Em mais uma foto encaminhada pelo amigo Jason Vogel vemos Copacabana no início dos anos 70, mais precisamente na esquina da Av. Copacabana com Rep. do Perú.

A foto tem vários detalhes interessantes que mostram o mobiliário urbano da época da Guanabara bem como a ambiência da avenida mais movimentada do bairro mais adensado da cidade à época.

E algumas nuances chamam muito a atenção, a começar pelo asfalto, liso, sem emendas e com uma cara muito melhor dos recentes recapeamentos feitos na cidade, o ambiente também parece muito mais limpo, os postes estão sem cartazes, apesar de já bem desgastados, afinal estavam ali desde 1941 quando os canteiros centrais foram retirados, não há uma só pixação ou grafite, resultado da fortíssima fiscalização implementada pelo EGB a partir de Lacerda e mantida com Negrão.

Bem na borda direita da foto vemos um pirulito, ainda padrão da GB com o anúncio da Churrascaria Jardim, estabelecimento que ficava pouco mais a frente na República do Perú e que até hoje deixa saudades em muitos frequentadores de churrascarias. Vemos que também não havia faixa de pedestres a marcação ainda era feita por discos metálicos engastados no pavimento, vemos um no pé da imagem junto ao casal de idosos.

A iluminação pública já estava modernizada para as luminárias da marca Thonson com lâmpadas de vapor de mercúrio, suspensas, nos mesmos lugares das luminárias padrão Light e em pouco menos de 4 anos o sistema da Av. Copacabana seria modernizado de novo, ganhando postes padrão rio de 9 metros, como as outras ruas do bairro.

Além da agência da Caixa, com seu letreiro antigo o comércio da região era focado para lembranças e souvenirs, fomentado pelos vários hotéis da região, comércio esse que permaneceu forte na região até o meio dos anos 80, quando começou a entrar em decadência.

Em relação aos prédios podemos também tecer comentários, quase todos em primero plano foram construídos no auge da especulação imobiliária dos anos 50, de projetos mediocres que contrastam com os edifícios dos anos 40, de balcões abaulados como vemos mais a frente.

Os carros são um capítulo a parte, todos são taxi e todos são VW Zé do Caixão, o preferido da praça, em relação aos ônibus temos diversos modelos se destacando um Mercedes Monobloco, e alguns outros de encarroçadoras como a Metropolitana.

As árvores são Mungubos, uma das tentativas de se rearborizar a Av. Copacabana, desde que suas cássias começaram a morrer devido a poluição dos veículos, os Mungubos vão desse trecho até a praça Serzedelo Correia e apesar de resistentes se mostraram pouco adequadas pois suas folhas largas e escuras apagam a iluminação pública a noite, mas são numerosas nesse trecho até hoje,