ser nos anos 50, no meio de um trânsito já grande de automóveis e de outros bondes.

http://fotolog.terra.com.br/rafael_netto

Rafael Netto 11/03/06 16:34 …

Percebe-se que o Beco (atual Rua) do Pinheiro era mais um acesso à garagem do que outra coisa. Estive lá agora e reparei que do lado da Machado de Assis ainda existe um pedaço do muro original (bem maltratado), porém ao longo da Rua do Pinheiro o muro é diferente, e não existe calçada ao longo dele. Originalmente devia ser tudo aberto.

O terreno remanescente da Garagem de Bondes hoje é usado pela Rio Trilhos, e a Casa de Máquinas é sede do Instituto dos Arquitetos do Brasil. Acho que um bom pedaço do antigo terreno foi tomado para construir aquela rua ao redor do Ed. São Luiz.

Marcelo Almirante 11/03/06 18:07 …

Sempre escrevo e reescrevo que a cidade já teve uma das melhores e mais extensas redes de bonde do planeta … Patrimônio que foi paulatinamente abandonado a partir dos anos 30, logo quando a cidade mais crescia …

edubt 11/03/06 19:45 …

Queria saber o que a /lorena_bastos ai em cima comentou? Juro que li e reli o impressionante recado dela e não achei nada!

:-) )))

Rafael Netto 12/03/06 8:39 …

Eu acho que a extinção dos bondes foi um fenômeno mundial… mesmo na Europa eles hoje em dia só correm em lugares específicos/turísticos. Nos EUA foram destruídos de forma criminosa, e o Brasil como sempre seguiu o exemplo.

http://fotolog.terra.com.br/rafael_netto

Marcelo Almirante 12/03/06 19:30 …

Rafael Netto,

As grandes cidades da Europa que se deram ao luxo de substituírem os bondes, já possuíam uma extensa rede de metrô, como Londres, Paris e Madrid. Na maioria dos demais países, como Alemanha, Suiça, Holanda, Áustria, as redes foram mantidas, inclusive nos países do Leste.

Não é verdade que os bondes na europa corram somente em linhas turísticas, pelo contrário, circulam nos corredores de maior demanda …

No Rio de Janeiro foram abandonados pela simples falta de planejamento urbano ! O que o Rio de Janeiro do pós-guerra é EXPERT !

jban 12/03/06 19:48 …

André,

Excelente registro !! Gostei disso.

Rafael Netto 12/03/06 20:19 …

Almirante, eu não discuto, pois sei que essa é a sua especialidade.

Mas o que aconteceu no Rio – e no Brasil como um todo – no pós-guerra foi, entre outras coisas, imitação do crime cometido nos EUA. E em imitar os EUA, só nas coisas ruins, o Brasil também é expert…

Marcelo Almirante 12/03/06 20:46 …

Rafael,

Nesse caso sim, claro !

Ficamos na dúvida em saber se foi imitação ou imposição dos Estados Unidos.

Pois os ditos “americanos” eram os proprietários das montadores de veículos no país !

Pagamos até hoje por essa série de vícios, corrupção política, abandono e falta de planejamento urbano adequado …