andredecourt's photo de 10/05/06

Hoje temos um post duplo com o amigo Luiz D’Arcy

Ele posta em seu flog uma foto do velho hotel Avenida ( http://fotolog.terra.com.br/luizd:341  ), um dos marcos da velha avenida Central.

O velho hotel, bem como a galeria eram de propriedade da Light, que além de abrigar um sofisticado hotel, para o início do sec XX, tinha em sua galeria no térreo, lojas, notadamente bares e restaurantes emblemáticos para época.

Os dois corredores da galeria eram perpendiculares e se cruzavam em um pequeno pátio central, sendo então por esse formato nomeada pelo povo de galeria Cruzeiro, suas saídas davam na Avenida, no Largo da Carioca, na rua de São José e na rua de Santo Antônio, hoje Bettencourt da Silva.

Até a construção do tabuleiro da baiana, no fundo do largo da Carioca, nos anos 40, era na galeria, na realidade na sua parte frontal virada para a Av. Rio branco, que os bondes vindo da zona Sul tinham o seu “termminus”, havendo para isso uma “terrasse” de estrutura metálica, embaixo abrigando os passageiros e em cima servido de varanda para as mesas e cadeiras do Bar da Brahma. No encontro dos dois corredores havia uma pequena fonte.

Nossa foto porém é de várias décadas após sua construção, praticamente 50 anos, o sofisticado prédio de outrora, na visão brasileira do final dos anos 50, que tudo demolia, sem se dar conta do valor histórico, arquitetônico e mesmo afetivo, era uma velha e anacrônica construção num dos endereços mais nobres ($$$$) do Centro.

A construção ainda tem charme, mas podemos ver que do glamour dos bons tempos da “belle epoque” pouca coisa sobra, a pequena fonte no centro do pátio foi substituída por um dos velhos postes das calçadas da Av Central, com globos nos lugares dos combustores de gás, há também um curioso quiosque metálico (que aparece parcialmente) e uma caixa de correio, do modelo antigo (não aparecendo na foto), do teto pendem luminárias padrão da Light.

Mas são as duas lojas nas quais podemos ler os letreiros que aguçaremos as reminiscências de muitos, logo em primeiro plano vemos com destaque o letreiro da “Leitaria Mineira”, estabelecimento que por muitos anos funcionou dentro da galeria e que com sua demolição se mudou para um sobrado na rua de São José, de fronte ao Buraco do Lume, com a demolição deste sobrado no início dos anos 80, a leiteria atende hoje na rua da Ajuda, no térreo do moderno edifício Barão de Jaguary servindo uma fiel clientela, com seus pratos “sem sustos” e ainda oferecendo café da manhã e chá da tarde.

Mais para frente do mesmo lado tinhamos a “Laranjada Brasil” uma das pioneiras casas de sucos da cidade, onde seu carro chefe, como podemos ver pelo nome era a suco da laranja, hoje na Rua Buenos Aires, atraindo uma file clientela.

Tanto o hotel como a galeria foram demolidos em 1957, para dar lugar ao gigantesco edifício Avenida Central, o primeiro em estrutura metálica da cidade, e em seu tempo o prédio com mais tecnologia da Guanabara e do Brasil. Nos últimos anos o Av Central entrou em decadência na sua parte de escritórios e nas suas galeiras uma grande mudança de foco. Parece que hoje a atual administração ( já houveram até assassinatos envolvendo síndicos do edifício) vem paulatinamente revertendo essa situação.

Amanhã postarei uma foto detalhada do encontro dos dois corredores da galeria.

