Essas imagens poderiam ser atuais quando notícias de bueiros explodindo são quase uma constante, mas essa sequência dos anos 50 mostra que tais fatos já aconteciam.

Estamos na Rua Fernando Mendes em Copacabana e vemos os estragos causados não só pelo incêndio dos transformadores localizados na câmera subterrânea mas também por uma forte exposão como podemos observar pelas vidraças do velho Hotel Excelcior quebradas. O fogo é tão forte que além de sair pelos tampões da câmara subterrânea escala pelo poste de ventilação, recurso esse hoje em desuso na cidade.

A foto também mostra em detalhes o último tipo de poste da Light usado no bairro, que a partir dos anos 40 substituiu os equipamentos instalados nos anos 10 e 20, o poste com braço reto, distribuídos em apenas um lado da via.

 

Aqui vemos um carro chamuscado pelo incêndio, me parece ser um Panhard.

 

E por fim o combate das chamas pelos bombeiros, que tiveram que se utilizar de espuma química, para debelar o incêndio certamente alimentado pelo óleo ascarel dos transformadores. Reparem no meio da espuma uma das tampas do volt arremessada pela explosão