foto de andredecourt en 5/06/04

Ontem alguns me perguntaram o que seria “Aterro Hidráulico” que foi usado no alargamento da praia de Copacabana.

Bem coloco então uma foto do processo, infelizmente essa é a minha pior foto, pois as outras ainda não estão escaneadas, como alguns tem conhecimento, eu fiquei quase um mês sem computador e as coisas não estão todas instaladas no novo micro, o programa do scaner é um deles, mas fico devendo uma ótima, inclusive colorida.

Como expliquei superficialmente ontem o Laboratório Oceanográfico de Lisboa foi o incumbido de fazer os estudos para o alargamento da praia, foi um dos primeiros alargamentos feitos do mundo, e por isso talvez tenha tantos defeitos, como a eterna vala criada que acabou com a alegria dos surfistas e para mim o pior erro, a cor da areia colocada, que hoje consegue ser mais escura que a areia muitas vezes encontrada ao se abrir buracos em ruas próximas a praia, areia essa que se encontra soterrada por asfalto a pelo menos 80 anos.

O grande erro, foi ter trazido a areia da enseada de Botafogo, que poderia ter até a granulação semelhante da areia original, mas é muito mais escura e cheia de sedimentos, somando-se ainda a virulência do aterro, em muitos lugares, afastando o mar 80 metros, isso mesmo, oitenta metros de sua zona de arrebentação original, fato isso que acarreta que a areia nunca é lavada pelo mar em determinadas áreas, no que a transforma num verdadeiro criadouro de fungos e parasitas.

O aterro foi feito da seguinte maneira, várias dragas equipadas com potentes motores sugavam a areia do fundo da enseada, uma parte era depositada em dragas com fundo basculante, que iriam despejar o conteúdo perto da arrebentação, no mar. A outra parte da areia era bombeada, junto com a água através de tubulações que se dirigiam rumo à Copacabana, lá elas eram direcionadas para onde era necessário o carreamento da areia, saindo com pressão e na forma de uma lama, com fortes agravantes, pois como era puxada do fundo de uma enseada que se caracteriza pela ausência de correntes marítimas e estagnação de suas águas, se dirigiam rumo a Copacabana além da areia vários sedimentos como cascalho e conchas, o que ajudou a areia ficar ainda mais escura e nisso a praia ia sendo aterrada, ou dessa maneira direta, ou pela areia jogada pero da zona de arrebentação, onde as correntes faziam o resto.

Na foto crianças fugindo da forte descarga do material para o aterro, podemos ver como era escuro o material, depois mostro a foto colorida.

Comments (17)

oz65 5/06/04 9:03 …

Grande André e sua fantástica arqueologia carioca! Quando se deu esse aterro hidráulico lusitano, meu caro? Na época de Pereira Passos ou depois? Creio ter sido mais tarde, né? E você tem fotos da gênese do aterro do Flamengo? Gostaria de ver isso.

Tô te esperando lá no Forte de Copacabana entre 2 e 6 da tarde, hein! A despeito da traição de São Pedro… HUMPF! Tem boca livre no evento! ;-)

Abração, dotô!

seco_ 5/06/04 11:11 …

Realmente uma aula…

parabéns !!!

Bom Fim de Semana

eduardo bertoni 5/06/04 11:25 …

Tu precisas escrever um livro sobre o RJ.Com o material que tem e o teu conhecimento o livro será, sem dúvida, uma referência. E o livro já está na tua cabeça…basta por no papel.
O CD e o livro já estão com o teu porteiro.
Bom fim de semana,
abs

analyzator 5/06/04 13:37 …

Pelo que sei, esse aterro foi feito no final dos anos 60. Quanto tempo (em meses) durou sua realização?

Uma diferença deste aterro com relação aos demais aterros cariocas é que os outros aterros acarretaram uma diminuição da superfície da Baía de Guanabara.