Comments (46)

Evelyn 10/05/06 08:11 …

Muito legal essa foto!
No lugar dessa fonte hoje seria a calçada mesmo ou algo ‘dentro” do terreo do edificio?

andredecourt 10/05/06 08:14 …

Evelyn, chutaria que o centro da velha galeria estava onde hoje estão os elevadores do Av. Central

Evelyn 10/05/06 08:20 …

estamos online em tempo real….rs
Entao vamos la: vc poderia falar algo sobre a Cocheira Imperial Situada na Gomes Freire? Passei por la sabado, q pena aquele abandono…quem usava , era para nobres? e hj a quem pertence?
Mais uma duvida por favor: Esse edificio Lafond ( ou seria Lafont?)citado por professores, arquitetos e os antigos como famoso e situado na esquina de Av Rio Branco com Santa luzia, foi demolido?Procurei por ele, perguntei aos porteiros mais idosos do pedaço…ninguem sabe, ninguem viu…e a fama seria por ele ter sido o primeiro edificio de residencias da propria Av Rio Branco ou do Rio em geral?
Obrigada! abs

Evelyn 10/05/06 08:21 …

Andre e Rafael Netto

Eu TAMBEM fui do Princesa!!!

luiz_d 10/05/06 08:22 …

Gostei demais da foto. Nunca tinha visto uma foto deste ângulo.

Excelente!

Evelyn 10/05/06 08:30 …

Ao sr JBAN:
Quer dizer que a sua pessoa ontem se manifestou nesse espaço exatamente `nos horarios de:
1)09:28
2)novamente Às 09:28
3)14:27
4)14:28

E nem por isso se leu..”.socorro…esse tal de JBAN nao ninguem merece…”
E agora? o q o senhor vai dizer?
acho q talvez precise de um bom advogado…data venia…
um bom dia p/ vc…)))

Evelyn 10/05/06 08:34 …

Andre
Apos a leiteria tem uma placa seria ai a loja das laranjadas? Parece estr escrito outra coisa, cheguei a ler joalheria ou algo assim…

andredecourt 10/05/06 08:35 …

É laranjada mesmo !!!

Evelyn 10/05/06 08:37 …

ANDRE
De quem e essa foto? Raro esse registro, nao encontramos nesses livros mais comuns de Rio Antigo…

Evelyn 10/05/06 08:38 …

Agora chega, ne , pra vc nao se cansar e “certas pessoas” nao falarem depois, vou dar uma caminhada , para curtir as ferias…
Uma otima quarta p/ vc

andredecourt 10/05/06 08:40 …

Evelyn, o Lafond foi demolido nos anos 50, ele foi o primeiro prédio de apartamentos da cidade, há fotos dele espalhadas pelos flog’s do Luiz e do meu, mas embora seu angulo mais popular seja a sua empena cega virada para a Av. Beira Mar até a construção do ed. Brasília nos anos 40.

A cocheira Imperial, está a ponto de ruir, embora seja tombada, mas infelizmente isso está se generalizando naquela área da cidade….. vou apurar mas a história dela, mas não tenho nenhuma foto antiga dela para criar um post

Rafael Netto 10/05/06 08:51 …

Sensacional!!!! Nunca tinha visto uma foto do interior da Galeria!!!

Essa foto foi tirada em que direção?

Onde ficava esse sobrado que abrigou a Leiteria Mineira? No miolo entre a S.José e a Nilo Peçanha? Já conheci aquilo ali vazio.

Hoje em dia a Mineira não tem nada de “leiteria”, pelo contrário, é um dos restaurantes tradicionais do Centro, com velhos e elegantes garçons e velha e elegante clientela (entenda-se o “velho” no sentido positivo da palavra). Os preços são meio salgados. Outro restaurante que conheci num esquema parecido (mas ainda mais caro) é o Columbia, na Rua da Assembléia.

Estou vendo que existem vários ex-Princesa por aqui. E eu achando que os fotologueiros eram todos do Santo Inácio! Tem alguma foto antiga do CPI? Eu já tenho uma atual.

http://fotolog.terra.com.br/rafael_netto

jban 10/05/06 08:53 …

SOCORRO !!!! Ela voltou !! Olha o foco… Cadê a Gerência ?

Evelyn, relaxe. Estou achando você um pouco tensa..

Ed Lafond é a praia do Rafael por conta de uma empena cega por quem ele nutre uma paixão não correspondida.

