Nossa foto de hoje mostra uma pequena parcial do Maracanzinho e do Maracanã, nos tempos de SUDEG ADEG, com os dois equipamentos esportivos ostentando o aspecto após as reformas efeturadas no Governo Carlos Lacerda onde muitos detalhes do estádio, inconcluso desde sua “inauguração” em 1950 foram finalmente terminados, como o revestimento externo em pastilhas, ajardinamento das áreas internas, alguns dos banheiros etc….

Vale lembrar que o complexo nunca foi executado como foi projetado como podemos observar já em dois posts ainda nos tempos do fotolog em 2004 ( http://www.rioquepassou.com.br/2004/04/18/maquete-do-maracana/ ) por inúmeros motivos, mas certamente tendo com o primordial a endêmica descontinuidade administrativa, tão presente em nossos políticos.

Foi com Lacerda que o estádio ganhou a sua cromática clássica, o azul emoldurando o verde, graças ao uso de pastilhas azuis por de cima do concreto que permanecia nú, 12 anos depois do estádio “pronto”. Todos os anos de inconclusão como de mal tratos ( de torcedores a governantes) produzem nos dias de hoje uma estrtura doente, que com a desculpa do “maior do mundo” vem sendo perdidamente reformada, enriquecendo muita gente.

Apesar da mítica do estádio, ele tem inúmeros erros de concepção, mesmo para sua épóca, como a enormidade de espaços perdidos, que se somam a problemas de conservação e de adequaçãos às modernas arenas.

Nos últimos 15 anos o que se gatou o que se gasta no estádio era para ter erguido pelo menos uma arena de última geração, a nivel europeu, que se bem conservada e corretamente concluída poderia durar mais que o velho estádio. Mas se gastam tubos em algo que nunca mais será 100% moderno.

Pela posição central defendo a demolição do estádio ( Wembley, Rose-Bowl, Dallas Dome foram demolidos não obstante o que representavam) com a construção de um novo complexo que manteria a forma básica do velho Maracanã como uma tradição. Ou então a escolha de outro lugar, bem servido de metrô e trens para a construção de um novo e enorme estádio, ficando o Maraca como um velho ícone de uma era passada, abrigando jogos internos e tendo sua função de museu aumentada.

Estamos com sérios problemas de spam e a forma de se comentar será radicalmente alterada, possivelmente passaremos a usar um “autenticador de comentários”, algo que nunca gostei, mas com o site está cada vez se difundindo mais, será necessário. Peço um pouco de paciência se seu comentário não for publicado de forma imediata, mas o anti-spam simplesmente devido ao bombardeio ficou inclemente e está bloqueando praticamente tudo. Em breve a solução será posta em prática