Nossa foto de hoje, de autoria do Sr. Gyorgy Szendrodi mostra o adensamento construtivo de Copacabana na sua época mais impactante. O início dos anos 70 era a época de maior concentração populacional do bairro, num período que sua população ainda não tinha envelhecido, as famílias eram maiores, e os conjugados muitas vezes abrigavam mais de 4 pessoas, querendo ter seu sonho a beira mar em troca de uma confortável casa nas regiões servidas pelos ramais ferroviários.

Copacabana nessa época possuía quase 250 mil residentes e uma população flutuante que em um sábado de praia podia concentrar mais de um milhão de pessoas, ao longo das décadas a população do bairro foi se adequando ao espaço físico e a nova dinâmica da sociedade brasileira, hoje o bairro tem mais de 100 mil moradores a menos que no início dos anos 70.

Além disso praticamente todos os quarteirões perto do mar já tinha sido totalmente exauridos pela especulação imobiliária dos anos 50 e 60, casas e pequenos prédios quase todos tinham ido ao chão, mas o gabarito tinha se mantido fixado em 12 pavimentos por quase toda a década de 50 e 60, período de maior crescimento, e os novos espigões, autorizados primeiro para hotéis e depois para edifícios residenciais ainda não haviam sido construídos, o que criava nessa época essa imagem, de uma grande massa de prédios que ocupava todos os espaços do bairro, quando visto de cima.

O Sr. Gyorgy estava no topo da Ladeira do Leme, juto a entrada da vila militar da Rua Gal. Cardoso de Aguiar.