foto de andredecourt em 07/05/06

 

andredecourt's photo from 5/7/06

A charada é morta….

Domingo o amigo Luiz D’arcy colocou uma foto da coleção do amigo Francisco Patrício, onde a via mostrada é nomeada como Av. Marginal ( http://fotolog.terra.com.br/luizd:338 ).

Vários palpites foram dados, vindo eles da região portuária até o Botafogo, passando pela praia da Lapa.

O amigo Flávio Sertã de Mendonça em seu blog ( http://www.flaviorio.globolog.com.br ) chegou muito perto…realmente é a praia de Botafogo, mas a casa mostrada não é “Palácio da Rainha”, casa construída por D. Carlota Joaquina, para sua residência longe do infecto centro velho da cidade. A casa ficava na esquina do Caminho Novo de Botafogo, hoje rua Marquês de Abrantes com a praia de Botafogo.

Mas as casas ficam bem depois, arrisco dizer que a casa em primeiro plano da foto do Luiz fica um pouco antes da esquina da Marques de Olinda e as grades sejam da própria igreja da Imaculada Conceição, na nossa foto vemos um pedaço da torre e logo após as duas casas que se destacam na foto do Luiz.

Logo a seguir temos o conjunto edificado da praia, que não está muito nítido por causa do ângulo da foto, mas a última construção que aparece aqui é o grande palacete já em estilo eclético, demolido nos anos 50 e onde foi o cine Coral e hoje e o novíssimo Unibanco Artplex, e que nos dá a total certeza, pois na foto do Luiz ela se destaca no horizonte junto a massa de construções.

Atestando o exato lugar ao lado vemos o prédio do antigo colégio Andrews, hoje ocupado pelo colégio PH.

No extremo direito ainda vemos algumas das palmeiras imperias do renque da velha embaixada da Argentina

Fotos: Fragmentos de postal da coleção do Sr. Carlos Cattoi

Comments (16)

toty maya 5/7/06 11:41 PM …

Incrível ,nao fui dormir esperando a postagem.
Agora durmo tranquila.
Como era linda a cidade nessa época.

prfragoso 5/8/06 1:01 AM …

Você é um “retado”, André, matou a cobra e mostrou o pau (no bom sentido, é claro); não há o que contestar, as casas que aparecem na foto do Luiz_d são as mesmas que aqui vemos, ao lado da Igreja.

matagao 5/8/06 1:47 AM …

Linda imagem!…
um abraço.

luiz_d 5/8/06 5:53 AM …

GRANDE ANDRÉ,

matou a charada em grande estilo (embora o Flavio e eu tivéssemos a impressão de que era mesmo a Praia de Botafogo mas não pudéssemos provar com a exatidão com a qual você fez).

A região era linda, mesmo.

Vou lá colocar o “link”.

Wagner Bahia 5/8/06 7:05 AM …

Bom saber que possuímos verdadeiras enciclopédias “vivas” sobre o Rio de Janeiro. Venho sempre aqui beber desta fonte…

jban 5/8/06 8:50 AM …

Exterminaram o ofídio e mostraram a borduna, como diria o velho Pintáfona.

Interessante ver a amurada da Praia de Botafogo à esquerda e o ainda incipiente corte entre o Morro Novo Mundo e Morro Azul que faria a ligação entre Botafogo e Laranjeiras, por trás da Igreja.

elena__ 5/8/06 9:26 AM …

Bom flog!

Muito bem.

ciau

Ana Lucia 5/8/06 10:00 AM …

Matou a charada e comprovou com excelentes fotos! Com certeza é esse local. Fui traída pelo nome “Avenida Marginal”, que é a via de serviços do Porto e, ainda por cima, combina muitíssimo com o clima da região.
Mas confesso que fiquei desconfiada das construções que naõ combinavam em absoluto com a região do Porto.

Celso Serqueira 5/8/06 11:56 AM …

André, elogiar o seu talento e conhecimento é chover no molhado. Quem sabe, sabe!

Brilhantemente identificado o lugar, resta a grande questão ainda não esclarecida, que devolvo ao Luiz: onde é que esta avenida consta como “Marginal”, que não encontrei esta referência em nenhum livro, site ou mapa da época?

edubt 5/8/06 12:19 PM …

Que charada foi essa? Fim de semana fiqui longe o comp.

:-) )

francisco patricio 5/8/06 12:39 PM …

O local da foto, que enviei para o “cultissimo” Dr. D’ é um trecho de Botafogo – este mesmo trecho que está nesta fantástica imagem. O titulo de “Marginal” faz parte da lógica Lusitana que afirma que qualquer avenida na orla é chamada de “Marginal”. È claro que com esse titulo ninguem aqui iria desvendar o dito local. Acrescento ainda que nem todos os portugueses têm a sapiência do AG – a grande maioria (entre os quais me incluo) está em um patamar cultural um pouco (?) inferior.
Abraço aos bons amigos daqui.
Fco. Patricio

photomechanica 5/8/06 4:38 PM …

André, vc não existe!!

Logo, vc é o AG…

:-) )))

AG 5/8/06 4:49 PM …

Andresíssima e sapientíssima figura,
como eu disse lá (onde foi mesmo ?) esse “quiz” do Celso era “briga para cachorro grande”.
Minha incapacidade de diferenciar uma foto antiga da Praça Saenz Peña com outra Largo do Bicão é sobejamente conhecida.

Mas nessa, você acertou no milhar; só não ganhou quinhentos contos porque a banca da casa estourou.

Ao meu nobre e amável patrício Patrício quero dizer que suas elogiosas palavras me enchem de vergonha. Só quem me conhece, nem precisa ser bem, sabe das minhas limitações culturais. Se por alguns intantes engano com um verniz tênue de conhecimento, devo a coleção de Seleções que meu velho pai deixou e que, junto com a vergonha, foi sua herança maior.

Agora, cá pra nós, o cidadão do meio (no post do Celso) eu não sei. Mas o da direita é do Alentejo e o da esquerda do Algarve.
:-) ))))

acacion 5/8/06 5:44 PM …

Meus parabéns!

renata_luppi 5/10/06 11:23 AM …

Ainda digo mais… lá tras vemos o morro sendo cortado para dar espaço à Rua Pinheiro Machado.
E a Torre da Igreja é um ponto X na foto.

PArabens

Honorio Vargas 5/14/06 6:58 PM …

Quem foi aluno do Colégio Militar do Rio de Janeiro (1963-1969), morava no Leblon, e pegava o 438, passava todo dia por aí.