andredecourt's Foto von 14.06.07

Ontem Roberto Tumminelli publicou uma foto da Av. Brasil nos anos 60 na altura de Bonsucesso: http://www.fotolog.com/tumminelli/21926678

Na sua foto a avenida ainda estava tal qual fora planejada no início dos anos 40, cruzamentos de nível, sinais de transito, canteiros maiores e com vegetação e sistema de tráfego diferente dos dias de hoje.

Nos anos 60, no governo Lacerda já se pensava numa variante à Av. Brasil que já se mostrava saturada, já era imaginada. Inicialmente essa variante passaria por dentro das favelas da Maré, as removendo, e saneando a borda do litoral, idéia essa rechaçada pelas forças armadas.

O projeto se modificou para o anterior que nós conhecemos, por pontes e viadutos sobre a baia, mas essa é outra história a ser contada outro dia.

Mesmo com a previsão de uma nova via, que aliviaria da Av. Brasil, ela precisava de profundas modificações para continuar viável como via de penetração até a Zona Oeste.

O primeiro passo seria eliminar os cruzamentos de nível e seus sinais, com a construção de viadutos, tendo sido alguns construídos já nos anos 50, mas havia a necessidade de pelos menos mais uns 3 da Alegria até a Rio-Petrópolis. Outro ponto seria retirada dos pedestres da via, sendo então iniciado um grande projeto de construção de passarelas. A obra seguinte seria a diminuição dos canteiros central e laterais e a substituídos por altas e fortes muretas de concreto, bem como da iluminação por lâmpadas fluorescentes, por novas à vapor de mercúrio em altos postes.

Nossa foto de hoje mostra a entrega de uma seqüência de passarelas na região de Bonsucesso, no início dos anos 70.

Na foto podemos ver que a Brasil ainda estava com sua aparência original nesse trecho, canteiros baixos e a velha iluminação, mas a construção das passarelas era o sinal que as transformações em breve ocorreriam. Em 1976 grande praticamente todo o trecho inicial da Av. Brasil já estava configurado como conhecemos hoje. O que significou um ritmo alucinante de obras.

Comments (11)

Rafael Netto 14.06.07 07:56 …

Acho que essas obras foram apenas até o viaduto de Parada de Lucas. Eu lembro que antes da últimas reformas da Brasil (que contemplaram principalmente a Zona Oeste) ainda havia os postes originais, com luminárias em blocos formando uma cruz, que acabavam justamente em cima do viaduto. O urbanismo também mudava significativamente dali pra frente, hoje em dia está mais homogêneo.

No início dos anos 80, quando eu ia pra São Paulo, o trecho entre Parada de Lucas e o trevo das Margaridas ainda tinha os postes com lâmpadas fluorescentes.

andredecourt 14.06.07 08:03 …

Os postes com lâmpadas fluorescentes no trecho de Parada de Lucas foram substituídos nos anos 70, por braços curvos com luminárias à vapor de sódio, (que junto com as da ponte eram as únicas da cidade) vc deve estar se confundindo com o trevo de Bonsucsso ( viadutos de acesso à Ilha ) que mantiveram as luminárias fluorescentes até a metade dos anos 80

andredecourt 14.06.07 08:10 …

Retificando, os poste de concreto permaneceram, só as luminárias que foram trocadas

bacione 14.06.07 08:24 …

Pois é …e continua horrenda e mau cheirosa.

Wagner Bahia 14.06.07 09:36 …

A maioria das passarelas continua sendo as mesmas, tal e qual quando foram inauguradas, como as da região da Penha (próximo ao Porcão, na entrada da Lôbo Júnior e defronte à Casa do Marinheiro). Estão completamente enferrujadas. Qualquer hora cai.

Na última reforma da Avenida Brasil, quando já tinha sido municipalizada, algumas passarelas foram desativadas e construídas outras mais modernas e robustas, como as da região de Guadalupe. Aliás, acho que esta última reforma da avenida foi bem razoável. Melhorou muito, principalmente de Irajá até Santa Cruz.

rock_rj 14.06.07 09:46 …

E os atropelamentos continuam, pois tem apressadinhos que têm preguiça de subir nas passarelas, pulam a mureta e atravessam na via mesmo…

Marcelo Almirante 14.06.07 10:02 …

Já nos anos 70 era conhecida como a avenida dos ” cheiros, isso lembro bem, pois passei uma temporada de 2 anos na Vila da Penha.

Mas também não era essa explosão de favelização APARENTE, apesar de já existirem grandes focos como a Maré e Nova Holanda.

tumminelli 14.06.07 10:02 …

Tenho uma foto, original (como diz nosso amigo Fco. Patricio) onde se vê bem esses postes com lampadas fluorescentes. Na foto que postei ontem, vista em alta, podemos ver esses tais postes.

:-)

antonog 14.06.07 10:15 …

No trecho entre o Cajú até a Penha as passarelas se encontram mal conservadas. Algumas até balançam…

Lefla 14.06.07 11:46 …

Apressadinhos, não. Previdentes intemeratos, antonog, pois quando vc é assaltado numa passarela, pode até ser jogado lá de cima…

mauro 15.06.07 06:11 …

meu amigo esteve aí na av chile visitando a catedral e foi assaltado por quatro caras que empurraram ele…apesar dele achar que isso não acontece cada dia!acho que não volta nunca mais…