andredecourt's Foto von 29.08.05

Av. Atlantica 1919

Vemos nessa foto, possivelmente de Malta os retoques finais da duplicação da Av. Atlântica no final dos anos 10.

Operários da Light retiram dos postes junto as casas os braços e a rede aérea das luminárias que iluminavam a via desde a sua inauguração em 1910, substituídos pelas novas luminárias de 3 globos no centro da pista que aí ficariam até 1936, substituídas por outras, de novo junto as construções, que resistem bravamente até hoje, muitas inclusive tirando onda de boêmias da Lapa na rua do Lavradio, levadas para lá na administração Conde, não obstante o fato delas serem tombadas junto como o conjunto urbanístico da Av. Atlântica, nesta operação nenhum órgão de proteção ao patrimônio histórico reclamou, o que é muito suspeito.

Na foto também vemos o obelisco comemorativo desta duplicação, em seu lugar original, na esquina da rua Almirante Gonçalves, que comprova que essa foto foi tirada da esquina da rua Djalma Urich, em direção ao posto VI. Esse obelisco nos anos 30 também foi retirado daí e levado para o fim do Leme, onde se encontra até hoje no mesmo lugar.

Vemos também pequenos coqueiros plantados no alinhamento dos postes, eles não chegaram enm a se desenvolver já nos anos 20 eles sumiram, para liberar mais espaço para o parqueamento de automóveis no centro da pista.

Comments (15)

brites 29.08.05 09:40 …

Vc realmente é o supra sumo do detalhista!!!
Q beleza ter o privilégio de se deixar guiar assim pelo Rio antigo! Muito obrigada pelo seu flog!!! Agradeço em pensamento cada vez q vanho aqui!
*s boa semana!

Rafael Netto 29.08.05 09:50 …

Tenho uma dúvida sobre a largura da Atlântica. Por muito tempo eu pensei que o degrau de pedra da calçada junto aos prédios seria o degrau que levava à areia antes da duplicação. Mas ultimamente passando lá estou achando que a rua seria estreita demais. Não há dúvidas quanto à calçada original junto aos prédios, graças aos postes e aos ralos que ainda existem, mas não consegui determinar onde ficava a areia.

jban 29.08.05 09:52 …

Foto tirada à tarde e no inverno pela posição da sombra…

Luiz D´ 29.08.05 10:00 …

Ali perto do Posto V, mais ou menos o local da foto, sempre havia problema com falta de areia. O mar vinha até quase à mureta de pedra.
Quem diria que esta traquila avenida iria se transformar no que é hoje!
E que beleza não ter arranha-céus!
http://fotolog.terra.com.br/luizd

andredecourt 29.08.05 10:06 …

Rafael eu também achava isso, mas nesse último ano vendo fotos do aterro e alargamento da Av. Atlântica nos anos 70, me convenci que era estreita mesmo, um espanto.

Essa fot do Tumminelli é reveladora : http://ubbibr.fotolog.net/tumminelli/?photo_id=10524011

Waldenir 29.08.05 10:42 …

Este obelisco,atualmente meio danificado(faltam letras nas inscrições)está na frente do CEP do Exército,passei por ele ontem.
Mas o que é aquela “elevação” na extremidade esquerda da foto? Parece uma rampa,mais ou menos na altura do forte.

andredecourt 29.08.05 11:02 …

É o relevo original do local aonde está o forte, nessa época ele ainda estava em construção e a rocha dendo cortada

Leflaneur 29.08.05 11:52 …

Medo de ressaca nessa época, olha o mar ali, se fingindo de calminho…

AG 29.08.05 12:08 …

O que o Leflaneur pensou, pensei eu. Quando havia ressaca devia ser um “deus-nos-acuda”; a água devia apagar o fogão a lenha lá na cozinha.
Não sei se foi o André ou Sr. Tutu que já postou os estragos de uma ressaca no início do século. Devia ser assustador.
Ou não, sei lá, esse mundo mudou tanto ?
Por exemplo, as amedoeiras de Santa Teresa trocaram as folhas extemporâneamente. Ninguém entendeu nada. Nem um amigo meu que mora lá.

Rafael Netto 29.08.05 12:35 …

A minha dúvida é se a calçada junto à praia ficava onde hoje é o limite da calçada interna, ou se era onde fica o estacionamento. O caimento da calçada (que segue o da antiga rua) e alguns ralos indicam que seria no lugar do estacionamento, mas ainda não tenho certeza. Nem a foto do Tumminelli resolve.
O que tenho quase certeza é que o degrau de pedra curvo é o mesmo que dava acesso à areia, só não sei se ele está no lugar original ou se foi recuado.

Marcelo Almirante 29.08.05 13:49 …

Segundo relatos, as tempestades solares estão mais fortes, contribuindo para o aquecimento da Terra. Nós aqui no Rio que em tempos passados recebíamos o “fim” das frentes frias, agora vivemos numa área de domínio da massa de ar tropical, dificultando a entrada das frentes frias.

Comecei a sentir essa mudança a partir de meados dos anos 90. Em pensar que em 1984 a temperatura chegou a 11 graus em pleno Flamamengo, quando um senhor, que dormina na rua, morreu de frio.

Lembro que no dito inverno a temperatura ao longo do dia na cidade não passava dos 25 graus, chegando ao 20-19 graus todas as noites, e 18-16 graus nos dias mais frios, e 15-14 graus nos dias excepcionais.

Esse ano, apesar da temperatura ter caído em relação ao verão, tirando alguns dias de julho, praticamente não usei agasalhos, nem à noite.

Fotos Antigas do Rio de Janeiro
http://www.flickr.com/photos/quadro

betotumminelli 29.08.05 14:01 …

Por coincidencia acabei de postar uma foto do efeito das ressacas lá no Flickr… nem sabia da foto daqui e dos comentarios.
http://www.flickr.com/photos/carioca_da_gema/38290382/

Pelo que a gente viu numas fotos do Calos Doufriche o obelisco ficava onde hj está a elevatoria de parafuso do interceptor oceanico.

O que estou achando estranho ai nessa foro é não haver as tipicas coniferas da casa onde hj é a Help, a não ser que ela esteja atras do fotografo e essa foto tenha sido tirada da posição ende hj está o Bobs ou no predio seguinte.

Me manda ela grande

photomechanica 29.08.05 14:59 …

Linda esta praia, lindos estes postes, lindas as ressacas que estão por chegar, Lidos os telhados coniferos do Tutu, tudo está lindo, mas a pergunta que não quer se calar:
Voce comprou um Daimler???
:-) ))

Marcelo Almirante 29.08.05 17:04 …

Considerando o trecho onde a praia é mais estreita, deveria se Miguel Lemos ou Xavier da Silveira. Mistérios.

Estou postando uma foto tirada de avião nos anos 20, com os danos de uma ressaca, no seguinte link:

http://www.flickr.com/photos/quadro/

seeds 29.08.05 21:26 …

André, já há algum tempo venho tendo uma dúvida que virou até aposta. Tinha esquecido do assunto até hoje, vendo a foto da Atlântica que vc postou. Refere-se ao Cassino Atlântico. Lembro-me vagamente, muito criança, de marquises em semi-circulo na fachada da construção. Muito grandes e muito projetadas para a frente. Eu, criança, temia que elas se quebrassem e viessem em cima de mim quando estivesse passando. Estarei confundindo o Cassino com algum outro prédio. Teria você alguma foto do prédio, mesmo que seja da TV Rio mesmo? Poderia postá-la uma hora dessas? Se não for o Cassino, tem idéia de algum cinema ou teatro dos anos 50 com marquises assim?Obrigado.