Nossa imagem de hoje, infelizmente com baixa resolução, mostra os restos das abas do Morro do Castelo na Rua São José, vistas da Av. Erasmo Braga.

Com os custos das desapropriações dos sobrados do lado par da Rua de São José e a falta de um plano urbanístico definitivo para o encontro das duas urbanizações, a colonial e a conquistada pelo desmonte do morro esse pedaço ficou sem um destino certo dos anos 30 até os anos 60, quando os imóveis restantes foram demolidos na Rua de São José e  o terminal de ônibus Graça Aranha construído, mesmo assim ainda tínhamos desencontros no emboque da Av. Nilo Peçanha com a Erasmo Braga, como podemos ver por esta imagem já postada ( http://www.rioquepassou.com.br/2009/05/31/terminal-eramos-braga-castelo-misericorida/ ).

O prédio de esquina que vemos no fundo fica na esquina da S. José com a Rua da Quitanda, o que pode nos indicar que estamos mais ou menos na frente do prédio da Sociedade Bíblica Americana, um dos primeiros prédios da Esplanada.