O Rio de Fotos publicou ontem, dia 22 de Novembro, duas imagens identificadas como sendo na Tijuca ( http://fotolog.terra.com.br/nder:1807 e http://fotolog.terra.com.br/nder:1808 ), embora o poste em estilo Light-SP, caracterísitico da Av. Pres. Vargas indicasse que estávamos de fato naquela via, vendo partes de um tecido urbano condenado, mas ainda não morto, muitos comentaristas continuaram afirmando que estávamos de fato na Tijuca, inclusive especulando esquinas.

Em uma busca rápida nos meus arquivos mostro que de fato estávamos na Av. Pres. Vargas, nossa imagem mostra o local antes ocupado por uma das Escolas do Imperador, a Benjamin Constant, que fechava um dos lados da Praça XI dando de fundos para o Canal do Mangue. Tendo ela sido demolida por volta de 1937/38 para alegadamente corrigir problemas de embocadura do tráfego que saia do Centro e se dirigia para a Z. Norte, mas a sua demolição pode ser uma das primeiras medidas eugenistas para erradicar o bairro judeu, retirando um equipamento público do local.

Vemos os novos jardins, o canal e por de trás nossos dois imóveis retratados, bem no extremo esquerdo da imagem. A pequena casa térrea de esquina e o sobrado logo após. Ou seja a esquina mostrada no Rio de Fotos era a da velha Praça XI com a Rua Marquês de Pombal.

Nessa outra foto, já dos anos 50, com a a avenida inaugurada temos outra parcial do pequeno prédio térreo, agora no extremo direito da imagem.