andredecourt's photo de 19/01/07

Aérea

Mais uma sexta com um fragmento de uma foto aérea do CAN. Hoje nosso olhar se dirige ao Largo da Carioca, não como conhecemos hoje, mas sim o largo de Passos.

A foto nos mostra com detalhes impressionantes todo o urbanismo de uma região que se modificou enormemente em menos de 100 anos e que sem referências iconográficas sólidas é praticamente impossível de se entender seu passado tal foram as transformações ocorridas.

Essa foto é de antes de 1925, ano que o prefeito Alaor Prata mandou demolir do velho Chafariz da Carioca para facilitar o tráfego que vinha da Rua Uruguaina e Carioca para a Rua Treze Maio usando o Largo, mas tenho por mim que essa foto é de 1918/19.

Ela é muito interessante pois nos mostra com detalhes os vários prédios demolidos ao longo dos anos do séc XX não só no Largo como no entorno, quarteirões desapareceram, resultado de constantes ampliações do espaço público, sendo essa devastação proporcional a demolição do Bairro do Catumbi.

Vamos então identificar todos os elementos a partir da esquerda da foto.

A rua que vemos cortando de baixo para cima a foto no seu extremo esquerdo e a Av. Alm. Barroso, antiga Barão de São Gonçalo, nesse trecho ela ainda não tinha a largura dos quarteirões que rumavam para o Castelo, embora em seu PA estivesse unificado desde as reformas de Passos. Talvez essa tolerância se desse pelo “Lyceo de Artes e Offícios”, que nesta época já começava a transformar seu velho prédio no conjunto eclético que sobreviveu até o final da década de 50. A parte virada para a Rio Branco já tinha ganho o novo prédio, no lugar do Pavilhão Internacional, demolido em 1914, embora as outras partes do complexo ainda se mostram um aglomerado de construções sem nexo como no período pré Passos. Um post sobre o Pavilhão Internacional pode ser visto aqui:  http://www.rioquepassou.com.br/2006/03/20/

Na parte esquerda superior da foto vemos os telhados do Teatro Lyrico e ao seu lado o prédio da Imprensa Nacional com seus vários pátios internos, os dois prédios foram destruídos. O primeiro já nos anos 20 para a melhoria do entroncamento entre as ruas Sen. Dantas e Treze de Maio, na época um dos principais corredores de bondes da cidade. Já o segundo foi ao chão nos anos 40, na administração Dodsworth para a unificação do Largo junto ao morro de Santo Antônio, criando uma estéril esplanada, que servia para o estacionamento de veículos, permanecendo assim por mais de 18 anos, quando o Largo da Carioca foi novamente ajardinado.

Indo para direita, colados no prédio da Imprensa Nacional, temos o “terminus” da linha de bondes de Santa Teresa, em estrutura metálica e construído para ser a estação inicial de um metrô sobre viadutos, nunca realizado, e o Chafariz da Carioca.

No topo direito da foto temos o conjunto colonial do Convento de Santo Antônio e o conjunto eclético construído onde por séculos ficava o Hospital da Ordem Terceira, demolido no período Passos por estrangular as ruas da Carioca e o encontro da Rua Uruguaiana com o Largo, esse conjunto foi praticamente todo demolido com as obras do Metrô, só restando um pequeno pedaço virado para a Rua da Carioca.

Descendo rumo à base direita da foto temos o desaparecido quarteirão das ruas Assembléia, São José, Gonçalves Dias e Rio Branco. Esse quarteirão desapareceu já nos anos 60, com o prolongamento da Av. Nilo Peçanha rumo à rua da Carioca, nas sobras de terreno foi erguido o Ed. De Paolli e criada a Praça Estado da Guanabara.

Na base da foto, temos a Av. Rio Branco a cortando de ponta a ponta e também no centro direito o prédio da Galeria Cruzeiro e Hotel Avenida, demolido no final dos anos 50 e hoje em seu local foi construído o enorme prédio Av. Central, por muitos anos um dos mais modernos e sofisticados do Brasil, com elevadores controlados eletronicamente e um sistema de ar-condicionado por água gelada, fora a revolucionária estrutura metálica, nunca usada antes no país.

