Enquanto na nossa foto de segunda passada, mostramos o Túnel Velho, na de hoje mostramos o Túnel Novo também com a foto tomada de Botafogo. Ao contrário do Velho o Túnel Novo, nos anos 40 ainda guardava sua forma de quando Copacabana não passava de um bairro de veraneio e moradia para alguns poucos.

Construído pela Cia de Construções Civis na Adm. Passos, era de vital interesse para os proprietários de praticamente todo o bairro, pois abria a possibilidade de uma ligação ampla, comparando com a primitiva galeria do Túnel Velho estreita e por muitos anos exclusiva a passagem dos bondes.

Além do mais o novo túnel desembocava no meio do maior naco de terra da Cia de Construções Civis, que ia do fim do Leme, até a altura da Rua Santa Clara, com chácaras de outros proprietários  junto as encostas, como a família Suzano e Felizberto Peixoto,  além de, via Rua da Passagem ligar o bairro a moderna Av. Beira Mar, no que pese o precário trecho junto ao Morro do Pasmado onde hoje é a Av. Pasteur, melhorado já nos anos 10 para completar a promenade marítima idealizada por Passos.

A foto mostra a velha Rua Carlos Peixoto, que engolida pela moderna Av. Lauro Sodré ainda sobrevive no seu traçado original no acesso do Shopping Rio Sul, dava acesso ao túnel e a Copacabana a partir da Rua Lauro Muller. Vemos que a iluminação já havia sido trocada por luminárias pendentes, marca da Adm. Dosdworth, no lugar dos postes padrão Light com braço curto instalados quando da abertura do túnel em 1906.

A arborização é por cássias grandis, tal como era a da velha Av. Salvador Correia e da Av. Copacabana, nesta alguns exemplares  com mais de 70 anos ainda resistem apesar de serem frágeis a poluição dos veículos, fato este que dizimou praticamente todas apartir do meio dos anos 50.