Na nossa foto de hoje vemos um belíssimo sobradão com vários elementos do séc XIX em, estado de abandono do Bairro do Catumbi em foto de 1970.

A construção com forte influencia neo-clássica é só memória, pois ficava no trecho da Rua Valença que desapareceu com a construção do conjunto de viadutos da Linha Lilás, que ligaria Botafogo até o Gasômetro, via Santo Cristo, nunca concluída.

O prédio se destaca por suas portas de loja e de acesso ao segundo andar dispostas de forma pouco comum, além, de um belo frontão, com um fino trabalho de serralheria, janelas com belas esquadrias novecentistas e no topo uma ânfora, na época da foto já sem alguns elementos.

Além disso possuia também duas estátuas de bronze, possivelmente francesas, nas duas extremidades superiores da fachada, que na época da foto tinham acabado de ser furtadas e postas a venda em um brechó da Rua da Lapa, mesmo com a denúncia do meu pai às autoridades competentes nada foi feito, e as estátuas se perderam, como aliás todo o imóvel.

As calhas com buzinotes destacados da fachada, estavam em perfeito estado, como também a interessante flor no centro do topo do frontão, curiosamente não é vista nenhuma data na fachada do imóvel.

Olhando por cima do frontão e rumo ao telhado o imóvel nos reserva outra surpresa, um chalet, outra moda de fins do séc XIX, que curiosamente possui compoteiras.

O estado geral do imóvel não é nada bom e está fechado, pronto para a demolição que mesmo sobre tentativas de um pequeno grupo de arquitetos do Estado da Guanabara não pode ser evitada, pois outro grupo ganhou a queda de braço e criou uma das áreas mais degradadas e estéreis da cidade.

Ao lado do sobradão também vemos uma casa térrea, outro tipo de imóvel que despareceu em nossa cidade, com as várias demolições dos anos 70 em regiões centrais que mantinham um tecido urbano parado no tempo.

Foto: Arquivo da família