foto de andredecourt em 24/05/06

Faremos uma série de 3 post’s sobre o Viaduto Negrão de Lima

Com o crescimento da cidade e a abertura de novas e importantes vias como a Av. Brasil e a sua continuação Av. das Bandeiras, começou haver a necessidade da conecção dessas com o tecido urbano existente e também com o que estava planejado.

Nessa ótica os viadutos nas zonas suburbanas foram de vital importância.

Vemos nessa foto o bairro de Madureira, na localidade que era conhecida como Magno, e que tinha uma passagem de nível, a via que vemos é a Av. Min. Edgar Romero.

Nesse trecho duas linhas de trem cruzam a região central do bairro, e ele como a rota direta de ligação entre a baixada de Jacarepagua e a Av. das Baneiras, ligando também as estradas que ligavam o DF com o resto do país, teria que ter o fluxo de veículos facilitado, o que não estava ocorrendo já nos anos 50

O viaduto de Madureira, foi construído pelo DER-DF, pois a SURSAN apesar de criada pelo prefeito Negrão de Lima em 1956 ainda não estava aparelhada e a sua organização ainda tramitava pela câmara municipal.

Para a construção do mesmo todo o tecido urbano que vemos nessa foto desapareceu, sendo os valores e a execução das desapropriações as maiores dificuldades encontradas durante as obras.

Dessa velha localidade dos subúrbios, só restam a estação de trem de nome Magno e uma praça também homônima criada na área que foi demolida para a construção não só do viaduto, como de suas rampas e “park-way” junto a Av. Min Edgard Romero e rua Conselheiro Galvão permancem.

Amanhã continua

Comments (34)

tr0gl0 disse em 24/05/06 09:12 …

‘rio de janeiro

gosto de vc…’

hugz

Rafael Netto disse em 24/05/06 09:34 …

Taí um lugar que eu conheço muito pouco…

Pelo que sei, o viaduto Negrão de Lima atravessa duas linhas de trem, as antigas Central e Auxiliar (na qual está a estação de Magno ou Mercadão de Madureira). No miolo entre elas fica a área comercial de Madureira, com o início da Av. Min. Edgar Romero. A avenida “acaba” na parede da linha férrea (provavelmente o lugar onde foi tirada essa foto), e continua do outro lado, na saída do viaduto.

http://fotolog.terra.com.br/rafael_netto

jban disse em 24/05/06 09:45 …

“Park-Way” e tecido urbano … :-) )) Agora só faltam as outras palavras…

Wagner Bahia disse em 24/05/06 09:50 …

Oba, hoje tem foto da zona norte!

A imagem está muito boa. Pode-se ver os “out-doors”, que já nesta época era uma praga que poluía visualmente a cidade.

Por possuir duas estações (linha Central e linha auxiliar), tornando-o o único bairro do Rio com “três lados”; e estar localizada na área central-norte do município, fazendo a ligação de Jacarepaguá com a Leopoldina, Baixada e Av Brasil, Madureira deveria receber bem mais investimentos em infra-estrutura…

toty maya disse em 24/05/06 10:58 …

Acho que esse local é próximo a Rua Oliva Maya,estive aí há quase trinta anos fotografando a rua ,a pedido e junto aos meus filhos ,ainda crianças.
Esses ônibus se não estiver enganada eram chamados de jardineira

toty disse em 24/05/06 11:10 …

jardineiras,desculpem

luiz_d disse em 24/05/06 11:36 …

Olhem lá a lâmpada Thompson.
A Fonte Wallace ficava mais distante.

edubt disse em 24/05/06 12:33 …

Não tenho a minima ideia de onde é isso ai.

:-)

AG disse em 24/05/06 12:50 …

Toc, toc, toc, o Andreoni está aí ?
Posso entrar ?
Com licença.

Andresíssimo, vou aguardar a continuação.
E me despeço não sem antes notar a presença de dois típicos lotações daquele tempo.

E, a propósito: a milhar 1419 é cachorro.

andredecourt disse em 24/05/06 13:36 …

Exato Rafael, esse é o lugar onde foi tirada essa foto !!