Assim como o /oz65 em seu comentário acima. também estou interessado em ver fotos do Aterro do Flamengo, durante e nos primeiros anos após sua construção.

fujii 5/06/04 19:33 …

muito legal!

rioencantosmil 6/06/04 10:25 …

não sabia como tinham feito não, seu flog esta uma verdadeira aula, parabens…abraços e bom Domingo…

andreleblon 6/06/04 10:51 …

Foto que marca um acontecimento.
É impressionante, mas muitos cariocas nem sabem que a praia de Copacabana foi mudada de lugar.
Eu me lembro sim de ver essa praia em obras pra esse aterro, isso encontra-se bem vivo na minha memória.
Abraços a todos
André
Eu continuo sem o meu PC até a semana que vem.
Quase tudo foi queimado: a placa mae, o processador,as memorias.Essa brincadeira vai sair mais de mil reais, aí se vai a minha camera digital que eu ia comprar esse mes.

Luís Felipe 6/06/04 11:31 …

André, ótima a idéia do Eduardo Bertoni de você escrever um livro! Que já está escrito! É só transformar todo esse fotolog em livro ! Que histórias fantásticas sobre o nosso querido Rio de Janeiro !Eu cheguei a ver as obras do alargamento da praia , mas não imaginava o que era um “aterro hidráulico “! E a história do encalhamento do San Martin ! Que história mais fantástica ! Parabéns e mil agradecimentos à você e ao Tuminelli por nos trazer esta história !Estou impressionado com esta história ! Eu moro perto deste posto BR na Atlântica !A loja de gerência deste posto é meio que subterrânea e eu estou quase indo lá prá perguntar se dá prá ver algum pedacinho dos restos do navio !Vão me chamar de maluco, mas é isso o que esses seus fotologs nos deixam: “malucos”pelo Rio de Janeiro !!!e que “loucura “saudável !!

tumminelli 7/06/04 2:55 …

Um barato essa foto!

Que areia nojenta! Que contraste com a areia branca que era anunciada para os futuros moradores de Copacabana no inicio do século…

Abs

Roberto

PS: atualizado meu log: Copacabana, casa tipica do inicio do século em foto inédita.
http://www.fotolog.net/tumminelli/?pid=7880971

ze_lobato 7/06/04 17:16 …

Claro que me lembro desses tubulões jorrando essa areia escura e estragando as ondas quase perfeitas que formavam no velho traçado da princesinha. Basta comparar fotos de antes com as de depois deste aterro hidráulico e ver a diferença da formação do traçado de areia, os bancos de areia se acabaram e agora é puro caxote das ondulações!

jro 7/06/04 17:51 …

André,
Eu tenho uma vaga lembrança disto, mas me ocorreu uma dúvida;
Se o tubulão vinha lá de Botafogo, contornando a Urca e o Leme, significa que ele vinha do mar para a areia, certo ?
Na foto, parece que o jato sai na direção do mar, certo ?
Então ele ao subir na praia descrevia uma curva de 180 graus para então jorrar sua “areia hidraulica” na direção do mar.
É isto ?

jro :-) )

ps – minha barba é cíclica….

Antolog 7/06/04 17:58 …

André,

Tem um novo blog com fotos antigas. Mas acho que tem um trabalhinho pra você… veja este post, e veja se você descobre esta:
http://antigamente.flogbrasil.terra.com.br/fotos.php?id_foto=2925852

andredecourt 7/06/04 19:17 …

Que nada Ze Rodrigo vinha pelo túnel Novo mesmo, aproveitando os buracos que já estavam sendo feitos para passar a tubulação do emissário.

A minha tb !!

marcelomartins 7/06/04 20:22 …

Com certeza amigo…na verdade acho ela linda em qualquer filme que tenha feito…Ladrão de Casacas então…nossaaaaa…
;0)

artebrasil 8/06/04 0:36 …

Caramba!!!

Expantosa a cena!

abraços,

William

tricolor 8/06/04 11:58 …

Caramba, André essa foi sinistra…

betob 8/06/04 12:58 …

Me lembro do cheiro de ôvo podre que essa lama tinha…