andredecourt's foto van 13-3-07

Hoje teremos uma imagem que mostra a variação da orla da Lagoa Rodrigo de Freitas.

A Lagoa hoje tem aproximadamente 50% do seu espelho d’água original, sendo essa diminuição o resultado de aterros que se iniciaram ainda no séc XIX para a regularização das margens junto ao Cais da Gávea. Mas foi no séc XX que as obras de aterros tomaram uma proporção gicantesca.

A partir da administração Carlos Sampaio deu-se uma corrida pelos aterros, primeiro numa tentativa de sanear a Lagoa, a qual era considerada prejudicial a saúde pública, principalmente dos moradores dos Bairros da Gávea e da recém Ipanema, pelos miasmas por ela exalados, bem como as seguidas mortandades de peixes.

Uma das soluções encontradas foi “salgar” a Lagoa, ou seja aumentar o predomínio da água salgada dentro dela, a fim de diminuir a materia orgânica e regularizar a renovação. Para isso foi construído o aterro onde hoje está o Jardim de Alah, bem como os aterros de toda a margem de Ipanema. Enormes trechos do Jardim Botânico também eram criados aterrando-se as pequenas enseadas, retificando o litoral desde do Humaitá até o Largo das 3 Vendas, a grosso modo praticamente da Rua Jardim Botânico até a Lagoa tudo, com raras excessões, hoje é aterro.

O maior aterro sem dúvida é o Jockey Club, que ocupa uma área tão grande quanto ao Leblon, conquistada da Lagoa.

Depois do Jockey os aterros nunca pararam, mas eram pontuais e não muito grandes, mas nos anos 60 uma nova etapa de aterros se inciou, com a finalidade de unir as pistas em volta da lagoa, sanear o meio físico, eliminar palafitas, e integrar a Lagoa no novo sistema viário no qual ela seria a distribuidora de transito da Zona Sul.

Nosso mapa é dessa época, 1965 e ainda não contempla aterros posteriores, dos anos 70, quando foram criadas novas áreas como o Parque do Cantagalo.

No Plano Agache, previa-se o aterro de uma grande parte da Lagoa, traçando uma reta da Rua Maria Quitéria em Ipanema até a Curva do Calombo, criando aí um novo bairro, mas essa idéia não foi implementada, mas a quantidade de superfície aterrada dos anos 20 até hoje é mais ou menos a mesma.

Hoje esse fotolog comemora a sua imagem de número mil, com mais de 500 mil acessos desde Novembro de 2003, que as velhas fotos da nossa cidade de ontem continuem chegando para termos pelo menos mais 1000 imagens.

Comments (21)

jban 13-3-07 9:30 …

Parabéns pelo milésimo post !! Conseguiu antes do Romário !

rockrj 13-3-07 9:48 …

Quer dizer que eu moro em cima de um aterro…
Muito legal a imagem e o histórico!
Parabéns pelo post ’1000′!

almacarioca 13-3-07 9:51 …

André,

Mandei um email para você pedindo a sua permissão para criar uma seção, em RIO ANTIGO, chamada “Acervo André Decourt”. Colocaria 70 fotos publicadas no fotolog com a sua descrição para cada uma delas. Seria uma forma de engrandecer o Alma Carioca com os seus profundos conhecimentos do Rio Antigo e a maneira inteligente como os transmite, ao mesmo tempo que estaria abrindo mais um canal para divulgar sua obra.

Estou com problemas no meu micro. Não sei se você recebeu o email, nem ao menos sei se chegou a ser enviado. Por favor me responda se autoriza essa inclusão.

Um abraço, daqui de Iguabinha.

derani 13-3-07 9:52 …

André,
Parabéns pelo seu trabalho, através deste fotolog que chega à milésima edição!
Por meio dele, do Alma Carioca e do Saudades do Rio aprendi muita coisa e percebi que, felizmente, existem cariocas que valorizam a memória de nossa cidade, que tanto aprecio e me orgulho de ter nascido.
Abraço

almacarioca 13-3-07 9:55 …

Discordo quanto à época do mapa. Não é de 1965.Isso deve ser do início do século 20. Se não bastasse olhar para a lagoa, basta ver o canal do Jardim de Alah. Concorda?

andredecourt 13-3-07 10:04 …

Paulo, estou em dívida com você para te responder o email, chegou sim, eu é que estou muito enrolado, mas irei te responder durante essa semana.

