Nessa interessante foto de Malta, de 1920,  tirada na Rua Gal. Câmara temos uma particularidade. Dois alinhamos convivendo mais de 14 anos do realinhamento da via feito por Passos.

O sobrado da esquina ainda mantém o alinhamento colonial com o imóvel ocupando quase metade da caixa da via, e certamente como outros casos análogos já mostrados aqui no site tinha alguma grave pendência judiciária por não ter sido realinhado na Adm. Passos, como já mostramos aqui ( http://www.rioquepassou.com.br/2007/01/25/alargamento-da-rua-uruguaiana/ ). Vemos que o imóvel inclusive mantém um braço da velha iluminação à gás na fachada, mesmo a rua sendo iluminada por um dos modelos mais antigos da Light, o que demonstra que o prédio estava tão embaraçado que a velha cia de gás preferiu não tirar todo seu equipamento.

Ao fundo vemos a mancha de vegetação que tudo indica ser do Campo de Santana. A fiação telefônica improvisada, segura por pequenos postes de ferro fundido também é digna de nota.

Agradecemoso ao Ricardo Galeno por mais essa imagem.