André, Excelente foto. Tenho enviado essas fotos para os meu pai e tios e eles estão se deleitando…

Cocheira Imperial ? Vai ver foi onde os burricos Dudu e Lulu trabalharam…

Evelyn, marque a hora.

andredecourt 10/05/06 09:07 …

Rafael, há aquele velho prédio de uns 4 andares na esquina da rua São José com Rodrigo Silva não ?? Ele não é envolvido por um prédio moderno de construção terminada no meio dos anos 90 ??? Pois a Leiteria ficava em um sobrado ao lado desse velho prédio de esquina, tenho uma foto do conjunto pouco antes de ser demolido no meio dos 70, postarei dia desses

derani 10/05/06 09:26 …

Parabéns André. Sempre procurei muito uma foto do interior da Galeria Cruzeiro, nunca encontrei, era minha frustração.
Agora com alegria posso vê-la. Conheci muitas histórias daí, muita boemia, muitos casos contados pelo Mário Lago, Lupicínio Rodrigues, principalmente envolvendo o bar Brahma. Na Leiteria Mineira almoço até hoje, já que trabalho quase ao lado. Espero com ansiedade outras fotos. Poxa, ganhei meu dia!
http://fotolog.terra.com.br/nder

Landeira 10/05/06 09:41 …

Olá André, muito boa essa foto. Parabéns! Grande abraço, Landeira

/ravin 10/05/06 10:20 …

o sobrado da esquina da São Jose com Rodrigo Silva está cercado sim por dois predios modernos com fachada de vidro. Hoje abriga o PCdoB do Rio de Janeiro, do 2o. ao 4o. andares e no térreo tem um bar que inspira boemia, mas a comida (salgados) são sofríveis.

papaula 10/05/06 10:26 …

Lindo lindo! Adorei!

Marcelo Almirante 10/05/06 10:36 …

Fantástico Registro. Isto aí é outro país.

Fco Patricio 10/05/06 11:03 …

Tenho umas três imagens do interior do Hotel Avenida Central datadas de 1912 (lobby, restaurante etc) mas nenhuma do interior da Galeria. A foto é magnifica!
Prezado André, porventura você saberia onde é possivel encontrar para venda um poste de iluminação igual ao da imagem (ou um daqueles que se encontravam na Av. Central)?
Abraço

Ps – Evelyn, você é nova por aqui mas eu só vou falar uma vez:
“- Quem quiser manter o direito de postar neste fotolog. favôr não contrariar (e muito menos irritar) o meu amigo Jban.”

andredecourt 10/05/06 11:19 …

Caro Patrício, eu já andei vendo réplicas de postes antigos do Rio para vender, normalemente quem os faz, comete uma verdadeira salada de braços e luminárias, mas como todas as peças existem é possível criar um poste idêntico a vários modelos que equipavam as ruas do Rio.

Quanto os da Av. Central nunca consegui ver a base idêntica, pois a parte superior como vemos aqui, inclusive globos é fácil de encontrar, mas sei aonde há um igual a esse em péssimo estado no bairro de São Cristóvão, fica numa pracinha sem nome na esquina da rua Alm Baltazar com rua de São Cristóvão.
Como eles são de ferro fundido é só arrumar alguém para fazer o molde e encomendar um novo, não deve ser muito barato, mas atualmente é a única maneira, acredito eu, de se obter um poste igual aos da Av. Central. Ou então sondar algum aposentado da Light ou da prefeitura que tenha ficado com algum quando eles foram retirados nos anos 70.

Amanhã postarei o poste, o quiosque e a caixa de correios daqui com mais detalhes

Ana Lucia 10/05/06 11:28 …

Que espetáculo de fotografia! Registro arquitetônico e também de costumes!
Olha aí a Leiteria Mineira, que eu citei pela manhã no Saudades do Rio, e que sobreviveu à demolição do Hotel Avenida, integrando ainda o Ed.Avenida Central, que o sucedeu.
Desse ângulo, me lembrou o Centro Cultural Mário Quintana, em Porto Alegre, que também foi um Hotel, mas que foi preservado integralmente e não substituído por um “horroroso avenida central”!

beijos

Evelyn 10/05/06 11:47 …

JBAN
Tensa? nem um pouco, pelo contrario.
Agora e minha vez de falar p/ vc, relaxe, e ainda coloquei )))no final e te desejei um bom dia, na boa!Apenas fiz uma analogia …
Abs
obs: mas ainda sobre o ed Lafond ,no seu lugar hj, estaria qual edificio? seria o ed rio branco?E era nele q havia um abrigo na epoca da guerra?
E esses burrinhos Dudu e lulu…qual e essa historia?
nao vou marcar a hora nao…(p/ nao te irritar como disse seu amigo e defensor Francisco Patricio)

glenlivet 10/05/06 11:50 …

Não tinha um hotel da Light tb na Serzedelo Correa? Meus avós (Lucas) trabalharam lá qdo chegaram no Brasil.

