Nossa imagem de hoje é do arquvo da Life, datada possivelmente dos primeiros anos da década de 40, por dois indicativos a aparente ausência de pistas de pouso no aterro desdinado ao SDUe a Av. Pres. Vargas não ser notada no Centro. Também, possivelmente pela definição da foto não vemos o prédio da Central do Brasil.

Fora a região do Castelo, Beira Mar e Rio Branco todo o resto do Centro da Cidade, bem no meio superior da foto era praticamente horizontal com sobrados e prédios de 3 ou 4 pavimentos, vemos com notável clareza a mancha do Campo de Santana como um grande retângulo escuro no meio da massa de construções.

Vemos o Canal do Mangue e as suas vias laterais, e mais para a base da foto os bairros da Cidade Nova e Catumbi, arrasados nos anos seguintes.

Na parte inferior central da imagem vemos o Silvestre em Santa Teresa, notada pelo prédio conhecido como Raposão e as encostas desmatadas, com capim colonião mas livres de barracos, na parte inferior direita demos a descida do Vale das Laranjeiras, partindo do Silvestre, passando por Cosme Velho, Laranjeiras chegando por fim a região do Catete.