Derani disse em 24/05/06 14:11 …

Não sei agora, mas essa parte de Madureira era bem feinha nas décadas de 70 e 80…

Evelyn disse em 24/05/06 14:28 …

ANDRE
poderia esclarecer por gentileza:

1)o Campo de Sao Domingos ainda existe com esse nome? Seria naquele local proximo Às Ruas Gonçalves Ledo, Rua da Imperatriz, onde acontece um Happy hour `A tardinha?

2)Aquele casarao antigo rosa na Marechal Floriano, algo ligado a D. PEDRO, qual a historia dele? parece q foi ou e algo filantropico, saberia dizer o foi exatamente e o q e hj?

3)O q funcionou naquele bonito predio da Rua da Quitanda 75,(acho) onde hj e o Rest Delight?aprox entre sete de set e ouvidor ele chama atençao, e tem mastros, partindo do principio q edificaçoes assim foram em algum momento importantes…
Obrigada!

Evelyn disse em 24/05/06 14:30 …

AG

se ate à noite ele nao responder vc pergunta por favor, para vc ele responde rapidinho e ainda chama de Alvinho
)))

andredecourt disse em 24/05/06 14:42 …

Evelyn…

1-O Campo, posteriormente Largo de São Domingos desapareceu com a construção da Av. Pres. Vargas, e já foi objeto de vários post’s aqui no passado

2-O casarão rosa é simplesmente o Palácio Itamaraty, certamente falta filantropia naquele prédio, também já foi personagem de post’s aqui e informações sobre ele são facilmente obtidas na Net

3-Nunca reparei nesse prédio, desconheço-o

AG disse em 24/05/06 16:26 …

Evelyn,
o Andresíssimo é imperguntável e
igualmente, irrespondível.
Seu cabedal (epa !) de informação a êle pertence e só a êle cabe gerenciar.

Outra coisa, não tenho a honra de fazer parte da sua intimidade (epa epa!) e se ele me chama de Alvinho é porque minha ingenuidade lhe faz parecer ao famoso personagem da Margie na revistinha Luluzinha. Não sei se você conhece ou lembra mas o Alvinho era aquele para quem a Luluzinha conta histórias começando sempre assim: – Era uma vez uma menina muito pobre…
E o Alvinho sempre reclamava desse início achando que a Luluzinha era zero em criatividade.
Só isso.

Mauro_AZ disse em 24/05/06 17:17 …

Essa da Evelyn foi otima, tenho que rir. :) )))))))

Luís Felipe Pires disse em 24/05/06 22:09 …

Ah !! essa foto eu conheço bem , pois já passei muito ´por aí quando criança !! Por pouco eu não aparecia aí na foto !!! Aí é a passagem de nível na estação de Magno , onde agora existe uma passarela .Fica perto do Mercadão e do início da Estrada da Portela . Os morros ao longe são os que passam por trás do Largo do Campinho , indo para Jacarepaguá ! O casario que aparece à direita parece ser onde tinha um antigo mercado que depois foi transformado na Quadra do Império Serrano . A Av. Edgar Romero acaba na estação da Central do Brasil de Madureira , onde não havia cancela ( só se havia no século XIX !!! ), e a continuação pelo outro lado é outra rua ( Domingos Lopes ). E esses õnibus eram os lotações , não jardineiras . E em Madureira ainda havia aqueles taxis antigos que faziam lotação , em que para sentar atrás tinha um banquinho que virava. O J deve saber as marcas dos carros, devia ser um Ford 29 !!! Ah, que saudade! Obrigado, André, só você mesmo para nos despertar tantas lembranças !!

Evelyn disse em 24/05/06 22:11 …

AG
Lembro sim da Aninha, achoq era irma do Alvinho, do Luluzinha, q gostava do Bolinha, q gostava da Glorinha q gostava do Plinio, e aqueles outros garotos da turma, acho q tinha o Careca, e o seu Palhares e a Dona Maroca!!

Recorri a vc pq algumas vezes ele nao me da retorno e essas duas letrinhas(AG) fazem um efeito imediato…rs

Evelyn disse em 24/05/06 22:16 …

Corrigindo, DA Luluzinha

Faltou incluir o primo Carlinhos q era igualzinho ao Bolinha,
Seu Palhares era pai da Luluzinha, e o do Bolinha era seu França?
E como se chamava o inspetor da escola?

corrigindo, DA Luluzinha.