Diz hj no Globo que estão contratando síndico pro Av Central. Salário: 20 mil reais.

Evelyn 10/05/06 11:51 …

Francisco Patricio
Vejo seus comentarios aqui e sempre aprecio mas hj estranhei o tom q vc usou…( “so vou falar uma vez”…)
Em nenhum momento houve intençao de contrariar seu amigo JBAM, e ele sabe disso.
Abs

edubt 10/05/06 11:53 …

Nuna havia visto o interior do Central. Gostei.

Fco Patricio,

em Tiradentes, MG, há uma loja que vendo muito poste antigo, inclusive modelos que me pareceram ser iguais ou muito parecidos com os da Rio Branco

photomechanica 10/05/06 12:08 …

Quem é a Evelyn que contabiliza os horários do JBAM-FM?
:-) )

AG 10/05/06 13:02 …

Andresíssimo,
nunca, que eu me lembro, vi uma foto do interior da galeria do famoso Hotel.
Muito obrigado.

andredecourt 10/05/06 14:08 …

Glenlivet, havia sim, a Light possuia vários investimentos fora da área de transporte e geração de energia, normalmente eles eram conjugados com as estações de seus bondes.
Em Copa os terrenos nos quais ela tinha suas estações foram doados pela Cia de Construções Civis nos anos 80 do Sec. XIX para que a mesmo fosse estimulada a abrir o túnel Velho e para lá puxar os seus trilhos

guermantes_2 10/05/06 16:29 …

Prezado Senhor,

A ilustríssima Duquesa de Guermantes quer saber se V.Sa. recebeu o comunicado do indulto a ser concedido em seu aniversário a realizar-se a 20 de maio do presente ano.

R.S.V.P.

Assessoria do Condado de Combray

Mauro_AZ 10/05/06 16:56 …

Esse post duplo esta’ sensacional e eu sou mais um que nunca tinha visto foto da galeria Cruzeiro por dentro. Que grande achado.

Evelyn 10/05/06 18:46 …

photomechanica
Pelo menos vc nao se referiu a mim como “essa” Evelyn, como alguns aki (q atendem com as iniciais de JBAM), obrigada por isso!
O lance é o seguinte, nosso companheiro de sala JBAM me criticou no ar, em publico, porque eu enviei outro dia varias mensagens, tentando tirar as muitas duvidas q temos e consultando nosso grande conhecedor, estudioso e pesquisador Andre, mas esse sr JBAM disse q ninguem merecia ‘ESSA” Evelyn,q nao parava , etc, chegando mesmo a pedir socorro em maiusculas …
Mas qual nao foi a minha surpresa ao ver q ele, ele mesmo, ontem entrou aki varias vezes, conforme horarios supracitados, logo…
Mas ele tem amigos e ate defensor, o Francisco Patricio e eu nao… ( sniff!)

FlavioM 10/05/06 19:22 …

Obrigado, André, sou mais um que nunca tinha conseguido ver foto do interior da Galeria Cruzeiro. E esta é ótima, pegando bem uma cena cotidiana.

Ainda tenho a curiosidade de ver o bonde passando por dentro do prédio do hotel. Também nunca vi.

