Os anos 40 e principalmente os 50 foram o auge do carnaval dos bailes, em hotéis, clubes, boites, teatros e até mesmo salões de consulados e grandes. restaurantes.

Dos mais agitados ao mais sofistiados havia o baile certo para cada um que estivesse disposto a suar na batalha de confestes.

Nossa foto de hoje do  grande José Medeiros mostra um dos fatos corriqueiros do carnaval; os amores de carnaval, que acabam com relacionamentos antigos, viram relacionamentos duradouros ou apenas um romance de quatro dias.

 

Nossa solidariedade ao amigos da confraria do Rio Antigo, que tiveram fotos, comentários e até mesmo fotologs bloqueados de forma arbitrária e unilateral por parte do Portal Terra, que aparentemente acata ordes de alguma notificação extra-judicial impetrada pelos bicheiros da LIESA, pessoas que cá entre nós não deveriam estar usando a justiça mas sim sendo alvo de sua cega espada !