andredecourts foton från 2008-01-22 

Nossa foto de hoje, é um protesto quanto as precárias condições de conservação de nossa cidade, que indicam uma administração pública pouquíssimo interessada no dia a dia das ruas e nos sentimentos de sua população, notadamente os residentes oficiais, que são aqueles que pagam seus impostos.

O local que mostramos é um dos mais destruídos da cidade, pelo vandalismo e falta de conservação administrativa, a Murada da Glória, que como todo o bairro, que deveria ser um dos mais valorizados e bem cuidados da cidade pela sua proximidade com o Centro e pela vista, está caindo aos pedaços.

A velha amurada, destemunho histórico da expanção da cidade rumo as freguesias da Zona Sul, construída ainda no séc. XVIII, pelo Marquês do Lavradio, para assegurar a manutenção do caminho que seguia para o sul, hoje conhecido como Rua da Glória, atingido sempre pelas ondas e ressacas. E reformada por Passos, quando da construção da Av. Beira Mar, usando as muretas que ficavam na Praça Tiradentes e concluíndo com o primeiro relógio elétrico público da cidade. Hoje está capenga, pixada, com os lampadários danificados e a esperença que essa situação melhore é remota.

Nossa foto mostra que ao contrário de hoje, onde o lugar é tomado por mendigos e ladrões de cabos elétricos que passam a madrugada toda queimando as capas e re-fundindo o cobre sem serem encomodados por ninguém, já foi até coisa de 30/25 anos atrás um lugar aprazível, usado pelas famílias e criânças.

 

Comments (9)

triunfodapintura 2008-01-22 06:19 …

Apoiado o protesto. A decadência em muitas vezes é apenas um caso de polícia.

famadas 2008-01-22 09:56 …

Dá vontade de chorar quando vejo como tudo mudou…
Analisando a foto. O brinquedo na mão da menina é um bambolê? Esse brinquedo já existia na década de 10? Sei que na década de 10 já havia um outro brinquedo que constituia numa argola (parecida com a da foto) que era empurrada com uma vareta. Será esse o brinquedo da imagem?

famadas 2008-01-22 10:00 …

Impressionante o cuidado que os governantes da época dispensavam ao erário público. Cada árvore novinha era cercada de varas semelhantes ao bambu para melhor conservação.
Atrás da segunda armação de bambus, da esquerda para a direita existe um cachorro? ou eu tenho que parar de beber? rsrsrsrs

flaviom 2008-01-22 10:33 …

As imperfeições da foto são impressionismo puro. Parece um Degas.

A foto causou forte impressão no famadas. A impressão de ter visto um cachorro. Ou não? (Dá para ter essa impressão, mesmo)

Quanto ao desmando (palavra perfeita), nosso tecido social está vindo abaixo, com o exemplo vindo de cima. O Certo não interessa mais. Só vale, quando muito, o Políticamente Correto, essa praga inventada para substituir a religião como o velho ópio do povo. Vamos nos acostumando com o que está errado e gastando nossas energias com discussões imbecis. Já era o princípio do Panis et Circensis (mesmas iniciais PC…)

luiz_o 2008-01-22 10:45 …

Parece mesmo uma pintura.

Quanta coisa nós perdemos…

famadas 2008-01-22 11:00 …

Nesse belo cenário o escritor Pedro Nava se matou com um tiro. Em 1984.

famadas 2008-01-22 11:06 …

Como esse mundo é pequeno! Que coincidência: Eu perguntei acima se o brinquedo que aparece na foto seria um bambolê. A resposta é NÃO! Por uma incrível coincidência acabo de ler a notícia da morte do criador do bambolê, Richard Knerr. O brinquedo foi criado em 1958.

derani 2008-01-22 12:18 …

Acho que esse local tinha tudo para ser um dos mais bonitos do Rio para andar à pé.
Acho, mas as autoridades não acham.

jban 2008-01-22 21:59 …

Vamos mudar o nome do bairro para derrota.