foto de andredecourt em 16/08/06

Obras da Av. Central

Nessa foto vemos a solenidade do encontro das duas frentes de obras que rasgavam a velha cidade colonial para abrir o eixo da nova avenida. como prova de determinação e irrevolgalidade da vontade da Administração Passos em modernizar a cidade.

Em breve esse estreito beco começaria a ser alargado com a demolição do casario em volta, tomando forma do canteiro de obras, seriam instalados postes provisórios bem no local do futuro canteiro central, iluminados por luz elétrica e no auge das obras seria instalada um linha de bonde levando não só materias de construção, mas como também passageiros em uma linha praça Mauá-Santa Luzia, linha esta substituída pelos ônibus elétricos da Light após a inauguraçõa da Av. central.

Comments (10)

triunfodapintura disse em 16/08/06 12:05 …

Foto histórica. Legal!

Rafael Netto disse em 16/08/06 12:27 …

Engraçado o dado sobre a linha de bondes. Aliás eu nunca entendi porque a Av. Central nunca teve bondes ao longo dela. Será que era pra evitar que a rede aérea maculasse as obras de arte parisienses?

http://fotolog.terra.com.br/rafael_netto

andredecourt disse em 16/08/06 12:33 …

Bem possível Rafael, como também não levar o transporte de massa e e seu público tão “eclético” à nova avenida…

No final da primeira década do sec. XX um membro da Câmara Municipal aparesentou um projeto de lei que pretendia impedir os mal trapilhos, rotos esfarrapados e logicamente pobres de circular pela avenida…gerou muita polêmica e acabou não sendo aprovado

rodperez disse em 16/08/06 12:37 …

legal essa decoração.

edubt disse em 16/08/06 12:51 …

Sugiro a todos a leitura do livro “Pereira Passos: Um Hausmann Tropical”, de Jaime Larry Benchimol.

É excepcional!!!

Creio que só é achado em sebos.

derani disse em 16/08/06 13:32 …

…e a velha cidade colonial ia morrendo, dando lugar à nova parisiense, depois substituída pela americana…

http://fotolog.terra.com.br/nder

FlavioM disse em 16/08/06 14:38 …

O mestre nos ensinando como sempre! Sem diminuir em nada o valor deste post, a foto foi mostrada há algumas semanas no “Nada de mais” (http://www.flickr.com/photos/julinha/184719170/ ) e, agora, o André nos dá mais informações. Obrigado.

http://www.flaviorio.globolog.com.br

Waldenir disse em 16/08/06 15:22 …

Boa tarde, André.
A decoração do evento foi feita com folhas de palmeira?
Podemos ver vários grupos de pessoas,provavelmente operários e populares,se amontoando para assistir ao ato.Mas os mais interessantes são aqueles em pé sobre uma parede de casa meio demolida. Estão todos curvados para a frente, parecendo que vão cair juntos.

Jorge Silva disse em 16/08/06 16:55 …

Que foto! Andre, não fosse os comentários e o rico enunciado da foto,não daria importância nenhuma a mesma, porém graças ao seu flog,e participantes, podemos olhar estas fotos com o olhar da História viva do Rio de Janeiro

Marcelo Almirante disse em 16/08/06 20:01 …

Registro sensacional. Mas vale uma ressalva: os ônibus a bateria circularam entre 1918 e 1928.

Já o primeiro ônibus começou a circular em 1908, dois anos depois do primeira linha de ônibus de Paris.