foto de andredecourt em 25/08/04
O grande cortejo, numa manifestação espontânea nunca vista, sai do Palácio do Catete rumo ao Aeroporto Santos Dumont, onde será embarcado num avião da Cruzeiro do Sul, empresa essa resultante da encampação do Sindicato Condor quando o Brasil entrou em guerra contra o Eixo.

Milhares de pessoas tomam todos os espaços da Av Beira Mar, dentro do palácio durante o velório ocorrem momentos de histerismo e revolta, mas a população ainda está muito chocada, mas alguns pequenos distúrbios já ocorreram desde a manhã do dia anterior, como pedras jogadas contra a embaixada dos EUA, e queima de jornais nas bancas.

Ao chegar as portas da parte militar do Santos Dumont, a situação que era tensa começou a se complicar, os militares da aeronáutica, a 2 dias atrás os mocinhos, já estavam sendo mal vistos e culpados pelo povo pela morte do “velhinho”, e no momento que o acesso para dentro da base logo após a passagem ao esquife foi interrompido, começou-se uma grande confusão, com empurra-empurra. O corpo da guarda assustado com tal multidão fez uma ação intempestiva, abriu fogo de metralhadora contra a turba, os que deram azar de serem os primeiros na multidão caíram, muitos feridos, alguns mortos, o pânico e o pretexto para grupos radicais insuflarem o povo estavam prontos, a multidão se afasta em pânico, mas alguns tomam outras providências.

Um pequeno grupo parte seguindo a Av. General Justo, rumo as instalações civis do Ministério da Aeronáutica, que começam a ser apedrejadas e vítima de coquetéis molotv, novamente o corpo da guarda usa metralhadoras contra os manifestantes, que fogem rumo a Av Pres. Wilson, se encontrando a outro grupo que trava um confronto com os Mariners da Embaixada Americana, esses grupos são então repelidos, embora haja vários caídos no chão, o próximo alvo é perto, do outro lado da rua, o edifício Standart, da Esso, que começa a ser também apedrejado e tem seus portões forçados, com o povo berrando “queima queima..”, várias vidraças já estavam estouradas e um pequeno incêndio irrompia numa das lojas, quando aparece um carro do choque da PE dando tiros para cima da já pequena multidão que foge para a Cinelândia, onde o cenário lembra o de 15 dias atrás carros incendiados, inclusive os de placa amarela, vidros do Monroe quebrados e franco atiradores nas janelas do edifício do Clube Militar, o povo engrossado pelos que estavam na Cinelândia, ruma então enfurecido para o Largo da Carioca e rua do Lavradio, alguns pela 13 de Maio e outros pela rua do Passeio…….continua

Na foto, após serenados os ânimos o cordão de isolamento da PA e da PE ao aeroporto Santos Dumont

Foto cadernos do Edmundo

arafatt disse em 25/08/04 09:22 …

OLÉ

rbpdesigner disse em 25/08/04 09:23 …

que é isso…
me senti na pele dos caras levando tiro!
sinistro
[]s

jro disse em 25/08/04 09:24 …

André, Eu não estudei esta parte da nossa história.
Que bom que voce está nos agraciando com estas aulas de revisão da matéria!

Fui ontem ao redor das 19:00 na expo – super simpática ficou a montagem!
Parebéns para vc e para o Roberto

JRO :-) )

rockrj disse em 25/08/04 09:32 …

Acompanhei nos jornais todos estes acontecimentos na época, mas não dei muita importância, pois não influia no meu mundo de garoto…

clovis_lna disse em 25/08/04 09:36 …

PARABÉNS, POR ESSE TRABALHO !!!…
Suas narrativas e suas fotos estão magníficas…
MAIS UMA VEZ PARABÉNS !!!…

deusadasaguas disse em 25/08/04 09:48 …

Parabéns pelo seu flog!!!

photograph disse em 25/08/04 10:42 …

Olá André!
A foto q eu te disse é uma q vc postou no dia 4 de julho. Não dá para ver muito o sobrado, pois está muito no canto à direita. Mas mesmo assim
fez lembrar, o pessoal aqui de casa.