Quanto ao mapa ele é de 1965, e mostra a Lagoa original, as linhas coloridas nas margens, junto a legenda a baixo mostram a variação do litaral durante os anos, e também há a marcação dos atuais quarteirões da cidade nas áreas aterradas.

Os primeiros aterros pelo mapa são os de 1880

Antolog 13-3-07 10:51 …

Parabéns pelo milésimo gol, digo, publicação de foto.

edubt 13-3-07 11:07 …

Parabéns!!!! Uma pena que não tenho como ver o numero de acessos no “Carioca” daqui.

Esse mapa o Luiz já postou… ehehehe

roberto.rosendo@sapo.pt 13-3-07 12:42 …

Parabéns pelo milésimo post e não só pelas diversas aulas de hiistória que foram dadas neste mil post e que venham mais mil…

Lefla 13-3-07 12:49 …

Parabéns, André. Vc é um baluarte do fotolog, sem dúvida. Abs

js 13-3-07 12:54 …

Parabens pelo belo trabalho,gostaria de externar-lo tambem aos outros sites como o Alma Carioca,Flaviorio,fotologterra etc e tambem parabenizar pelo propósito comum,levar conhecimento e cultura para aqueles que amam o Rio de Janeiro.

Luiz D’ 13-3-07 13:06 …

Este mapa faz parte de uma interessante brochura publicada pela Prefeitura, com uma série de informações sobre o Rio.

Parabéns pelo milésimo “post” e pelos sempre elucidativos textos, sem os quais as fotos perderiam muito.

/papaula 13-3-07 13:07 …

Parabéns pelas comemorações..
e nossa.. como mudou!
:S
bjs

almacarioca 13-3-07 14:34 …

Tem razão, André. Não havia reparado nas linhas.

AG 13-3-07 16:59 …

Dr. Decourt. Viva o milésimo gol que, ao contrário do baixinho, não tem dúvidas se foi gol oficial ou não. Aqui só teve foto oficial, comprovada e válida em campeonato reconhecido e de primeira divisão.
Se eu fosse você eu não dava entrevista.
Nem gritava pelas criancinhas.
Pegava a BMW e ia comemorar no Porcão de Ipanema.

Parabéns !

Marcelo Almirante 13-3-07 18:45 …

Não poderia de deixar de me juntar ao coro. Parabéns pelo belo trabalho !

Quanto à Lagoa, tenho um enigma para decifrar, pois até hoje não tenho a data de inauguração da terceira ponte sobre o canal do jardim de alah, nem a data de inauguração do trecho da Borges de Medeiros entre o Piraquê e o canal. Sei que a pista foi planejada em 1943.

Rafael Netto 13-3-07 20:25 …

Parabéns pelo post, acho que o Decourt é o “pai” de todos nós, fotologicamente falando…

Acho que se o objetivo dos aterros era aumentar a ligação com o mar, na verdade conseguiu-se o oposto, porque originalmente a região do Jardim de Alah era um grande manguezal com bastante abertura entre o mar e a lagoa (pelo menos assim mostram as concepções artísticas, o Celso talvez há de corrigir).

Duas curiosidades mostram até hoje o antigo contorno da Lagoa: as ruas do Leblon que “fazem a curva” do litoral de 1880, e a região da Borges de Medeiros onde está a estátua do índio, ligeiramente elevada e cheia de pedras, indicando o único lugar do litoral onde era “terra firme”.

O aterro do Plano Agache talvez fosse menos agressivo, mas acabaria com a forma característica da lagoa, bem ou mal mantida até hoje.

http://fotolog.terra.com.br/rafael_netto

Rafael “Junior” 13-3-07 21:13 …

Parabéns André!!!Que esses sejam apenas os 1000 primeiros posts!!!E que continuem nessa ascendente,melhorando cada dia mais!!!Um abraço

andre 14-3-07 4:57 …

parabens pelo fotolog. acompanho diariamente as fotos e as historias.
acho que da para fazer um livro e dos bons.

tc2 14-3-07 5:03 …

Parabéns!
Que venham mais fotos!

Dani 14-3-07 9:06 …

Parabéns!! Vamos comemorar lançando seu e-book ainda este ano! :)