andredecourt's Foto von 23.11.06

A foto de hoje, apesar de seus quase 100 anos já mostra modificações palpáveis na região.

Logo podemos perceber a inserção do Mercado em um antigo tecido, a construção que vemos é um dos prédios do Arsenal de Guerra que ficou literalmente colado no mercado. Grande parte do terreno e da doca do arsenal foi ocupado pelo Mercado, nos mapas podemos ter uma idéia de quanto da área da unidade militar foi usada. Nessa época certamente já estava em curso a construção no novo arsenal no Bairro do Cajú, onde está até hoje.

A torre que vemos é a que abrigava o portão número 2 do mercado, deveríamos ver bem próximo a ela também o prédio do Regimento do Moura, mas ao contrário tempos uma esplanada com o solo bem irregular e no fundo os sobrados da Rua da Misericórdia colados nas fraldas do Morro do Castelo, ou seja nessa época o Regimento do Moura já tinha sido transferido e seu prédio demolido para se ganhar espaço.

No topo do Castelo, podemos ver os sobrados que acompanhavam a Ladeira da Misericórdia, e junto a ladeira além dos sobrados varais e varais de roupas secando e quarando ao sol. No topo vemos o velho conjunto dos jesuítas, nessa época ocupado pelo hospital São Zacharias, por cima dos telhados do hospital ainda vemos as torres do Observatório, que usava a grande igreja dos jesuítas nunca terminada e que compunha um cenário muito interessante, uma velha e enorme igreja no estilo neo-clássico inacabada, com pedaços em ruínas, sustentando equipamentos de última tecnologia.

continua…

Comments (14)

luiz_d 23.11.06 07:58 …

Gostei da foto e do texto.

Muito boa a série.

Fora de foco: André, lembre-se da foto prometida.

derani 23.11.06 08:04 …

É.. essa é inédita mesmo!
Concordo com Luiz.

Se estivesse de pé ainda hoje , o Morro do Castelo poderia ser uma espécie de “Largo do Pelourinho” carioca…

Caucaia1 23.11.06 08:41 …

Que interessante essa série. Imagino que casarão seria aquele no centro da foto, já na encosta.

edubt 23.11.06 09:35 …

Continuo com meu pensamento que o Morro do Castelo ia ser hj uma tremenda favela, como muitas que cercam o Centro do Rio. Ja era qd foi posto abaixo, hj então…

Honestemente não faz a minima falta.

:-) )

Waldenir 23.11.06 10:00 …

Boa tarde,André.
A torre do Mercado que aparece é aquela do Albamar? Porque se for, eu fico totalmente posicionado em relação à foto.
Isto significaria que o Arsenal perdeu muita coisa.Há algumas centenas de metros entre o Albamar e o MHN,e o prédio mais próximo está quase encostando na torre.
O observatório deveria ser bem peculiar,instalado em uma igreja em ruínas.Mas ele foi para São Cristóvão antes ou depois da derrubada do morro?Eu tenho a impressão que o de São Cristóvão já existia no século XIX.

andredecourt 23.11.06 10:08 …

Não Waldenir, a torre que aparece na foto era do mesmo lado do mercado, mas no outro vértice, bem perto do MIS, o fotógrafo acredito eu estava posicionado no portão 8, bem onde hoje estão os pilares do perimetral.

O observatório de São Cristóvão por incrível que pareça é de 1921/22 !!!

rockrj 23.11.06 11:57 …

Gosto muito destas janelas coloniais, mais ainda quando a parte superior é em arco…

Rafael Rigaud 23.11.06 13:02 …

Continuo achando um crime a derrubada no morro do Castelo.André,me tire uma dúvida por favor(mesmo que não esteja diretamente ligada à foto):de que ano é aquele túnel que corta o morro da Providência,saindo próximo à av. rodrigues alves???caso tenha sido anterior ao desmonte do castelo,essa tecnologia de se fazer túneis portanto já era viável,correto??
Penso aqui comigo mesmo se não teria sido possível ter feito o mesmo,e manter o castelo.Também acho que ele poderia ser tão importante pra cidade do Rio hoje quanto o Pelourinho para Salvador.
Mas enfim,o “se” não existe na história,né?
desde já,obrigado pelo esclarecimento,e pela otima foto!!
1 abraço

jban 23.11.06 15:10 …

Esse Tutu é mesmo uma mala ! O Morro do Castelo era o berço da cidade.

Daqui a pouco a Ana Lucia vai perguntar se aí era o Albamar…

Sensacional a série !

leandrosmoreira 23.11.06 15:14 …

É impressão minha ou à direita vemos, bem perto do fotógrafo, o restaurante Albamar?

edubt 23.11.06 15:53 …

Eu to pouco me lixando se era ou não o berço da cidade. Estava abandonado e com favela já nele.

Se aqui fosse outro pais, com outra mentalidade, a de conservação e preservação e respeito para com os pobres. O destino dele poderia ter sido outro.

Queria ver se todo mundo endeusaria o tal Morro do Castelo se estivesse hj igual ou pior que qq morro da cidade. Com tráfico, tiros, granadas, etc.

caucaia1 23.11.06 17:40 …

Temper, temper, dear EDUBT.

Cidadão Indignado 23.11.06 18:25 …

Faço coro com o Sr. Edubt – Se fosse em um País sério teria sido um crime contra a memória e o património histórico da Cidade (visto ter sido o local de seu berço). No caso do Brasil, teria virado um tremendo Favelão. Semelhante destino teriam os Morros de Sto. António e Senado senão tivessem sido desmontados. Uma pena que a receita não se repetiu nos moros do Livramento, Mangueira e do Pinto.
A população dos Morros e Favelas horizontais, outrora composta , em sua maioria,por gente humilde e trabalhadora, atualmente é CONSCIENTEMENTE cumplice do Crime Organizado, adepta da desordem, da paternidade irresponsável e da destruição ambiental.
Chega de paternalismos com quem não paga impostos, pratica o furto de energia, rouba o sinal de video a cabo, invade as pistas automotivas impossibilitando o direito “de ir e vir” dos cidadãos que caminham dentro da ordem etc etc. Tá faltando mão pesada.