andredecourt's photo from 1/31/06

Penha, anos 60

Nessa foto aérea tendo em primeiro plano a pitoresca igreja, vemos o bairro da Penha e seus arredores na primeira metade dos anos 60.

Vemos boas diferenças da Penha dessa época para hoje.

O que reparamos primeiro é que há pouquíssimos barracos da favela Morro do Cariri na empena direita do morro, na parte inferior da foto.

Vemos com destaque o conjunto do IAPI, que já foi mostrado nos primórdios desse flog. (  http://www.rioquepassou.com.br/2004/01/03/) onde além de percebermos, quando comparando as fotos, como a linha litorânea se deslocou para frente em pouco mais de 20 anos, vemos também a enorme área vazia à direita do conjunto, praticamente na fronteira da Penha Circular com Olaria.

Esse grande espaço foi ocupado por muitos anos por um abatedouro, narrado nas crônicas de Brasil Gerson e palco, nos anos 50 do tenebroso crime da Fera da Penha, onde uma criança foi morta por ciúmes e inveja. Hoje essa área é ocupada por grandes galpões comerciais.

Com algum esforço podemos ver o campo do Olaria AC. Na rua Bariri.

Indo mais para direita vemos a praia de Ramos no seu segundo lugar, devido o aterro para a Av. Brasil que destruiu a praia e o porto de Maria Angu.

No fundo vemos as pistas do Galeão, o aeroporto Tom Jobim ainda nem sonhava em existir. E o litoral dessa parte da Ilha, ainda se mostrava sem os aterros retificadores, inclusive uma das ilhas que sumiram com a construção da Linha Vermelha aparece nessa foto.

Mais a direita, vemos, os esqueletos do hospital Universitário e uma ainda quase deserta ilha do Fundão.

Logicamente sábado, se tudo der certo, todos esses detalhes aqui apontados serão mostrados em um post especial, onde toda a resolução desta fantástica foto poderá ser aproveitada.

Foto: Coleção Desmond Cole

Comments (17)

bi48 1/31/06 6:00 AM …

bonita foto

Wagner Santos 1/31/06 6:24 AM …

Caraca! Em pouco mais de trinta anos este espaço ao redor do morro foi totalmente ocupado por favelas.

Vila Cruzeiro, Chatuba, Caixa Dágua, etc, tomaram o cenário… É uma grande pena…

meizinha 1/31/06 6:49 AM …

Excelente esta foto!

Daniel 1/31/06 6:57 AM …

Seu fotolog é massa, gostei. Amei a foto tambem.

Passa la no meu site depois http://www.zezao.com

se puder me ajudar e adicionar um link ai do lado direito em seus links ficarei felixxx

abraços…
até depois

Rafael Netto 1/31/06 7:10 AM …

Morro também tem empena?

Cadê a Av. Brasil?

http://fotolog.terra.com.br/rafael_netto

Lefla 1/31/06 7:29 AM …

Ai, minha Nossa Senhora da Penha, ajudai-me a sair desse inferno em que me encontro… ;)

photomechanica 1/31/06 7:30 AM …

Caso morro tenha empena, esta também pode ser cega?
Cadê os Ladraulicos Hidrilhos?

luiz_d 1/31/06 7:53 AM …

Hoje é só favela para todo lado por aí.
Uma pena!

Veja o Porto de Maria Angu citado pelo André em http://fotolog.terra.com.br/luizd:73

antolog 1/31/06 9:10 AM …

Foto sensacional, de um angulo diferente.

edubt 1/31/06 9:22 AM …

Agora é so favela… favela… favela… lugarzinho perigoso. Tim Lopes e outras vitima que o diga.

Uma pena pq a Igreja da Penha é muito simpática.

rioencantosmil 1/31/06 11:00 AM …

oi…legal ainda não tinha visto por esse angulo, mas já brinquei no parque que tem la embaixo na subida…abraços

AG 1/31/06 12:51 PM …

Olhando a foto assim de relance, lembrei de várias musicas.
A primeira, para variar, é do mestre Nei Lopes:

Saí de Maria Angu
Levando meu caçuá
Pra pegar carangueijo
em Piabeta.

E tem o hino do Olaria (ah, nesse eu te peguei) composta pelo Lamartine Babo:

Olaria, teu esforço, tua glória,
Estão crescendo dia a dia, Olaria.
Tua vida envaidece a torcida, Olaria.
Tua camisa azul e branco tem um “quê” de simpatia.
(…)
Tu vieste à Zona Norte,
Clube da faixa azul-celeste,
És do esporte… pelo esporte.

Depois tem a do Aldir Blanc e João Bosco:

Nas escadas da Penha, penou
No cotoco de vela, velou
A doideira da chama chamou
O seu anjo-de-guarda.

E tem a do Zeca Pagodinho que diz:

Se eu vou na Mangueira ela vai
Se eu vou na Portela ela está
Ela vai no Cacique de Ramos
Ela vai no Estácio de Sá
Ela vai no pagode em Xerém
Ela vai no pagode em Irajá

E por fim, tem o sacana do Dicró que diz:

Vêm rádio, jornais e revistas
Tem até turista do mundo inteiro
Por isso é que o Piscinão
É o orgulho do meu Rio de Janeiro.

E deve ter muito mais música, mas por incrível que pareça eu estou trabalhando.

jason_1900 1/31/06 1:05 PM …

Vá à Penha e divirta-se no Parque Shangai!

Mauro_AZ 1/31/06 3:37 PM …

Olha la’ o alcapao da Rua Bariri… Ja’ sofri muito naquele lugar. Calor de 40 graus, arquibancadas apinhadas, gente imprensada no alambrado, o time visitante nao conseguindo trocar um passe rasteiro por causa do campo desnivelado e esburacado, goleiro do Olaria pegando ate’ pensamento… E ainda por cima no finalzinho, chutao pra frente de um becao olariense que vai cair no pe’ do atacante ligeirinho, e e’ gol. Vi esse filme algumas vezes. Agora, do hino do Olaria eu nao me lembrava nao. So’ mesmo o ilustre AG para conseguir essa facanha.

Me lembro que quando eu era garoto e jogava basquete na categoria mirim, fomos `a Rua Bariri jogar contra o Olaria e eles fizeram a molecagem de encerar a quadra e passar breu nas sola dos tenis deles para nao escorregarem. Quando gastava, o tecnico pedia tempo para passar mais breu. E o nosso time so’ escorregando. O alcapao nao era mole.

jban 1/31/06 3:55 PM …

Aquele descampado não é a Eugenio Jardim ????

jban 1/31/06 3:56 PM …

Belo ângulo, André !!

Rafael Netto 1/31/06 5:53 PM …

Decourt, apresentei meu fotolog para o C.A.T., aquele do Globo, que eu conheço de longa data. Ele tem uma pergunta sobre aquela foto da Rua México. Veja lá no post.

http://fotolog.terra.com.br/rafael_netto:139