andredecourts foton från 2006-11-16

Rua Sete de Setembro com Primeiro de Março.

Nessa foto do final do sec. XIX vemos as obras de ecletização da antiga catedral em andamento.

Praticamente toda a fachada virada para a Rua 7 de Setembro está ganhando contornos como conhecemos hoje, inclusive nesse trecho a largura da via já está igual aos nossos dias. Mas é na torre, ainda de feitio colonial que as melhores surpresas da foto estão reservadas.

Com a chegada da família imperial houve uma imediata ocupação por parte dos monarcas de três imóveis da região, o Passo Imperial, a Cadeia e o Convento do Carmo, usado basicamente para abrigar a biblioteca de D. João VI, despejando-se para isso os padres carmelitas.

Mas para a família imperial não ir a rua, na época não Primeiro de Março, mas sim o fim da rua da Misericórdia foi construído um passadiço inicialmente de madeira, depois de alvenaria, ligando os dois prédios, o Passo ao Convento do Carmo. Outro também foi construído ligando o Passo à Cadeia, mas teve vida curta com a criação da Constituinte de 1923.

Na época a Rua do Cano, atual 7 de Setembro ainda não chegava a Praça XV, terminando na Rua do Carmo, mas com o seu prolongamento em 1858, houve a necessidade da construção de mais um passadiço ligando o Convento do Carmo a Capela Imperial, na Catedral.

Esse passadiço sobreviveu até os tempos republicanos, sendo depois demolido, mas na foto a velha torre sineira da Catedral, que em breve seria demolida para a substituição pela a atual, que quase caiu por falta de conservação, mostra em sua empena virada para a Sete de Setembro vestígios do passadiço.

Há marcas de um beiral, bem flagrantes, mas o que chama a atenção e é a prova irrefutável desse passadiço é a grande porta, envolta em uma pintura mais escura, indicando a existência de um demolido corredor.

A foto ainda nos mostra detalhes dos transeuntes e no topo da torre o famoso “galo”, que na velha cidade imperial era o instrumento mais usado pela população para conferir a direção dos ventos que sopravam da baia para dentro da velha cidade.

Comments (9)

Luiz D’ 2006-11-16 07:30 …

Bela foto e excelentes informações (apesar dos atos falhos do texto…).

Começou o 4º ano deste espaço dando “show”!

Waldenir 2006-11-16 07:42 …

Bom dia, André.
Oficialmente,então,o aniversário é hoje. Parabéns, e que o seu fotolog,assim como aqueles dos nossos colegas,continuem sendo sempre uma referência quando se fala de Rio Antigo.
Pela foto de hoje,apenas a fachada lateral da igreja (voltada para a Sete de Setembro)ainda permanece igual.A torre foi completamente refeita (deve ter mais do que o dobro da altura agora)e o recuo,se não desapareceu,deve ter reduzido muito.Deve ser aquele pedaço onde há duas janelas voltadas para a Praça XV.
O passadiço transversal (entre o Paço e a igreja) aparece em aquarelas de Debret e Thomas Ender,entre outros,mas eu não sabia deste outro,cujos vestígios aparecem na lateral da torre.Fica a pergunta : será que por dentro da torre (atual) ainda se pode notar alguma coisa?

derani 2006-11-16 09:05 …

Parabéns e vida longa para esse importante e instrutivo flog!
A catedral de então parece ser mais simpática do que a atual.
Aí se guardam muitas histórias…

rockrj 2006-11-16 13:46 …

O curioso , é que quando passamos pelo centro da cidade (pelo menos eu), raramente olhamos para cima e por consequencia, não reparamos nestes monumentos de nossa arquitetura colonial.

Solange Passos 2006-11-16 16:57 …

André,parabéns pelos três anos, em termos de internet , onde tudo é virtual,é uma supermarca.
E a festa quando vai ser ?
Brincadeirinha…

O mundo gira, a Lusitânia roda, mas as “elites” não mudam. Têm nojo do povo. Ontem era o passadiço , hoje são os seguranças para manter a ralé bem longe.
Um abraço

Rafael Netto 2006-11-16 19:25 …

Essa antiga catedral é um pastiche arquitetônico. Não gosto dela. A igreja de N.S. do Monte do Carmo ao lado é muito mais bonita, mas está caindo aos pedaços.

Nessa imagem é flagrante como a torre é totalmente destacada da igreja. Hoje em dia isso é minimizado pela fachada eclética.

Ah sim, eu já postei uma imagem do local de um ponto de vista parecido, mas de longe.
http://fotolog.terra.com.br/rafael_netto:82

Evelyn 2006-11-17 13:21 …

Wilson
E tristemente de Lutz Ferrando chegou-se à loja Kalunga!