andredecourt's foto van 6-10-05

Com o passar dos anos o pequeno prédio foi engolido por seus vizinhos e passou a ser com alguns prédios da região do Lido, como o do hotel Império na Av. Copacabana, praticamente atrás do do Palacete Atlântico e como outros espalhados, como o Ferrini, pelo bairro enclaves de uma época distante num bairro que crescia para cima.

Com a chegada dos anos 70, e o total exaurimento das casas nos trechos mais movimentados do bairo, a especulação imobiliária virou suas picaretas para os velhos prédios, muitos de apenas um proprietário.

Em 1974 o Palacete Atlântico não resistiu as picaretas e foi demolido, como podemos ver por essa foto, verdadeiro flagrande da especulação imobiliária em ação.

Comments (23)

lucia 6-10-05 9:18 …

Buenas!

:)

Não me lembro desse prédio.

jban 6-10-05 10:24 …

É que você era muito pequena na época !
;-)

lucia 6-10-05 10:29 …

Até que não… ;)

Eu vou bem e você, Decourt??

:) )

Já MORRI de rir com o Bertoni hoje, e a história do AG…

Marcelo Almirante 6-10-05 10:36 …

Rio de hoje
Rio ontem
antes mais selecta
hoje mais esculhambada

Antes mais serena e fresca
hoje mais quente e abafada

Partiram os deuses gregos
partiram todos
e deixaram-me sozinho

ou ao lado de tribos rudes, barulhentas e estrannhas,
ou ao lado da frieza e do silêncio de gente sombria

Os poetas, os artistas estão todos mortos, restando suas tumbas para serem visitadas. Restaram também os arquivos das bibliotecas, dos museus, dos colecionadores.

Ah os colecionadores,
Aqueles que catam, migalha por migalha,
víscera por víscera
restos do passado do corpo da cidade que se esfacelou, vítima de uma série de atentados a bomba

Não sabemos onde está sua cabeça, onde foram parar seus braços, nem seu cérebro.

Ficou apenas um plano de reconstrução, junto de um plano de intenção, que se arrastam, junto como os membros amputados da cidade partida, que vive flechada como seu padroeiro

Marcelo Almirante 6-10-05 10:36 …

Surgi aqui, mas aqui sou estrangeiro
pois não pertenço a nenhum cacho de suas elites,
nem de suas tribos

Estou sempre na curva da morte
vide o link do final

a caminho do oceano da zona sul
onde o cenário encanta num frescor
no horizonte do atlântico que se preserva e se guarda,
como se tivesse um caso de amor somente com a guanabara
aquela
que morreu
que se foi
e nunca mais voltou

Mesmo o atlântico me parece triste
pois me parece que ele não suporta ver mais provar o lodo fétido
do corpo cadavérico de sua cidade amada
que lhe sufoca.

http://www.flickr.com/photos/quadro/49815874/

Waldenir 6-10-05 10:46 …

Por esta foto,se vê o nível das construções da época…um prédio possivelmente de classe média (ou média-alta,que seja) com colunas dóricas na entrada.Os cantos dos volumes laterais,em curva e com molduras,também atestam uma qualidade que desapareceu.

andredecourt 6-10-05 11:04 …

Waldenir o que atesta a qualidade da construção é a gicantesca viga que três operarios se esforçam para destruír acima na janela mais à esquerda

Luiz D´ 6-10-05 11:09 …

Depois do primeiro “bota-abaixo”, esta época da década de 1950/1960 foi o segundo “bota-abaixo” em Copacabana.
http://fotolog.terra.com.br/luizd

photomechanica 6-10-05 11:49 …

Quem foi que construiu este prédio? Minha irmão mora num edifício meio art decô muito bonito na Ronald Carvalho, em frente a praça.

AG 6-10-05 12:25 …

Eu nem falo mais nada.
Fazer o que ?
É o progresso, é a “mudernidade”, é o avanço tecnológico, é a necesidade de crescer, é a expansão da cidade;
é uma merda…

photomechanica 6-10-05 12:27 …

Minha irmão é phoda!
Minha irmã, claro, e o predio onde ela mora foi construido pelo avô do meu cunhado.

Rafael Netto 6-10-05 13:05 …

O volume da viga não é necessariamente atestado de qualidade, e sim de limitação tecnológica.

Na década de 1920 ainda não existiam o cálculo estrutural e o concreto que existem hoje.
Não era possível construir prédios com pilotis, por exemplo. As construções tinham que ser muito mais “massudas”.

edubt 6-10-05 14:03 …

E isso continua… hj de braços dados a Demolidora Carioca com as RJZ, CHL e outras…

Ate ia falar uma coisa aqui mas vou ficar quieto pra não ser processdo

andredecourt 6-10-05 14:43 …

Rafael, há um prédio de pilotis dos anos 20, a possibilidade existia, é que ninguem tinha pensado nisso ainda !!!

leflaneur 6-10-05 15:24 …

Morrendo de rir do AG aqui… :) ))

 

prfragoso 7-10-05 0:21 …

Incrível como essa fachada se parecia tanto com uma que existe num prédio da Rua das Laranjeiras…
Quando tiver oportunidade vou fotografar para tirar isso a limpo!

Cadu 7-10-05 0:21 …

teu fotolog continua ótimo
se me permite, gostaria de dar 1 sugestão: pq nao faz 1 série sobre favelas? afinal o tema da remoção tá em voga atualmente…poderia ser 1 boa, oq acha?

eduardo bertoni 7-10-05 4:03 …

Me lembro muito bem do Palacete Atlântico. Na época a minha ignorância não admitia um prédio velho, caindo aos pedaços, na Av. Atlântica. Hoje eu queria que ele estivesse em pé e eu morando nele.
O Hotel Império que vc. referiu era o prédio aqui do lado de casa que virou shopping?
Abraços,
Bertoni
http://www.fotolog.terra.com.br/outromundo