A foto de hoje, é mais uma das imagens produzidas pelos fotógrafos de instantâneos que circulavam pelo Centro, notadamente Cinelândia e a Av. Central, depois Rio Branco, nos anos 20, 30 e parte dos 40.

Esse instantâneo, que faz parte do arquivo da família  na realidade é uma ampliação de uma pequena imagen do tamanho de um negativo de 35mm, que compunha uma pequena sequência, as fotos eram coladas numa tira de cartolina. E não são muito nítidas, valendo mais como testemunho de uma época.

O sr. de terno claro é meu bisavô, Antônio da Rocha Leão, anos antes de se tornar vereador distrital e lider da bancada do prefeito Pedro Ernesto. Sendo à época funcionário da administração distrital.

Além dos trajes dos passantes é de se impressionar com o brilho das vitrines da avenida, o local exato, pelo plano fechado é praticamente impossível de ser descoberto por nós que não vivemos essa época.