foto de andredecourt en 15/08/05

Av. Brasil 1956

Vemos numa foto infelizmente não muito nítida a Av. Brasil no seu trecho de São Cristóvão, o primeiro a ser aberto, que o fazia diferir dos trechos seguintes em urbanismo, como iluminação pública, largura dos canteiros, e existência ou não das pistas laterais.

Esse trecho foi planejado como Av. Norte ainda nos anos 20/30, como uma continuação da rua Bela, e teria seu traçado até as cercanias da fundação Oswaldo Cruz, fazendo parte de um plano para uma parte nova do bairro de Bonsucesso, um distrito industrial na Baixada de Manguinhos.

Com algumas mudanças de traçado ela começou a ser construída, com sua finalidade inicial, mas como também prolongada até pouco depois do entroncamento da Rod. Washington Luiz, em Parada de Lucas, sua finalidade agora era ser via de penetração para os novos bairros industriais que estavam sendo criados numa região ainda praticamente descampada e em muitos trechos conquistada do mar com o aterramento das várias pequenas enseadas que existiam no litoral do Caju até a Penha. Alem disso a Av. Brasil passou a ser também a solução para a rápida ligação rodoviária da Capital Federal para Niterói e Cidades Serranas do Estado do Rio, pois não seria mais necessário acompanhar a linha da Leopoldina Railway se sujeitando aos humores do tráfego local dos bairros suburbanos.

No final dos anos 50 começaram as obras de seu prolongamento até os rincões da zona Oeste, e também uma ligação com a nova Rio-São Paulo, sendo então feita uma nova avenida a Av. das Bandeiras, essa distinção permaneceu até os anos 60/70 quando as duas avenidas foram unificadas.

Essa foto segundo foi apurado mostra a oficina da Mercedes Benz chamada Distribuidores Unidos do Brasil S.A., que foi a primeira oficina da MB no pós querra, segundo o Jason apurou ela (“Eles pintavam os carros, que vinham sem cor da Alemanha, montavam lotações e bancavam os motoristas de caminhão que trocavam os Ford e Chevrolet por Mercedes.”) , tinham duas oficinas mas essa ficava na esquina da Av. Brasil na esquina com a rua Ricardo Machado, ou seja esse trecho da Av. Brasil é entre o viaduto da Linha Vermelha e as rampas de subida para a Ponte e a Perimetral.

Em breve postarei fotos da construção da Av. das Bandeiras.

Comments (24)

Luiz D´ 15/08/05 10:32 …

Do nada ao nada em 50 anos.
O Distrito Industrial da área de Bonsucesso, que teve seu apogeu nas últimas décadas do século XX, é hoje um parque industrial quase que totalmente abandonado.
Dezenas de fábricas em torno da Av. Itaóca e da Estrada do Itararé foram desativadas e dominadas pelas favelas do Complexo do Alemão, Nova Brasília e outras.
Do lado de cá da Av. Brasil, toda a área vizinha às linhas Amarela e Vermelha é ocupada por favelas, com tiroteios frequentes.
O comércio de armas e de drogas dominou parte do território do Rio de Janeiro, onde estabeleceu suas próprias leis, com a omissão e conivência do Estado.
Seguidos Governos tolerantes, populistas e demagógicos, acabaram com toda uma região do Rio de Janeiro, com reflexos em todo o Estado.
Todos os dias há notícias de baleados entre a população ordeira.
A capacidade de indignação esvaiu-se.
Vive-se apavorado – até parar no sinal vermelho é motivo de tensão.
Três residências foram invadidas em Copacabana neste domingo.
Na Barra igual.
Alguém aí sabe algo de nossa atual Governadora?
É o caos!
http://fotolog.terra.com.br/luizd

Rafael Netto 15/08/05 10:40 …

Tem como saber o local exato dessa foto? Podemos identificar os morros lá atrás, então a foto foi tirada no sentido Centro. Seria essa a curva onde hoje passa a Linha Vermelha?

andredecourt 15/08/05 10:43 …

Rafael acho é próximo ao viaduto de Benfica

A concessionaria ou oficina Mercedes alí pode ajudar, espero Jason passar aqui prá ver se ele sabe dessa oficina

Waldenir 15/08/05 10:46 …

Interessante é observar o volume do trânsito,praticamente nenhum.E quanto a esta oficina,ou fábrica(?)da Mercedes-Benz,acho que não existe mais.

rodperez 15/08/05 10:48 …

interessante!!

ja viu a expo do marc ferrez?????

Gustavo -= Fotografo 15/08/05 10:53 …

Vamos marcar uma ida grupal na Expo do Marc Ferrez?

JRO 15/08/05 10:55 …

Aquele morro lá no fundo se parece com o Corcovado.
Pode ser??

Jro :-) ))

JRO 15/08/05 10:59 …

Existia uma grande revenda MB chamada Tudauto, se não me engano…MAS ACHO QUE ME ENGANO, acho que era um outro nome.
Eles fizeram um grande predio na altura da saída da Rio-Petrópolis.

andredecourt 15/08/05 11:04 …

Zé Rodrigo é o Corcovado, a perspectiva da Av. Brasil é essa.

