Nas duas imagens de hoje, da Revista Life, vemos a movimentação de uma das típicas filas para a condução no período da Guerra, onde além da falta de combustível toda a produção dos países produtores de automóveis da época estava convertida para equipamentos militares ou sendo destruída por pesados bombardeios.

Estamos na elegantíssima esquina da Av. Rio Branco da com a Pres. Wilson, na calçada do novíssimo Ed. Brasília que tinha acabado de ser entregue há menos de ano da entrada do Brasil na Guerra, a marquise ainda contava com elementos translúcidos em tijolos de vidro para não escurecer a passagem durante o dia.

Pela localização do ponto e pela viação que me parece ser a Excelcior, esse era um dos ônibus que rumavam para os bairros  oceânicos da Z. Sul. Reparem que a Av. Rio Branco ainda possuía seu canteiro central, bem como no poste exclusivo para a sinalização luminosa, que possuía a disposição para até 4 sinais luminosos em direções diversas.

O público dos ônibus, especialmente para a Z. Sul e Grande Tijuca, era bem diferente do bonde. Normalmente pessoas da classe média urbana, que ou abandonou o uso do carro para ir trabalhar diariamente ou de pessoas que iam ao Centro para resolver pequenos apontamento ou fazer compras, sendo o preferido das senhoras.

E pensar que depois do pós guerra, com raríssimos períodos nosso sistema de transporte foi sendo entregue a máfias diversas, que pouco se lixam para que deveria ser a sua finalidade. A última semana com o papa preso em um mar de ônibus engarrafados na Av. Pres. Vargas e a inadmissível pane do sistema de metrô por um até agora mal explicado curto em uma estação que nem funciona, e os que afluíram a esta cidade para o evento católico abandonados a própria sorte na madrugada do dia 24 último em pontos diversos da nossa cidade da Z. Sul até a Av. Brasil  mostraram ao mundo que os grandes eventos pouco contribuíram para a nossa cidade, apenas trazem caos e engordam os bolsos de alguns.

Os mesmos locais hoje: http://goo.gl/maps/5RGr0  e http://goo.gl/maps/9t9kR  infelizmente não podemos oclocar o mesmo ângulo  na Av. Rio Branco, porque depois de ter sido fotografada pelo Street View a noite, ela há mais de ano que está fora do programa, o que cheira mal….