Evelyn, coitada. Quanto mais a mosca se debate mais aumenta o apetite da aranha!!

http://www.flaviorio.globolog.com.br

neonazer 10/05/06 19:30 …

presiosa tu fotinho….felicitaciones por tu flog.

andredecourt 10/05/06 20:02 …

Flavio, na realidade o bonde nunca passou propriamente por dentro da galeria, descobri isso depois de ler alguns textos e observar atentamente algumas fotos, na realidade ele vinha pela rua de Sãnto Antônio passava por um recuo na calçada da Rio branco, abrigado por uma estrutura metalica, por debaixo de uma parte da fachada que avançava, onde havia a cúpula principal, e voltava pela rua de São José

FlavioM 10/05/06 20:12 …

Também já tinha percebido isso. Mas não deixa de ser, de certa forma, dentro do prédio. Devia ser um ponto de bonde muito interessante.

Também tenho curiosidade sobre os pontos finais de Santa Tereza, atrás do Chafariz da Carioca, e de Copacabana, na Serzedelo Correa. Curiosidade, claro, em saber como era DENTRO dos pontos…

Luís Felipe Pires 10/05/06 22:41 …

Como todos , também acabei de ganhar o dia !! e já tão à noite !! Só o André para conseguir esta façanha de nos fazer ganhar o dia , mesmo que seja nos seus últimos minutos !! UMA FOTO DO INTERIOR DA GALERIA CRUZEIRO !!! Não estou nem acreditando ! sempre imaginei como seria e nunca tinha visto ! Senti-me transportado ao passado, tomando um leitinho ( agh ! ) na leiteria, e um sorvetinho e uma laranjada!! Obrigado , André ! Vou dormir de barriga – e de coração – cheios !

brites 11/05/06 07:20 …

Como sempre arrasando nas imagens e textos!
Um excelente dia pra vc!

rhtapajônico 11/05/06 07:56 …

André, desculpe a intimidade, mas já me alegrei tantas vezes com os seus textos e fotos que me sinto amigo!
A de ontem, realmente, extrapolou!
Agradeço a rápida volta ao passado!
Tinha uma vaga lembrança da Galeria e principalmente no tal ponto de bondes. Pensava ser dentro da galeria!
Espero voltar mais vezes a este local, se me permitirem, é calro!

Evelyn 11/05/06 08:04 …

luis felipe
leitinho, sorvetinho e laranjada?
combinaçao bizarra! rs

Evelyn 11/05/06 08:06 …

andre
ainda nao localizei no mapa mental a leiteria mineira na rua sao jose, seria proxima ao rest timpanas hj alantejano aproximadamente ou ainda mais “p/ dentro” da rua?
obrigada pela atençao

Evelyn 11/05/06 08:10 …

FlavioM
vc viu o q fizeram? buaa, nao conhecia esse seu ditado…

José Augusto Pereira de Oliveira-uniao@olimpo.com.br 20/05/06 14:24 …

Prezado André,
Que bom ver finalmente uma foto da Galeria Cruzeiro! Até agora, só tinha visto fotos da fachada do hotel Avenida.
E aí vão algumas correções e informações sobre a Leiteria Mineira:
1)Ela saiu da Galeria Cruzeiro para a rua São José em 1957 e não foi para um sobrado, mas sim para uma loja ao nível da rua;
2)Na rua São José, funcionou no número 82, aonde atualmente existe uma franquia da KFC, uma “fast-food”;
3)Em 1982, após a venda do edifício, saiu da rua São José para a rua da Ajuda, seu endereço atual.
O nome do edifício é Barão de Javary e não Barão de Jaguary.
Um abraço e obrigada por nos proporcionar essa “viagem no tempo”.
JOSE AUGUSTO PEREIRA DE OLIVEIRA.

John Leic 31/03/07 23:10 …

Andre,

Parabens pelo seu trabalho…. curto muito!
Estive procurando pro uma superposicao que voce fex de uma imagem do Google Earth com uma imagem antiga da regaio do Lgo da Misericordia/Praca XV, mas a foto desapareceu…. voce poderia enviar o link?

Abracos

John Leic 31/03/07 23:11 …

Andre,

Parabens pelo seu trabalho…. curto muito!
Estive procurando pro uma superposicao que voce fex de uma imagem do Google Earth com uma imagem antiga da regaio do Lgo da Misericordia/Praca XV, mas a foto desapareceu…. voce poderia enviar o link?

Abracos