Quanto a oficina da MB poderia ser até essa que vc falou em outro e novo endereço…..esperemos o Jason que certamente tem alguma ordem de serviço dela guardade em seus alfarrábios ..hehehehe

Rafael Netto 15/08/05 11:16 …

Pela direção só pode ser o trecho próximo ao viaduto da Linha Vermelha (estou vendo no GoogleEarth…). Arriscaria até dizer que essa foto foi tirada daquele prédio que foi da Willys, demolido há pouco tempo.

tumminelli 15/08/05 11:40 …

Essa concessionaria que o Ze falou não é um predio de tijolos aparentes? Que fica numa esquina que está abandonado?

Gostei da foto.

Amanha o post duplo do metrô?

Gostei da ideia do Gustavo.

:-) ))))

AG 15/08/05 11:46 …

Nesses anos todos, fomos depenados por governos que nunca amaram esta terra.
Seguiram a tradição dos ex-governos federais que faziam do Rio apenas um palco para suas apresentações nacionais.
No máximo, permitiam que os prefeitos (outros autocentrados; ególatras) fizessem uma maquiagem superficial nas áreas consideradas cartões postais da capital.

Quando o “Catete” mudou-se para Brasília tivemos aqui no máximo dois (com boa vontade três)governantes que fizeram alguma coisa pelo Rio.
O Lacerda, por exemplo, apesar de não seguir uma linha política muito lá do meu gosto, fez algumas obras que estão até hoje dando sustentação a esta cidade e, por extenção, ao estado. Mas já lá vão quase quarenta!!!! anos.

De resto só tivemos aqui pessoas que fizeram desta terra um trampolim para suas ambições rasteiras.

Pior é que da “redentora” para cá só tivemos “governos” com o pé em São Paulo, Minas, Maranhão, Alagoas e ABC Paulista.
Vejo o caso do Luiz Inácio; o Rio pode acabar, ou mudar-se para a China, ou ser comido pelos caranguejos que nem é com ele. Para o sapo barbudo (que temos que engulir) isso aqui não passa de uma terra em que vive todo mundo na praia, cheirando cocaína, cantando a mulher dos outros.
Bem feito, quem manda o Rio dar 80 por cento de votos ao chefe (covarde e mentiroso) dessa camarilha que se apossou do Brasil.

Se algum dia o carioca soube votar deve ter jogado a receita no emissário submarino.

andredecourt 15/08/05 11:57 …

Jason ocupado como o fechamento do caderno de quarta me passou um email telegráfico, com informações já captadas de uma fonte, transcrevo ele aqui:

“Já temos boas pistas: foi o primeiro representante Mercedes no Rio, no pós-guerra.

Eles pintavam os carros, que vinham sem cor da Alemanha, montavam lotações e bancavam os motoristas de caminhão que trocavam os Ford e Chevrolet por Mercedes.

Até o fim da tarde, te passo mais detalhes e o nome da empresa.”

rodperez 15/08/05 13:21 …

moro muito perto do IMS. qaundo voce for, me avisa

JRO 15/08/05 15:19 …

Advogando muito, Dr André?

odeon 15/08/05 15:48 …

O casal garotinho precisa ser banido!
As estatísticas sobre o rio estão apresentando números impressionantemente ruins.
Precisamos fazer uma
grande campanha contra esse casal!!!
Em todos os lugares, nos carros, nas janelas, na camiseta.
Por favor, vamos nos mobilizar!

Marcelo Almirante 15/08/05 17:11 …

Outro escândalo na cidade são falsas ONG’s que recebem dinheiros dos yankees para incentivar à população ordeira a se desarmar. Quem vai adorar são os criminosos, é claro.

“Seja um escravo, desarme-se.”

Milu 15/08/05 17:54 …

A ESUSA- Empresa de Serviços Urbanos – construi o muro que agora divide a av. Brasil, em 1970.
Também construi um ótimo conjunto habitacional na av. Itararé, que agora é um favelão.
http://fotolog.terra.com.br/cartepostale

Mauro_AZ 15/08/05 18:50 …

Tambem acho que esse local e’ proximo a onde esta’ hoje o viaduto de Benfica, e que dobrando nessa rua onde esta’ o predio com o logo da Merecedes, vai se chegar inevitavelmente `as cercanias do maior e mais belo estadio particular de clube do Rio de Janeiro. ;)

leflaneur 16/08/05 1:53 …

Eu não me desarmo. Conservo em casa minha velha espada e etc. O que é uma arma, afinal? O fato da população ordeira, que compra em lojas, irá diminuir a criminalidade???

Evidentemente que isso é uma brincadeira. Então, no dia do plebiscito, vou votar com armadura, espada e esporão. Vou votar livremente. Afinal, o que se pretende?

O que é arma????

Rafael Netto 16/08/05 9:37 …

Falando nisso, alguém reparou que no último filme do Batman o Bruce Wayne usa um revólver brasileiro?

AG 16/08/05 11:43 …

Rafael, perdão da minha ignorância, mas como você percebeu que o revolver do Bruce Wayne era Taurus ou CBC, ou Rossi, ou Boito ?
É pelo modelo ? Ou dava para ver a logomarca.
Confesso que vi o filme mas não reparei esse detalhe. Aliás, cá para nós, é o melhor filme do Batman que eu vi até agora. O Tim Burton que me perdoe mas o Christopher Nolan deu um banho.

Rafael Netto 16/08/05 12:15 …

É uma cena que ele está segurando o revólver e olha pra arma pensativo. Aparece o revolver em close, está escrito no cano “TAURUS BRASIL”.

JRO 16/08/05 12:35 …

CARACA!
Vou ver de novo só para ver isto.
O Rafael tem olhos de lince!!!

Jro :-) )