A minha mãe acha q o uniforme da mulher q está distribuindo os panfletos na frente do ônibus parece ser do Instituto de Educação, aonde as minhas tias estudaram, mas isso ela não tem certeza.
É isso!
[]´s, Eduardo

Antolog disse em 25/08/04 11:26 …

A história que a estória não conta…

alvarogabriel@openlink.com.br disse em 25/08/04 11:39 …

Meu pai contava que tinha um vizinho nosso lá de Ipanema (eu não conheci) que morreu justamente nessa ação covarde e destemperada dos milicos da FAB (aliás, conhecidos na época como fabinhos) que dizem, estavam preparados (pelo oficiais do Galeão)para isso mesmo; atirar ao menor sinal de protesto. Vingar o Major Vaz era a palavra de ordem. Esse nosso vizinho que tombou era um sujeito, coitado, que tinha pelo Getúlio verdadeira adoração porque foi o “velhinho” que, por um dspacho através de bilhetinho, o havia salvo de morrer tuberculoso. Agora vejam como a vida é irônica.

vonelson disse em 25/08/04 12:08 …

nossa! suas informações imagens estão sendo muito importantes para mim, que ainda não estava por aqui nessa época! :) obrigada!
beijinhos
da Maria. :)

luanua disse em 25/08/04 14:04 …

Puxa Andre, espero que a exposição seja um sucesso!!! Pelo bom gosto e aprofundamento na história do RJ que vejo e leio aqui, acredito que o sucesso será garantido!!

Beijos

joelmarinho disse em 25/08/04 14:19 …

grande aula !

guermantes disse em 25/08/04 15:27 …

então, vc foi na exposição ontem?

gabila disse em 25/08/04 15:35 …

Adorei o seu flog!

eduardo bertoni disse em 25/08/04 15:38 …

Texto 1000!!!!!!!!!
Mais uma vez deixo lavrado o meu protesto de não perpetuarem (você e o Tummy) estas aulas num livro. É uma pena estas informações todas se perderem num fotolog que, amanhã, pode sair do ar por decisão de alguns gringos.

ze_lobato disse em 25/08/04 16:03 …

*** Mitapi Paquetá ***
Não sei se vocês leram meu post em http://www.fotolog.net/ze_lobato/?pid=7694264
Pois chegamos na reta final do tour em Paquetá, vai ser sábado agora, se lembram, e para que tudo saia nos conformes, precisamos que vocês confirmem a presença para que a organização possa fazer os preparativos do almoço. Conforme vocês verão no meu post ou no de Pacatatu
http://www.fotolog.net/pacatatu
o responsável da organização e nosso anfitrião na ilha, ninguém será obrigado a almoçar neste ou naquele restaurante, mas como lá é uma ilha e existem algumas arapucas para turista, Pacatatu e Ana Pinta armaram uma especial para fotologgers! No /pacatatu, vcs encontrarão todas as informações de preços e sugestões de cardápio. Aguardamos suas confirmações, um abraço.
PS- Acompanhantes deverão ser contabilizados!

vodca disse em 25/08/04 17:38 …

andre vamos tomar um chopp hj em ipanema às 20:30. Vc topa? Belmonte de Ipanema. /heilborn, /bemaia, /kasersose e talvez /leflaneur.

Jason disse em 25/08/04 17:38 …

Queima! Queima!

Luís Felipe Pires disse em 25/08/04 17:46 …

Faltava pouco mais de 2 meses para eu nascer quando tudo isso aconteceu, e ler essa sua aula de história faz-me reviver emoções que antes eu só havia sentido intra-útero !!!
(PS- ouvi hoje a Rádio JB anunciando a Exposição, dando inclusive destaque às fotos do encalhamento do San Martin !!! Vcs tão ficando famosos !!!)

vodca disse em 25/08/04 19:27 …

mesmo andre. Estou saindo de casa agora. /heilborn chamou o /tumminelli tb. Estamos indo eu, ela, kaser e bemaia. Te vejo lá. beijos – Belmonte Ipanema

Sergio Luis dos Santos disse em 26/08/04 08:37 …

Interessante, não recordo de em algum momento, ter lido sobre estas mortes. Creio que mesmo agora, na “cobertura” da imprensa sobre estes acontecimentos, estejam mencionando as mortes.

Sergio Luis dos Santos disse em 26/08/04 08:39 …

Leia-se NÃO estejam mencionando as mortes.
Vai um adendo. A imprensa brasileira não muda… quando vivo, linchamento, quando morto, endeusamento. E agora, nos dias presentes, para serem mais “simpáticos” as correntes políticas, só falta recomendarem o nome para beatificação.