verificar-rua

verificar-rua-2

O fantástico arquivo da Life nos brinda com talvez uma das mais difíceis pegadinhas do ano, em rítmo de Carnaval é claro.

Em que rua os gaitos no velho Chevrollet Taxi estão brincando o carnaval ????

 

A rua de fato é a São José, vários elementos levam a esta conclusão. A cúpula lá atrás de fato é a do palácio Tiradentes, ampliando a foto e a clareando bastante podemos ver inclusive a mancha do grupo escultório no vértice direito do prédio. Descartamos a Rua da Misericórdia pois se estivéssemos vendo o antigo Nin. da Agricultura estariamos numa parte da desaparecida rua que fazia um inflexão e estaríamos pela distância bem nas amuradas da Praça dos Expedicionários. Já a Rua de Santa Luzia nessa época já estava com seguidos trechos demolidos para o encontro da nova esplanda, e novamente temos aí um casario bem denso.

Só há dúvida quanto ao exato ponto da rua, existem duas possibilidades, junto a Rua do Carmo e antiga Rua do Cotovelo ou então mais para dentro, no ponto de junção com a nova Av. Nilo Peçanha, aberta mais ou menos nessa época, dando aos sobrados em curva a velha esquina com a Rua da Ajuda, na época Rua Chile. Voto nessa hipótese pelo mobiliário urbano que aparece na esquerda da imagem, o poste de modelo canadense que segura a placa de autorização de estacionamento. Esse poste foi o usado em toda a Esplanada do Castelo e haviam vários na junção da Nilo Peçanha com a Rio Branco e S. José.

Lembro que o PA de prolongamento da Nilo Peçanha até o Largo da Carioca ainda não existia e esse lado da Rua de São José seria mantido, tanto que um prédio déco foi construído no início dos anos 40 nessa esquina, que foi aquele que sobreviveu sozinho após a criação do Buraco do Lume antes de virar praça.Nos mapas do perído Passos essa curva aparece e seria mantida na regularização do traçado da R. de São José. O prédio que vemos talvez seja a lateral do prédio da Av. Rio Branco e o em seguida que espreme a Rua Rodrigo Silva  é a igreja de N. Senhora do Parto, demolida só nos anos 50, quando o PA para o trecho sobrevivente da velha R. dos Ourives foi finalmente implementado.

Lembro, por fim, que a Rua de São José se prolongava além dos jardins do Ed. Menezes Cortes, na frente da igreja de mesmo nome, e os imóveis ainda certamente não deviam ter sido demolidos para junção da nova avenida monumental da esplanada com a Rua Primeiro de Março.

Essa foto de Malta, retirada do Portal Augusto Malta, que mostra o final do asfaltamento do encontro da Av. Nilo Peçanha com a Rio branco poem fim a nossa pegadinha de maneira definitiva

av-nillo-pecanha-01-portal-malta