Na quarta feira o Gustavo Lemos respondeu no Saudades do Rio a uma interjeição minha a respeito do charaiz de ferro fundido do Jardim Botânico em seu local original, no Largo da Lapa. Imediatamente ele enviou ao Saudades uma imagem do chafariz em seu local original ( http://fotolog.terra.com.br/luizd:2722 ) pouco antes de ser desmontado e levado ao JB por seu diretor, Barbosa Rodrigues.

Ao mencionar que o repuxo original, instalado por Frei Leandro na primeira metado do séc. XIX ainda existia dentro do JB, embora abandonado, o Gustavo prontamente me enviou por email esta bela imagem de 1860, de autoria de Revert H. Klumb que mostra o velho repuxo em seu local original, o mesmo onde se encontra instalado desde o fim do Séc. XIX o atual chafariz. Há outra imagem de Ferrez se não me engano que mostra ele funcionando.

Mostrada a imagem antiga, apresento uma tirada por mim em 2005, do velho repuxo, abandonado em uma aléia próxima ao chafariz atual, sem nenhuma identificação do que poderia ter sido, além de atacado pelo tempo. Vemos uma emenda grosseira entre a base e o prato e outra em sua base que o deixa muito mais “pescoçudo” que na foto do séc. XIX, acredito que ele tenha sido vítima da queda de alguma árvore nesse período enorme de inatividade e tenha sido consertado de modo grosseiro.

 Bem como percebemos que o repuxo, feito de algum material calcário, possivelmente mármore, foi duramente atacado por anos de exposição a chuva, os contornos superiores do prato se perderam e sua base está sulcada por anos de água escorrendo. É uma pena essa parte da memória do JB estar se perdendo e o pior de forma praticamente desconhecida.