andredecourts foton från 2007-07-24

Rua Sen. Dantas, princípio do Séc XX

Em Janeiro deste ano publicamos uma foto e contamos uma breve história da Rua Senador Dantas : http://www.rioquepassou.com.br/2007/01/03/ onde inclusive mencionamos a sua ocupação por “artistas”, que chocava a sociedade do final do Séc XIX.

Nossa foto de hoje mostra um dos motivos por a Sen. Dantas ter sido a rua preferida das “cocotes” nessa época.

Estamos na entrada da rua pelos cantos do Largo da Carioca, nessa época o Theatro Lyrico estava atrás de nós, nos dias de hoje é como se estivéssemos numa das pistas da Av. Chile mirando a rua rumo ao mar e ao Passeio.

No lado direito da imagem vemos o Café-Concerto da Guarda Velha, que como o nome deixa a transparecer vendia de tudo menos café, e que em seu grande barracão, anexo aos jardins que vemos em primeiro plano, se exibia “variedades”, espetáculos de cancioneria e revista, que além das famosas francesas, tinham como elenco e estrelas, italianas, espanholas, mas havia até “turcas”, húngaras e búlgaras no ofício, que muitas vezes destruíam patrimônios e reputações do mais velhos, bem como enlouqueciam os mais novos.

Até nudez nesses espetáculos tinham, como menciona Luis Edmundo. A americana Jeanne Cayot no espetáculo “desehabiller d’une parisienne” ficava nua em pelo no meio do show e deixava todos loucos, censura não existia, pois afinal o chefe de polícia estava ali no camarote oficial, aplaudindo e salivando.

Por questões práticas as meninas acabavam indo para os famosos pensionatos de artistas, uns muitos suspeitos como os da Valerie e da Suzana, administrados pelas senhoras homônimas, que arrancavam todo o dinheiro das meninas, nas atividades artísticas e em outras conseguidas “off Broadway”.

Nossa foto já mostra a rua reformada por Passos, com os oitis já plantados, bem calçada e com o bonde elétrico se dirigindo para a Zona Sul.

Os cafés-concerto foram se extinguindo no alvorecer do séc. XX sendo o último e, curiosamente extemporâneo em ser inaugurado, o Pavilhão Internacional demolido em 1914. Certamente o surgimento do cinema foi um dos fortes motivos para a extinção das revistas e dos biergarden anexos, que ficaram apenas no folclore da cidade.

Comments (6)

luiz_o 2007-07-24 10:35 …

Ô André,
corrige esses “Sem.Dantas” aí de cima (estará o seu fotolog com corretor automático?).

Como era simpática esta rua, ao contrário dos dias de hoje, com prédios enormes, escura e com aparência de suja.

edubt 2007-07-24 12:00 …

Parece rua de Copacabana!!! Hoje é feia mesmo.

:-) )

continuo com minha opinião de que esse negócio que vc arumou de abrir outro fotolog para comentar, muito complicado. Abre uma conta no Terra. Deixa de ser teimoso, hômi!

jban 2007-07-24 14:43 …

Vem pro Terra você também…. outra coisa, no texto final está “cometar”, ao invés de “comentar”….

Gostei da foto e da história. O tempos antigos não eram tão puritanos assim, né ?

:-) )

andredecourt 2007-07-24 15:03 …

Estou pensando em ir direto para um .com, minha senhoura já salvou todos os arquivos, comentários inclusos e já temos também o domínio.

Agora é questão de tempo para ele migrar para um endereço solo, criar a programação etc…. que aliás será parecida com o fotolog.

A Sen. Dantas ficou como o Luiz falou principalmente pela não alteração do PA quando ela começou a se verticalizar, temos hoje prédios altos e as calçadas são do mesmo tamanho daépoca de Passos, sem nenhum recuo das novas construções.

A rua nas suas quadras iniciais é um paraíso déco, pena que o endereço ainda não ganhou charme, talvez com a inauguração do novo Serrador as coisas melhorem na região

laurinhaperes 2007-07-24 15:17 …

Mto bonito….

natureco 2007-07-25 10:58 …

Magnífica. Reparei nos detalhes do portão da casa da esquina esquerda.
Abçs.
Luiz.