andredecourt's photo de 27/09/04

Semana Parque Proletário da Gávea

Já nos anos 40, a preocupação dos administradores, com a ocupação irregular de nossa cidade já era mostrada, a favelas como a do Largo da Memória, onde hoje se instala o 23 BPM já haviam ocorrido, pondo inclusive por terra que remoção de favelas era coisa de Carlos Lacerda, elas vinham de antes.
A remoção desta, com mais algumas pequenas deu origem a Parque Proletário da Gávea, em 1942, numa zona industrial decadente, numa região cortada pelo rio Rainha que desce do topo da Gávea rumo ao canal da Marquês de São Vicente esse parque era formado por barracões, que em 1952 já estavam totalmente deteriorados, com péssimas condições sanitárias.
Afonso Eduardo Reidy, talvez um dos maiores arquitetos que já existiram no mundo, vindo de uma interessante experiência urbanística para habitação popular que foi o Conjunto do Pedregulho, na divisa dos bairros de São Cristóvão e Benfica, criou com sua genialidade mais um prédio “fita” ou “serpente”, mas além dele mais um conglomerado de edificações, como era bem de seu estilo como posto de saúde, escola…..
Vemos aqui a maquete do projeto completo e nunca totalmente executado, a Auto Estrada Lagoa Barra, já planejada naquela época passaria abaixo do nível do urbanismo do conjunto, não interferindo na circulação dos pedestres, e eliminando grande parte do ruído do tráfego, o primitivo traçado pode ser visto ali nos portões da PUC.

Comments (34)

jro 27/09/04 08:42 …

Bom começo de semana este tema!

Bom dia.
Soube que vc se empanturrou com lagostas ontem…chic!!!!!

JRO :-) )

Ricardo Carneiro 27/09/04 08:44 …

Olá André…
Como vemos ali atras na maquete, o famoso minhocão, que na época era uma jóia na engenharia carioca.
Depois vou tentar te passar uma foto da avenida Brasil do fim da década de 50, quando ela ainda se chamava “variante”.
Um abraço

andredecourt 27/09/04 08:56 …

Maravilha Ricardo, use o email que está no about !

rockrj 27/09/04 09:08 …

Conheço o minhocão, mas esta avenida que está passando em frente a ele, não estou entendendo sua orientação, pois a lagoa-barra é perpendicular, entrando por baixo dele…

andredecourt 27/09/04 09:09 …

Roberto, com o transcorrer dos post`s v/c vai entender o que se passou nessa área.
A lagoa-barra seria assim, mas acabou não sendo !

lucia 27/09/04 09:12 …

Nessa foto o prédio é tão bonito e interessante….
Outro dia fui levar uma pessoa que trabalha prá mim em casa, na Penha, e o cara, bem coroa me mandava pegar a “variante”, e eu lá sabia o que era variante??? ;) )Lendo o comentário do Ricardo, entendi porque… :O ;)
Bj

schulze 27/09/04 09:59 …

Andre, enviei p/ seu e-mail um link sobre o bondinho de Sta.Teresa – espero que seja útil.

principioativo 27/09/04 10:41 …

fala grande André!
po, a aplicação dessa maquete nesse fundo real ficou perfeita! à primeira vista achei q fosse tudo real! show!
abraços

principioativo 27/09/04 10:42 …

ah, e como tava a lagostada ontem? hehe

alvarogabriel@openlink.com.br 27/09/04 10:45 …

Concordo inteiramente com o André. Afonso Eduardo Reidy é um gênio. A prova disso é uma singela obra no aterro do Flamengo que eu não canso de admirar por mais que passe por lá. Falo da ponte sobre as pistas em frente ao MAM. Imagino que no momento em que o Reidy acabou o desenho da ponte ele deve ter dado um risinho e deve ter pensado: ” – É…”

andredecourt 27/09/04 10:55 …

Alvaro o Aterro todo é obra dele, só algumas instalações como o monumento à Estácio de Sá e aos Mortos da II Guerra não são deles, já o resto é tudo dele, do traçado das pistas, aos prédios, quadras etc..

betotumminelli 27/09/04 11:29 …

Essa foto montagem está ótima!

Vais falar da favelaque ficava onde é o Planetario?

:-) )))

Não rolou muita cachaça não? Só no fim da noite que bebemos um JB 15 anos…

alvarogabriel@openlink.com.br 27/09/04 11:44 …

É verdade, André. O Aterro é praticamente todo do Reidy. Mas se ele só tivesse feito aquela passarela; aquele única e solitária passarela, já teria revelado ao mundo o gênio que era. Aquilo é simplesmente fantástico.

eduardorj 27/09/04 11:55 …

Muito bom!!!

