andredecourt's Foto von 18.04.06

A foto de hoje por sí responde a charada de ontem.

Quem respondeu que o prédio postado ontem era o da velha faculdade de direito do Catete acertou.

Na foto de hoje vemos a flagrante decadência do local, causada por dois fatores. O primeiro as obras do metrô, que ainda estavam sendo feitas, reparem nos corrimões de madeira que aparecem na base da foto; e o segundo a saída da instituição em 1976 para o campus do Maracanã.

A faculdade de direito da antiga UDF saiu de sua sede provisória no prédio da ACM (já demolido) em 1943, quando as obras de reforma do prédio adquirido em 1942 da Universidade do Brasil ficaram prontas, e lá permaneceu até 1976. Mas a tradição desse prédio em abrigar cursos de direito vem de antes, pois a faculdade de direito da Universidade do Brasil, atual UFRJ funcionou nesse mesmo prédio até se mudar para o velho Senado Federal no largo do Caco.

A foto mostra o prédio já sentindo o abandono e a posterior ruína que o caracterizou desde a saída da unidade de ensino de suas instalações, das paredes bem cuidadas da outra foto vemos nessa as manchas e o mofo, janelas estão escancaradas e algumas já quebradas.

A presença da UNE por muitos anos, desde a reabertura política, ajudou a acelerar a deterioração do prédio, pois houve um uso bastante intenso sem a mínima manutenção.

Ha poucos meses em pesquisas nos arquivos municipais foi achada uma planta que mostrava como era a fachada original do imóvel no início do sec XX, como ele está em restauração para abrigar o Centro de Cidadania Barbosa Lima Sobrinho direcionado a eventos na área de direito esperamos que ela seja replicada na “nova” fachada, ajudando a compor o conjunto eclético da rua do Catete.

É esperar que as obras fiquem prontas, embora a UERJ passe por enorme crise financeira causada pela incúria de um governo populista e leviano praticado pelo casal governador.

Comments (24)

lucia 18.04.06 09:18 …

Buenas!

Nunca ia acertar.

:P

Rafael Netto 18.04.06 09:21 …

Ah!! Acertei!! Acertei!!!

O General Miranda devia se orgulhar da minha pontaria…

É uma pena o que o Metrô fez na rua do Catete e também na Uruguaiana e na Fernandes Guimarães. Deviam ser lugares bem agradáveis. Que falta as árvores fazem!!!! Será que não seria possível replantá-las??

PS: Na Uruguaiana isso já foi feito. Mas vão ser preciso ainda algumas décadas até a arborização crescer o suficiente…

http://fotolog.terra.com.br/rafael_netto

bemaia 18.04.06 09:22 …

Passei uns 10 anos passando na frente deste ´r[edio todos os dias!
Beijos!

portovelho 18.04.06 09:58 …

Belissimas fotos.

portovelho 18.04.06 09:59 …

Já add.

Lefla 18.04.06 10:01 …

Defequei solenemente para esse prédio. Acho ele horrível, deveria ser transformado num shopping de artezanato, que tal? A Garotinha poderia vender chuviscos enquanto o Garotinho poderia vender bíblias, daquelas de capa com zíper, para vc levar o tempo todo contigo. É importante ter uma. Toda pessoa malvada no mundo carregava um livro santo nas mãos.

eduardo bertoni 18.04.06 10:16 …

Quanta História foi escrita dentro destas paredes…

luiz_d 18.04.06 10:30 …

O Lefla tá que tá!

jban 18.04.06 10:56 …

Que falta fazem algumas árvores.

O Metrô também detonou a Rua Muniz Barreto. De uma rua curta, tranqüila e arborizada, se transformou em um corredor de passagem …

apinnola 18.04.06 11:09 …

“incúria de um governo populista e leviano” foi o melhor eufemismo que eu já vi para tratar a dupla de canalhas, escroques, ignorantes e desprezíveis que (des)governa o Estado do Rio…

Derani 18.04.06 11:31 …

Bertoni tá certo.. quanta história dentro dessas paredes… muita gente importante estudou aí.

Rafael Netto 18.04.06 12:28 …

E o Molequinho é a “única esperança” do Rio contra a “paulistocracia”….

http://fotolog.terra.com.br/rafael_netto

Rafael Netto 18.04.06 12:29 …

Eu conheci a Fernandes Guimarães antes do Metrô… Era uma ruazinha simpática como suas paralelas Rodrigo de Brito e Oliveira Fausto. Hoje é um deserto que lembra aquela região semi-industrial de São Cristóvão.

andredecourt 18.04.06 13:13 …

Esperança do Rio….qualé Rafael..esse cara representa o atraso do norte fluminense…dos coronéis da cana de açucar e da política suja

edubt 18.04.06 13:14 …

Se botaram o Monroe abaixo, pq não essa coisa. To com o lefla e não abro!

esanchez 18.04.06 14:10 …

Esse fotolog é uma overdose de informações sobre a história do Rio! Temos que digerir devagar… senão: indigestão cultural!

Rafael Netto 18.04.06 14:46 …

Esqueci o PI naquela frase ali em cima…. achei que as aspas eram suficientes…

O negócio é que o Brasil vive numa “paulistocracia” há muito tempo (aliás a impressão que eu tenho é que finalmente SP conseguiu a vitória que buscavam em 1932 e hoje em dia o restante do Brasil é na verdade uma colônia de São Paulo).
O “enviado de Deus” (PI! PI!) é o único candidato de peso (PI! PI!) que poderia contrapor-se a isso (PI! PI! PI! PI!)

Solange Passos 18.04.06 18:53 …

Se o pivetinho for eleito presidente eu peço asilo político no Iraque.

Solange Passos 18.04.06 19:00 …

Sou totalmente contra que se derrube qualquer prédio antigo no Rio. Há dinheiro suficiente para restaurar e transformar esse prédio numa escola técnica, por exemplo, por que não ?
Eu sempre digo que se o Coliseu fosse aqui, nossa sanha destruidora já teria mandando ele pro espaço há muito tempo.

FlavioM 18.04.06 19:13 …

Triste Brasil. Temos que escolher entre os coronéis da cana de açucar e da política suja ou os marechais dos bancos e da política suja ou os soldados do torno e da política suja. Ou o Enéas sem barba, mas com política suja…

http://www.flaviorio.globolog.com.br

FlavioM 18.04.06 19:15 …

Corrigindo: “escolher” é força de expressão – “alea jacta est”

luiz_d 18.04.06 19:33 …

Alguém conhece um político que preste para ser candidato a Presidente do Brasil ou Governador do Rio?

Jorge Silva 21.04.06 21:17 …

Sim… Simmm Andre…..

antonio.de.castilho@terra.com.br 22.04.06 02:25 …

Quando a política for uma coisa séria; e não um simples e irresponsável produto da mídia, talvez então, teremos governos com mais apreço pelo nosso patrimônio histórico. O resultado da incompetência de nossos políticos está retratado nesse prédio – uma ruína entregue aos ratos e às baratas