Comments (15)

Waldenir 19/01/07 07:58 …

Bom dia, André.
Postando rapidamente de uma LAN aqui no Centro.
A pequena praça circular arborizada tem, no seu centro,o relógio que ainda existe,no mesmo ponto,certo?
Hoje à noite escrevo com mais calma.

andredecourt 19/01/07 08:04 …

Exato !!

edubt 19/01/07 08:20 …

O Hotel Avenida era bem grande… Já postei uma propaganda dele uma vez:

http://ubbibr.fotolog.com/edubt/?pid=12859026

500 hóspedes (!!!)

:-) )))

Vinicius 19/01/07 08:26 …

André, fiquei curioso sobre esse metrô sobre viadutos. Você teria mais informações sobre ele?

andredecourt 19/01/07 08:32 …

Vinícius, segundo Dunlop no apagar das luzes do Império um grupo de empresários ganhou a concessão para se fazer uma ferrovia elevada aos mesmos moldes de várias cidades dos EUA, que ligasse inicialmente o Centro a Botafogo, mas o destino final seriam a então deserta Copacabana e a Tijuca.

Seria um trem por viadutos que sairia do Largo da Carioca, desceria a rua Sen. Dantas, iria pela Praia da Lapa, Catete, Marques de Abrantes até o morro Azul dali cruzaria a Farani pela Clarice Índio do Brasil e entraria num túnel até a São Clemente na altura da Real Grandeza, de lá chegaria por Copacabana por um outro túnel a ser construído

andredecourt 19/01/07 08:34 …

Mas a empresa quebrou e a República não Teve interesse em refazer a concessão a uma outra empresa, sendo Copacana “descoberta” pelos bondes

Derani 19/01/07 08:34 …

É mesmo interessantíssima a foto!
Dá para ver a localização exata de cada prédio que normalmente vemos isoladamente nas fotos dos fotologs…
O Hospital da Penitência parece que não atrapalhava muito o fluxo não… já o da Imprensa Nacional sim.
O Chafariz da Carioca era um monstrengo horroroso que mereceu mesmo ser demolido.

natureco 19/01/07 08:42 …

Quanto se perdeu heim!! Principalmente o chafariz.
Vou ver se tenho nos livros, alguma foto do largo naquela época e te mando por e-mail.

caucaia1 19/01/07 09:31 …

Nóóó ! Como mudou !

Luiz D’ 19/01/07 10:53 …

Excelente: foto e texto.

Terminus…

Mauro_AZ 19/01/07 14:00 …

O post de hoje e’ classico. A transformacao do Largo da Carioca ficou totalmente explicada.

williams 19/01/07 14:10 …

Jamais vi uma foto tão esclarecedora para entender a transformação que houve ali. Parabéns também pelo texto. Infelizmente não dá pra ler o texto e ver a foto ao mesmo tempo, então levei um bom tempo para me localizar. Melhor ainda a Pergunta do Waldenir, que foi a cereja do bolo. Essa valeu!

AG 19/01/07 18:16 …

Dr. Decourt, parabéns.
Excelente post em tudo e por tudo.
Ainda estou curtindo a foto e o excelente texto.
Valeu.

Rafael Netto 20/01/07 08:11 …

Realmente uma das imagens mais impressionantes do velho Largo que só conhecemos através de imagens fragmentadas.

Derani, o prédio do Hospital era bem maior do que este que se ergueu no local, como o Decourt já mostrou. Ele invadia o Largo da Carioca, o prédio eclético foi feito em forma trapezoidal pra abrir espaço.

Só não consigo visualizar onde foi erguido o edifício decô da Ordem Terceira. Sei que foi onde estava o chafariz, mas a área parece muito pequena. Será que parte do prédio eclético foi demolida pra dar lugar?

http://fotolog.terra.com.br/rafael_netto

Vinicius 21/01/07 19:29 …

Só pude responder agora. Muito interessante esse projeto de pré-metrô. Gostaria de ver o projeto com mais detalhes. Obrigado.