Pela maquete, percebe-se que ficaria ótimo a área ocupada.

Uma pena não ter sido completamente acabado.

Aguardo cenas do próximo post. :)

-
De fato, o resgate do cão foi dramático.

abs

nelson369 27/09/04 12:06 …

Faaaaaaaaaaaala, seu André.
Saudades, meu réio.

Jason tá ali no canto dele. Voltou fazendo biquinho. Que hábito mais estranho, né? Sei lá… Cada qual com seu cada qual.
Abraço grande

apessoa 27/09/04 12:08 …

Ricardo, com todo o respeito “jóia da engenharia” não, né… uma ponte, uma avenida até vá lá, mas o “Minhocão” é jóia da ARQUITETURA carioca…
E um amigo meu está fazendo justamente uma tese de doutorado sobre a abertura da Avenida Brasil, a “variante Rio-Petrópolis”.

apessoa 27/09/04 12:09 …

O Monumento ao Estácio é do Lúcio Costa, e o MMIIGM é do Konder Netto, uma figuraça aliás, que está processando a Prefeitura por ter pintado aquela faixa laranja no Piranhão, que é de autorai dele…

Antolog 27/09/04 12:20 …

Se tudo que saísse das maquetes fossem realmente executadas, seria uma maravilha, mas… fiquei curioso com a “variante”, espero que seja logo postada.

leflaneur 27/09/04 13:44 …

eu acho o minhocão legal, como idéia. Ao menos é sinuoso e não um caixote como os prédios que alguns fazem por aí. Piranhão inclusive.

bwanis 27/09/04 14:20 …

Aprendi mais um pouco hj!!!!
Tenha uma ótima semana!!!
:) ))

myrmoura@aol.com 27/09/04 15:00 …

André Decourt, tomei conhecimento do seu fotolog por intermédio do JB de 12.09.04. Amei. Não nasci no Rio de Janeiro, mas amo esta cidade de paixão. Quando meus pais vieram novamente para o Rio, fomos morar num subúrbio da Leopoldina. Eram só casas e prédios de dois andares. Da varanda da frente víamos o Corcovado e toda a Serra da Carioca; da varanda de trás, toda a Serra dos Órgãos. Naquele tempo, estava sendo construída a atual Av. Brasil, e todos falavam “variante”. Lembro-me de ter ido com minha mãe até lá para saudar o Presidente Dutra, que retornava de uma viagem e passou pela avenida ainda não inaugurada.
Espero continuar reavivando a minha memória com a consulta habitual às suas benvindas fotos.
Marija Y.Rodrigues de Moura

andredecourt 27/09/04 15:09 …

Obrigado pelos elogios Marija

eduardorj 27/09/04 15:30 …

ele usava o chapeu a 15 anos!!!! que se não me engano

huauhauhahuahuahu

hjwery 27/09/04 16:44 …

vc. e fogo, nao devo ter foto do Rio onde vc. nao consegue identificar o lugar. uma grande abs.

odeon 27/09/04 17:15 …

foram esses os prédios
que a PUC não permitiu a construção?

almacarioca 27/09/04 17:23 …

Estudei na PUC em 1968 e lembro bem do Parque Proletáio, na verdade uma favelinha.

rockrj 27/09/04 18:40 …

Tem uma foto `genérica` do seu flog, lá no meu…
Abs

artebrasil 27/09/04 21:25 …

Maravilha de flog! Conheci o Tumminelli ontem, figuraça!

O flog de vcs merece prêmios e mais prêmios. Um espetacular registro!

Abraços,

William

heilborn 27/09/04 23:35 …

Aaaah não vale!

O que foi aquele telefonema? Eu e Bernarda no banho com o seu amigo…

lucia 28/09/04 00:18 …

Tutu tem a mocinha de frente…
Não tá valendo muito a pena, mas… ;) ))

Marcelo Almirante 28/09/04 01:27 …

Sou até fã do Reidy – vide o MAM, mas esse prédio da gávea é uma aberração. Poluição visual para um bairro cheio de charme como a Gávea. Parce coisa do Le Corbusier, só que em curva. Não existe escala humana nessa minhoca de concreto.

andredecourt 28/09/04 09:08 …

Marcelo ele é uma obra não terminada, então não podemos tirar conclusões de froma correta do que ele seria, mas é muito melhor que vários desses lançamentos da CHL e Wrobel !

brites 01/10/04 10:34 …

Não sei no resto do mundo, mas o Brasil parece uma ode ao arquiteto q não consegue concretizar seus projetos, principalmente qdo sociais…

justapsycho 07/08/06 10:37 …

hello, eu necessito os planos que edifício. Você sabe onde obtê-los?
angy.gdss@gmail.com