Fronteira de Copacabana com Ipanema, esquina das Ruas Rainha Elizabeth com Canning numa calma tarde dos anos 60.

Estávamos em pleno EGB, facimente identificável pelo pirulito com os nomes das ruas em acrílico branco e pela rede aérea dos Trolleys que entra pela Canning, algo improvável nos dias de hoje, mas expediente comum na época onde os elétricos entravam em hoje pacatas ruas para fazerem seus retornos ou local de ponto final, o que em muitos locais há vestígios até hoje, como os grampos das redes élétricas nas fachadas dos prédios ou postes com o mesmo fim.

Na tranquila esquina a carrocinha da Kibon reina soberana, ainda do modelo dos anos 50 com o improvisado tabuleiro de balas por de cima, modelo este que em breve seria trocado pelo mais popular, em fibra de vidro e com a logo marca em forma de K em alto relevo. Aparentemente o cestinho de lixo da carrocinha, além de uma caixa expositora de balas tinha várias caixinhas de sorvetes.

Por fim a luminária da Light em poste de braço longo dava a Rainha Elizabeth como a Barão de Ipanema e  Domingos Ferreira a exclusividade de tal arranjo, possivelmente pela época que foram iluminadas pela provável falta dos braços padrão da Light, motivo esse pelo qual essas  ruas não tiveram sua iluminação reformuladas nos anos 40, como o resto de Copacanama e Ipanema.

 Vestígios dos ganchos da rede de trolleys no Bairro Peixoto em áreas de esquinas ou grandes vãos, mesmo passados quase 40 anos da desativação do sistema http://goo.gl/maps/8HsJZ  http://goo.gl/maps/WqrKM http://goo.gl/maps/O0wzR  http://goo.gl/maps/A3bv7  há mais alguns mas as câmeras do Street View não foram muito favoráveis