Evelyn disse em 24/05/06 22:22 …

Andre, vc nao captou minha duvida… o Itamaraty e OUTRA coisa, fica em OUTRA calçada, NAO e filantropico e ja participei de uma interessante visita guiada nele, a UNICA coisa comum e a cor rosa, alias muito usada nessas edificaçoes( assim como a Casa de Rui Barbosa)
E um casarao rosa na calçada oposta a do centro cult light, tem algo escrito q faz referencia a D. Pedro, a algum nome q lembra hospitalar ou algo assim, se nao me engano ha algum tempo saiu uma reportagem no GLOBO, mostrando pessoas la sendo atendidas.

Evelyn disse em 24/05/06 22:33 …

AG
Pedi p/ vc interceder PERGUNTANDO, clarissimo q a gerencia, a administraçao, a MAESTRIA da orquestra e do ANDRE ou andressissima figura parodiando vc!
)))
abs

andredecourt disse em 24/05/06 23:59 …

Do outro lado da Light ficava o Dragão

Keila disse em 25/05/06 03:17 …

Evelyn chat mode on… (rs)

kasumi67 disse em 25/05/06 04:39 …

Wonderful, I always enjoy your photos !
Greetings !

Waldenir disse em 25/05/06 07:11 …

Evelyn, desculpe por me meter na conversa,mas acho que sei qual é o prédio a que você se refere. Fica mais para a frente,adiante do Colégio Pedro II,mas na calçada oposta.Tem dois andares e uma fachada neoclássica.
Parece que era um tipo de “caixa de pensão”,de auxílio a pessoas pobres ou órfãos.

Evelyn disse em 25/05/06 07:29 …

Waldenir
Sua participaçao e bem vinda,e essa edificaçao mesmo q me refiro!!Esta escrito D.Pedro V na fachada, pq V?
Isto funcionava na epoca do imperio?
E hoje, ainda tem essa funçao?
Acho q ha algum tempo atras o GLOBO mostrou algo sobre as pessoas ainda procurarem la…
Obrigada pela sua atençao

Evelyn disse em 25/05/06 07:32 …

Andre
Poxa, vc foi p/ Itamaraty, foi p/ loja Dragao, nao e nada disso, e essa edificaçao ai acima q falamos acho q na fachada fala em algo ligado a hospitalar e D PEDRO
Acho q agora vc se situara,
Abs

Evelyn disse em 25/05/06 07:35 …

ANDRE
Complementando:
D. Pedro V
…agora vc se situará…

Rafael Netto disse em 25/05/06 07:40 …

De acordo com o comentário do Luis Felipe, eu e o Decourt erramos quanto à localização da foto. Pelo que eu entendi ela seria “de costas” para o início da Edgard Romero, e a ferrovia é a Auxiliar, não a Central. Também desconfiei disso porque a placa indica “2 Linhas” e a Central tem mais que isso.

Já estou começando a achar que essa Evelyn é mais um personagem daqueles que frequentam o fotolog do Dr. D’…

http://fotolog.terra.com.br/rafael_netto

andredecourt disse em 25/05/06 08:25 …

Não Rafael, eu estava no lugar certo ;-)

Essa passagem era do lado da estação Magno e onde hoje há uma praça homónima !!!

andredecourt disse em 25/05/06 08:25 …

Rafael, eu tenho certeza !

Rafael Netto disse em 25/05/06 08:44 …

então eu errei sozinho….

Waldenir disse em 25/05/06 09:41 …

Evelyn,
Havia uma correspondência,ao menos no início,entre o rei de Portugal e o Imperador do Brasil,pelo fato de serem ambos da mesma família.Assim, se não me falha a memória, D.Pedro I do Brasil seria D.Pedro IV de Portugal,com direitos sucessórios inclusive.E D.Pedro V,então, é o nosso D.Pedro II.Se este prédio tiver sido construído por portugueses, o que é muito provável,resolveram homenageá-lo,com o seu título no além-mar.
Com certeza funcionava no Império, é só checar a data da construção,quase sempre está na fachada.
Acho que eu vi a reportagem do Globo.

andredecourt disse em 25/05/06 10:06 …

Waldenir, praticamente todas as construções da Mal. Floriano são novas, após o período Passos, não se esqueça que ela foi uma das ruas alargadas e modificadas pelo prefeito, acho que os prédios mais velhos são a igreja de Santa Rita, poupada pelo prefeito e o Pal Itamaty, que na época se não me engano ainda era a sede da presidência